Rampa Histórica Luso-Bussaco em “banho-Maria”

Parece ter estalado o verniz entre a Câmara Municipal da Mealhada e o Clube LusoClásscos. E tudo por causa da Rampa Histórica Luso-Bussaco, uma prova reconhecida pela qualidade organizativa mas que evidencia um “bloqueio” forçado devido a divergências.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

A troca de “galhardetes” persevera entre o município da Mealhada e o Clube LusoClássicos. A autarquia invoca a atribuição de um subsídio de 15 mil euros ao Clube LusoClássicos para a realização, este ano, a Rampa Histórica Luso Bussaco e o Rally Legends Luso Bussaco. Já o clube sediado no Luso alega uma verba manifestamente insignificante, atendendo às características singulares das provas.

Os últimos dias do mês de Março têm sido preenchidos com coma troca de comunicados entre as duas partes. A troca de “mimos” não pára de crescer. Ontem mesmo, a Câmara Municipal da Mealhada emitiu um comunicado a insurgir-se contra o Clube LusoClássicos. Hoje foi a vez deste último ripostar.

Quer a Rampa Histórica Luso Bussaco, como o Rally Legends Luso Bussaco, é já uma marca de referência na região centro do país e na região a sul da Bairrada em Particular. Se a restauração da Mealhada tem proveitos com a realização das duas provas, com a legítima procura do leitão assado, também as unidades hoteleiras e afins da vila termal de Luso têm ganhos consideráveis, com a lotação das camas existentes.

Ou seja, esta “guerra” em nada beneficia o concelho. Em ambas as provas, são milhares as pessoas que visitam o concelho, de manhã à noite. Um mar de gente que ajuda consideravelmente a economia local, sendo por isso uma lufada de ar para tonificar a gestão empresarial da Mealhada e Luso. Por isso, não é de bom-tom que haja esta divergência entre a autarquia da Mealhada e o clube de Luso. Conforme já foi referido, quem fica a perder é, com toda a certeza, o concelho.

Para que se perceber o “cruzamento” de repulsa entre as duas partes, publicamos os dois comunicados. O primeiro é o da Câmara Municipal da Mealhada, emitido ontem, seguindo-se o do Clube LusoClássicos.

COMUNICADO DA CÂMARA MUNICIPAL DA MEALHADA

«A Câmara Municipal da Mealhada (CMM) aprovou, por unanimidade, a atribuição de um subsídio de 15 mil euros ao Clube LusoClássicos, do Luso, para a referida entidade realizar, em 2019, a Rampa Histórica Luso Bussaco e o Rally Legends Portugal – Luso Bussaco.

Insatisfeito com a verba – exactamente a mesma que já havia sido atribuída pelo Município em 2018 –, o LusoClássicos informou a CMM que pretendia cancelar a Rampa Histórica e solicitava que os 15 mil euros provenientes da Autarquia fossem integralmente usados na realização do Rally Legends, impondo o dia 31 de Março como data limite para o Município se pronunciar.

No dia 24 de Março (7 dias antes do prazo estabelecido pelo próprio Luso Clássicos), o Clube publicou um comunicado, no facebook, a anunciar o cancelamento da Rampa Histórica Luso Bussaco.

A CMM foi apanhada de surpresa, uma vez que ainda não tinha sido esgotado o prazo estipulado pelos dirigentes do Clube LusoClássicos para o Município tomar uma posição, nomeadamente decidir se iria ou não aumentar o subsídio da Autarquia de forma a viabilizar a Rampa Histórica. Ou seja, o LusoClássicos, por razões que a razão desconhece, desrespeitou a sua própria palavra e deu uma machadada numa prova desportiva sem esperar por uma decisão da Autarquia.

A surpresa foi ainda maior uma vez que o presidente da Câmara ia levar este assunto à discussão da vereação na próxima reunião do Executivo (estava prevista para hoje, mas a reunião foi adiada para 8 de Abril). Ou seja, antes mesmo do assunto ser analisado em nova reunião de Câmara, já o Clube LusoClássicos decidiu cancelar a Rampa Histórica. Estranho! Muito estranho!

A Câmara Municipal da Mealhada lamenta a postura desleal e intelectualmente desonesta de quem estranhamente decidiu, dentro do Clube LusoClássicos, não cumprir com a palavra dada. Dar um prazo até 31 de Março para a Câmara se pronunciar e desrespeitar o prazo dado é o quê? Não será má-fé?

COMUNICADO DO CLUBE LUSOCLÁSSICOS

«A Câmara Municipal da Mealhada (CMM) aprovou, por unanimidade, a atribuição de um subsídio de 15 mil euros ao Clube LusoClássicos, do Luso, para a referida entidade realizar, em 2019, a Rampa Histórica Luso Bussaco e o Rally Legends Portugal – Luso Bussaco.

No seguimento do anterior comunicado remetido pela Câmara Municipal da Mealhada, o Clube LusoClássicos, digna e respeitosamente, assimilou toda a respectiva informação.

Pelo percurso e pela dignidade que o Clube LusoClássicos sempre teve; Por toda a postura social e desportiva que ao longo de 12 anos sempre demonstrou e pela capacidade de diálogo revelada, refere claramente que não se identifica com o último comunicado apresentado pela Câmara Municipal da Mealhada e pelas palavras pouco apropriadas.

Ao longo de toda a sua existência, o Clube LusoClássicos demonstrou sempre, a abertura ao diálogo, a boa-fé nas suas atitudes e uma transparente postura com todos. Tem levado o nome do concelho, do Luso, do desportivismo e da arte de bem receber até locais que muito poucos imaginam, dando já provas que a sua atitude e dedicação é muito superior a tantas outras coisas.

Nos comunicados que apresentou, tentou clarificar todas as questões, descrevendo os temas com a máxima educação, nunca e jamais “impondo” quaisquer respostas ao Município. Simplesmente apresentou uma data para uma melhor organização interna. No tão referido mail de 12 de Março, e após ter demonstrado à Câmara que o valor não seria viável (mesmo assim aprovado pela CMM), o Clube LusoClássicos informou que iria cancelar a Rampa Histórica e solicitou “humildemente” que a verba total fosse canalizada para o Rally Legends, aguardando uma análise e resposta até ao final de Março, relativamente ao Rally Legends… esta sim é a realidade do e-mail e que muito tem sido interpretada de outra forma.

O LusoClássicos nunca teve uma “postura desleal e intelectualmente desonesta” e cumpriu sempre com a sua palavra, dignificando os seus valores, educação e uma simples atitude de saber estar. Julgamos que a ofensa das palavras nunca chegará à nossa forma de estar enquanto Clube, dirigentes, sócios e amantes do Luso e do Concelho.

Mais informamos que nesta mesma data foi remetido um e-mail ao Sr. Presidente da Câmara da Mealhada, Dr. Rui Marqueiro, referindo que o Clube LusoClássicos estará presente na próxima reunião de Câmara, uma vez que é pública, datada para dia 8 de Abril, com o intuito de esclarecer e dialogar, caso assim seja permitido, marcando uma posição como sempre teve de diálogo, educação e boa fé.

Agradecemos a todos a dedicação e amabilidade que têm apresentado e aproveitamos para referir que não entraremos em mais jogos escritos desta natureza, pelos motivos até aqui apresentados».

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação