Renault define nova estratégia para a China

Grupo da marca francesa do losango vai concentrar as suas actividades no mercado chinês nos Veículos Comerciais Ligeiros (VCL) e nos Veículos Eléctricos (VE), transferindo a sua participação na Dongfeng Renault Automotive Company Ltd (DRAC) para a Dongfeng Motor Corporation.

(auto.look2010@gmail.com)

O Grupo Renault revelou hoje a nova estratégia para o mercado chinês baseada em dois pilares: o dos Veículos Eléctricos e o do Veículos Comerciais Ligeiros. Nesse sentido, as actividades do Grupo Renault na China vão desenvolver-se da seguinte forma:

Relativamente aos veículos de passageiros com motores de combustão, o Grupo Renault chegou a um entendimento preliminar com a Dongfeng Motor Corporation, segundo o qual a Renault transferirá as suas acções para a Dongfeng. A DRAC cessará as suas actividades relacionadas com a marca Renault.

A Renault vai manter o serviço após-venda para os seus 300 mil clientes, através dos concessionários Renault, bem como através de sinergias com as marcas da Aliança.

Os futuros desenvolvimentos para os veículos de passageiros da Renault serão revelados mais tarde, no quadro do novo plano estratégico, de médio prazo, do Grupo Renault.

A Renault e a Dongfeng vão continuar a cooperar com a Nissan na nova geração de motores, bem como no fornecimento de componentes à DRAC e na licença diesel da Dongfeng Automobile Co., Ltd. A Renault e a Dongfeng vão também iniciar uma inovadora cooperação no campo dos veículos inteligentes e conectados.

O MERCADO CHINÊS DE VEÍCULOS COMERCIAIS LIGEIROS

O mercado chinês de VCL atingiu 3,3 milhões de unidades em 2019 e as previsões apontam para que se mantenha num caminho de crescimento. A Renault Brilliance Jinbei Automotive Co., Ltd. (RBJAC), lançada em Dezembro de 2017 é o braço armado do Grupo Renault para o mercado de veículos comerciais ligeiros na China.

A Jinbei é uma marca perfeitamente estabelecida no mercado, com mais de 1.5 milhões de clientes e perto de 162 mil unidades vendidas em 2019. Com a experiência e tecnologias da Renault, a RBJAC está a modernizar e a aumentar a oferta dos modelos da Jinbei, que deverá contar com um total de 5 produtos em 2023.

ACERCA DO MERCADO CHINÊS DE VEÍCULOS ELÉCTRICOS

Com 860 mil unidades em 2019, a China é de longe o maior mercado de veículos elétricos do mundo. É expectável que, até 2030, as vendas de veículos eléctricos representem 25% do mercado chinês.

O Grupo Renault foi pioneiro nos veículos eléctricos e já vendeu, desde 2011, perto de 270 mil unidades no mundo, o que lhe confere uma vantagem competitiva na China, como o comprova o sucesso do lançamento do Renault City K-ZE.

O Grupo Renault espera reforçar a parceria com a Nissan e a Dongfeng, dentro doEgt, para tornar o K-ZE um automóvel global. Uma versão derivada, baseada no concept “Dacia Spring”, vai chegar à Europa em 2021.

Com o apoio da Renault em termos de qualidade e tecnologias, a JMEV pretende cobrir 45% do mercado chinês de Veículos Eléctricos em 2022, com 4 modelos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: