Região Centro em polvorosa com o Rali de Portugal

O regresso dos troços de Arganil, Góis e Lousã ao itinerário do Vodafone Rali de Portugal marca hoje o arranque da prova, sétima etapa do Campeonato do Mundo, liderado pelo francês Sébastien Ogier (Citroën C3 WRC).

(auto.look2010@gmail.com)

Sébastien Ogier parte para o Vodafone Rali de Portugal na liderança

O Vodafone Rali de Portugal, sétima prova do Campeonato Mundial da modalidade, que em termos competitivos arranca esta sexta-feira, na região centro, prolongando-se sábado e domingo, nos troços do norte do país, já fervilha de entusiasmo, dentro e fora da caravana.

A “romaria” nas serras da Lousã e Açor começou bem cedo, ontem à noite e esta madrugada para ver os ases do volante. Aos comandos de um Citroën C3 WRC, Sébastien Ogier será o primeiro a ir para a estrada, às 9h48, para enfrentar os 12,35 quilómetros da Lousã. Seguem-se os 18,78 quilómetros de Góis, a partir das 10h32, antes do mítico troço de Arganil, com 14,44 quilómetros, a partir das 11h20.

 

Rui Madeira e amigos juntaram-se de malas e bagagens na serra

Sébastien Ogier defende os 10 pontos de vantagem que trouxe do Chile face ao estónio Ott Tanak (Toyota Yaris WRC) e os 12 para o belga Thierry Neuville (Hyundai i20 Coupe WRC), vencedor em 2018. O belga sofreu um violento acidente na prova sul-americana e chega a Portugal ainda combalido.

O piloto francês de Gap, que já venceu em solo luso em 2010, 2011, 2013, 2014 e 2017, parte, mais uma vez, como favorito e é sério candidato a destacar-se no historial do Vodafone Rali de Portugal, depois de ter igualado o registo do finlandês Markku Alen, que também tem cinco triunfos.

 

 

Amantes dos ralis prontos para a festa

A edição de 2019 do Rali de Portugal vai ter 306,97 quilómetros cronometrados, divididos por 18 classificativas, entre as quais a super-especial de Lousada, de 3,36 quilómetros a percorrer no final deste primeiro dia, a partir das 19h03.

Amanhã, sábado, a prova segue para o Marão, com dupla passagem por Vieira do Minho, Cabeceiras de Basto e Amarante, onde se disputa o troço mais longo do rali, com 37,60 quilómetros. Para domingo, estão marcadas mais cinco classificativas, Fafe, com duas passagens pelo seu emblemático salto, uma delas a “power stage”, e os troços de Luílhas e Montim, este também com duas passagens. A festa do Vodafone Rali de Portugal está prestes a começar, depois da apresentação, ontem, ao final da tarde, em Coimbra.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação