Retemperar energias no dia de descanso do “Dakar”

Finalmente, o dia de descanso para homens e máquinas puderem recuperar os estragos físicos e mecânicos sofridos nos cinco primeiros dias de competição.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Sam Sunderland (KTM)

Ao fim da primeira parte da prova, constata-se que a KTM pode estará caminho de manter a invencibilidade que data de 2001, com o inglês Sam Sunderland (KTM) instalado no segundo lugar, a escassos 59 segundos do comandante, o norte-americano Ricky Brabec (Honda), mas, sem os dois minutos de penalização sofridos, o inglês já estaria na frente.

Na segunda parte da prova, o duelo entre os dois vai ser intenso, mas não são de esquecer as possibilidades do chileno Pablo Quintanilla (Husqvarna), que já passou pelo comando, do australiano Toby Price (KTM), do francês Adrien Van Beveren (Yamaha), do argentino Kevin Benavides (Honda) e do austríaco Matthias Walkner (KTM), o vencedor do ano passado, que estão a menos de 10 minutos do primeiro lugar, diferença de tempo que pode ser anulada a qualquer momento.

Joaquim Rodrigues (Hero)

No que diz respeito aos “motards” portugueses, depois do abandono, ontem, no regresso a Arequipa, em consequência de uma queda, de Paulo Gonçalves (Honda), Mário Patrão (KTM), em 21.º passou a ser o melhor classificado, estando a 2’39” do 20.º, diferença de tempo que seria de 39” se não tivesse sofrido dois minutos de penalização, tal como sucedeu com Sam Sunderland.

Joaquim Rodrigues (Hero) é 28.º, depois, de ontem, ter perdido a concentração, depois de ter visto o seu cunhado, Paulo Gonçalves, no chão, duas posições à frente de António Maio (Yamaha), que tem vindo a ganhar posições de forma progressiva.

David Megre (KTM) e Miguel Caetano (KTM) são, respectivamente, 44.º e 84.º e continuam a pensar na chegada a Lima, na quinta-feira, enquanto Hugo Lopes (KTM) foi forçado a renunciar, ainda, na primeira parte da prova.

Nasser Al-Attiyah (Toyota Hilux)

Nos automóveis, tudo aponta para um duelo entre o qatari Nasser Al-Attiyah (Toyota Hilux) e o francês Stéphane Peterhansel (Mini JCW), com o primeiro a preocupar-se em “marcar” o “senhor Dakar”, enquanto ao piloto do Mini nada mais resta que não seja atacar para tentar neutralizar os 24’42” que os separam.

“Emboscado” no terceiro lugar e atento à luta que vai ser travada à sua frente, o espanhol Nani Roma (Mini JCW) pode ser a “arma secreta” da Mini para vencer a prova, tirando partido dos “estragos” que a luta entre os dois primeiros venha a provocar.

Sébastien Loeb (Peugeot 3008 DKR)

O francês Sébastien Loeb (Peugeot 3008 DKR) é quinto, a 40’ do qatari, mas sem ter nada a perder pode tentar somar vitórias em SS e tentar aproximar-se dos homens da frente, antes de voar para Monte Carlo, onde na semana seguinte faz a estreia ao volante do um Hyundai i20 Coupé, no Rali de Monte Carlo, prova de abertura do Campeonato do Mundo de Ralis.

O português Filipe Palmeiro, único representante luso nos automóveis, que navega o chileno Boris Garafulic (Mini All4 Racing) ocupa o nono lugar da geral.

Nos SxS, como consequência da neutralização da etapa de ontem, o russo Sergei Kariakin (BRP) está na frente, seguido pelo espanhol Gerard Guell (CAN-AM), com o chileno Rodrigo Moreno (CAN-AM) completar o pódio provisório. Miguel Jordão (CAN-AM) é sétimo e primeiro “rookie”, enquanto Ricardo Porém fecha o “top ten” e Pedro Mello Breyner (Yamaha) é 23.º.

CLASSIFICAÇÕES

MOTOS

1.º Ricky Brabec (Honda), 16h51m34s

2.º Sam Sunderland (KTM), a 59”

3.º Pablo Quintanilla (Husqvarna), a 2’52”

4.º Toby Price (KTM), a 3’21”

5.º Adrien Van Beveren (Yamaha), a 6’36”

6.º Kevin Benavides (Honda), a 9’01”

7.º Mathias Walkner (KTM), a 9’17”

8.º Xavier De Soultrait (Yamaha), a 18’37”

9.º Stefan Svitko (KTM), a 26’28”

10.º Andrew Short (Husqvarna), a 27’54”

21.º Mário Patrão (KTM), a 1.52’45”

28.º Joaquim Rodrigues (Hero), a 2.37’53”

30.º António Maio (Yamaha), a 3.02’32”

44.º David Megre (KTM), a 5.30’52”

84.º Miguel Caetano (KTM), a 10.58’31”

AUTOMÓVEIS

1.º Nasser Al-Attiyah/Matthieu Baumel (Toyota Hilux), 17h19m53s

2.º Stéphane Paterhansel/David Castera (Mini JCW), a 24’42”

3.º Nani Roma/Alex Haro (Mini JCW), a 34’33”

4.º Jakub Przygonski/Tom Colsoul (Mini All4 Racing), a 38’12”

5.º Sébastien Loeb/Daniel Elena (Peugeot 3008 DKR), a 40’00”

6.º Cyril Despres/Jean-Paul Cottret (Mini JCW), a 1.12’47”

7.º Harry Hunt/Wouter Rosegaar (Peugeot 3008 DKR), a 1.59’55”

8.º Martin Prokop/Jan Tomanec ((Ford Ranger), a 2.13’57”

9.º Boris Garafulic/Filipe Palmeiro (Mini All4 Racing), a 2.18’20”

10.º Bendiktas Vanagas/Sebastian Rozwadowski (Toyota Hilux), a 2.44’41”

SxS

1.º Sergei Kariakin/Anton Vlasiuk (BRP), 14h32m33s

2.º Gerard Guell/Daniel Carreras (CAN-AM), a 11’26”

3.º Rodrigo Moreno/Jorge Araya (CAN-AM), a 30’00”

4.º Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (CAN-AM), a 30’30”

5.º Francisco Lopez/Alvado Leon (CAN-AM), a 1.08’48”

7.º Miguel Jordão/Lourival Roldan (CAN-AM), a 1.28’51”

10.º Ricardo Porém/Jorge Monteiro (CAN-AM), a 2.06’39”

23.º Pedro Mello Breyner/Javier Uribe (Yamaha), a 9’43,07”

A ETAPA DE AMANHÃ (DOMINGO)

O “Dakar” recomeça, amanhã, com o regresso a San Juan de Marcona, com motas e “quads” a enfrentarem um SS de 317 km, enquanto do automóveis, SxS e camiões tem um SS de 291 km.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação