RallySpirit Altice esta sexta-feira em Barcelos

O “aperitivo” foi servido esta quinta-feira com as verificações técnicas, onde os fãs cumpriram as regras sanitárias impostas pelo protocolo da Direcção-Geral de Saúde e tiveram o primeiro contacto visual com as máquinas.

(auto.look2010@gmail.com)

Lancia Stratos e Opel Manta 400 nas Verificações Técnicas

Mais de 85 lendários automóveis representantes da história dos ralis, com destaque para os famosos ”Grupo B” dos anos 80, iniciam, esta sexta-feira, o RallySpirit Altice. Um emblemático evento que explora o popular conceito dos “Rally-Legends”, muito em voga por toda a Europa e verdadeiramente apreciado pelos aficionados do desporto automóvel.

Reunindo míticas máquinas de outros tempos como o Audi Sport Quattro, MG Metro 6R4, Ford RS200 ou Lancia Stratos, o RallySpirit Altice, prova que integra o calendário internacional do “Slowly Sideways Series”, arranca esta sexta-feira da cidade de Barcelos.

O “aperitivo” foi servido, esta quinta-feira, com as verificações técnicas, onde os fãs, cumprindo as regras sanitárias impostas pelo protocolo da Direcção-Geral de Saúde (DGS), tiveram o primeiro contacto visual com as máquinas, apreciando, ao pormenor, os detalhes que as tornaram tão emblemáticas na história mundial dos ralis.

MG Metro 6 R4 nas Verificações Técnicas

Contudo, é esta sexta-feira que os motores e as emoções vão verdadeiramente aquecer. Logo pela manhã (9h00), o Shakedown servirá para pilotos afinarem as máquinas, no troço-teste da Franqueira, enquanto a cerimónia oficial da partida está marcada para as 13h55, em Barcelos (Avenida da Liberdade).

As 86 equipas presentes, 30 por cento das quais internacionais, iniciam a vertente competitiva do RallySpirit Altice durante a tarde, com a disputa das três primeiras Provas Especiais: Barcelos 1 (15h03), Assunção (16h01) e Coronado (16h34), antes de rumarem à cidade de Vila Nova de Gaia.

O magnífico cenário do Quartel da Serra do Pilar acolherá toda a “família” do RallySpirit Altice, para que as máquinas possam receber a última assistência antes do final da primeira etapa, infelizmente, com o acesso interdito ao público devido às medidas protocolares de segurança sanitária.

Mas seja nas imediações da Serra do Pilar, seja já à chegada ao Porto, (Passeio Alegre – Foz do Douro), onde as máquinas pernoitarão após um dia de altas rotações, não faltarão oportunidades para os espectadores apreciarem a beleza e raridade das máquinas que escreveram a história dos ralis nos últimos 60 anos e agora do RallySpirit Altice.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *