Renault Grand Scénic: exclusividade e segurança

O emblemático modelo da Renault reforça-se como a escolha incontornável dos clientes que valorizam os 7 lugares individuais, mas também conforto, espaço, versatilidade e modularidade. Os argumentos que fazem a história de sucesso do Grand Scénic por um preço a partir dos 33.500 euros.

(auto.look2010@gmail.com)

Na sequência da renovação operada na gama, o Renault Grand Scénic passa a estar disponível com os níveis de equipamento Limited, Intens e Black Edition, todos com uma extensa lista de itens que satisfazem as necessidades e os gostos do mais exigente agregado familiar ou cliente profissional.

As novidades estendem-se ao catálogo de cores, com duas novas referências – Azul Topázio e Vermelho Vintage, ambas com o tejadilho em preto – bem como às novas jantes, de 20 polegadas, claro, ou não fosse uma das imagens de marca do modelo.

No capítulo dos motores, a oferta assenta no aclamado bloco TCe, a gasolina, desenvolvido em parceria com a Daimler, nas variantes de 140 e 160 cavalos, ambas igualmente disponíveis com a caixa automática EDC de dupla embraiagem.

Na base da oferta, o nível de equipamento Limited foi alvo de um significativo reforço do conteúdo, com destaque para a dotação de elementos tecnológicos e de apoio à condução. Assim, o Grand Scénic Limited já inclui, entre outros, o alerta de detecção de fadiga e de transposição involuntária de faixa, o emblemático cartão Renault mãos livres, o sistema R-link2 com ecrã táctil de 7 polegadas, a travagem de emergência activa com detecção de peões, para além de pormenores que reforçam a funcionalidade, como é o caso da Gaveta Easy Life refrigerada.

Já as novas jantes de 20 polegadas emprestam ao Grand Scénic Limited um maior dinamismo e uma acrescida elegância, enquanto os sensores de estacionamento à frente e atrás incrementam a segurança e o conforto de quem segue aos comandos.

No patamar seguinte, o novo nível Intens reforça a segurança c, com o alerta de distância de segurança e o alerta de excesso de velocidade com reconhecimento dos sinais de transito. Os passageiros passam a usufruir de cortinas de sol nas segundas filas de bancos, enquanto os bancos têm um padrão exclusivo.

O Grand Scénic Intens também conta com faróis Full Led de série, com o retrovisor interior electrocromático e com o sistema Renault Multi-Sense. Ou seja, a tecnologia que permite parametrizar a dinâmica, mas também os tons do habitáculo do Grand Scénic, em função das necessidades ou dos desejos do momento.

O próprio sistema R-Link2, com um ecrã táctil de 7 polegadas, sofre um upgrade, com a adição do sistema de navegação. Como não podia deixar de ser, o Renault Grand Scénic Intens também beneficia de umas novas e elegantes jantes de 20 polegadas, com um desenho específico.

No topo da oferta, a versão Black Edition vem substituir a anterior Bose Edition. Quem sai a ganhar são os clientes, que recebem um importante reforço de equipamento. O sistema de Premium BOSE continua a ser uma das figuras do “cartaz”, mas recebe a companhia dos bancos aquecidos, assim como do sistema Easy Park Assist com auxílio ao estacionamento lateral e câmara de marcha-atrás.

Já o sistema R-Link2 recebe novo “upgrade” e passa a dispor de um ecrã táctil de 8,7 polegadas, com cartografia da Europa. No campo da segurança, o Grand Scénic Black Edition integra o regulador de velocidade adaptativo e o alerta de ângulo morto. Igualmente destaque merecem os sumptuosos bancos em alcântara Black Edition, com apoios de cabeça Grande conforto. Apesar de contar com jantes de 20 polegadas de série, o nível de equipamento Black Edition pode ser equipado com jantes em preto, com as mesmas dimensões.

Mas não é só no interior que o Grand Scénic impressiona. As linhas do Grande Scénic contrariam, em absoluto, o estigma dos monovolumes serem “sensaborões”. Aliás, o familiar da Renault confirma que é possível estar na moda sem andar na moda.

Para além do design, as novas jantes de 20 polegadas e as pinturas bi-tom dão um cunho de exclusividade ao elegante modelo de sete lugares da Renault. Na realidade, sete das oito cores de carroçaria podem ser combinadas com o tejadilho preto, enquanto a cor Preto Estrela pode ser combinada com um distinto tejadilho em cinzento.

Já no que diz respeito a motorizações, o Renault Grand Scénic passa a estar equipado, exclusivamente, com o evoluído bloco a gasolina, TCe, desenvolvido em parceria com a Daimler. Uma das mais eficientes e tecnologicamente avançadas propostas da classe, no Grand Scénic, disponível nas versões de 140 e 160 cavalos de potência.

Ambas também disponíveis com a caixa automática de dupla embraiagem EDC (de série no TCe de 160 e opcional no TCe 140), o complemento perfeito para quem valoriza, em absoluto, o conforto de condução, mas não descura a eficiência nem abdica do dinamismo.

Sublinhe-se que, apesar do significativo reforço dos equipamentos de conforto e de segurança, os preços não reflectem esse incremento, o que se traduz numa importante mais-valia para o cliente.

Disponível a partir dos 33.500 euros na versão TCe 140 Limited, o salto para o nível Intens implica um custo de apenas 1.200 euros e deste para o Black Edition, de uns adicionais 1850 euros. A opção pelo conforto da caixa EDC, mantendo o nível de equipamento, significa um acréscimo de apenas 1800 euros. Já a escolha pelo mais potente motor de 160 cavalos (apenas com caixa EDC e no nível de equipamento de topo), o esforço financeiro fica-se pelos 400 euros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *