Rally Legends Luso–Bussaco… naturalmente

Duas etapas, sete secções, 154,15 km, dos quais 56,52 disputados ao cronómetro, é o “menu” do Rally Legends Luso – Bussaco que o Clube LusoClássicos e o Clube Automóvel do Centro servem, de sexta-feira a domingo, sob a égide da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

Lista_de_Inscritos_RLLB19 Luso-Bussaco Por detrás de uma grande prova está uma grande história com muita paixão. O Clube LusoClássicos também comunga dessa paixão, desenhando uma prova de enorme grandeza com o intuito de devolver o carisma das especiais do Buçaco aos aficionados dos ralis.

Uma forma de encarnar a democracia do automobilismo, assim como o seu estado de direito e os valores fundamentais de uma região que sempre ombreou com os melhores pilotos do mundo. Verdadeiras lendas que, ainda hoje, são recordadas pela incontestável arte como fixavam o olhar no horizonte e a destreza como colocavam as mãos no volante para dirigirem as máquinas com a perícia exigível.

Foi esta paixão que despoletou o interesse dos entusiastas mentores Diogo Ribeiro, Hugo Oliveira e Tony Luís, responsáveis pelo Clube LusoClássicos, em criar os pilares a fim de colocar o Rally Legends Luso – Bussaco na estrada, embora cientes dos obstáculos mas embalados no seu indeclinável sucesso.

Para trás ficaram três provas de enorme êxito, razão pela qual é reforçada a ideias de que por detrás de uma grande prova está uma grande história com muita paixão. Um gesto descomunal que visou recuperar a alma dos ralis no Buçaco, severamente importante para o progresso comercial, atraindo milhares de pessoas ao coração do concelho. Como forma de investir na valorização da região, o Clube LusoClássicos, em parceria com o Clube Automóvel do Centro e sob a égide da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) concebeu a quarta edição do Rally Legends Luso – Bussaco reflectida nas míticas curvas da Serra do Buçaco.

Mais que um espaço único de uma biodiversidade impressionante e vistas de cortar respiração, a Serra do Buçaco teve o condão de fazer as delícias de pilotos e público em geral por altura da passagem do Rali de Portugal sob a autenticidade do Automóvel Club de Portugal.

Esse tempo é hoje recuperado, com a estrutura organizativa a colocar na estrada cerca de seis dezenas de equipas, as quais também pretendem fazer parte da história do lendário Bussaco. A prova terá lugar entre esta sexta-feira e domingo, com o primeiro dia reservado para as verificações administrativas e técnicas, entre as 14h00 e as 18h00. Depois da entrada das viaturas admitidas em parque fechado, as mesmas fazem-se à estrada para a partida simbólica na Avenida Emídio Navarro, agendada para as 21h30, com um pórtico alusivo ao Rally Legends Luso – Bussaco erguido junto à Taberna do Burriqueiro.

No sábado, as equipas que integram o Rally Legends Luso – Bussaco vão para a estrada para abordar três especiais. Algeriz (8,07 km) abre as “hostilidades, pelas 10h38, com a segunda passagem marcada para as 11h56, com as viaturas a entrarem, posteriormete, em parque fechado na Alameda Bissaya Barreto, junto ao Grande Hotel de Luso.

Para o período da tarde está agendada dupla passagem pela especial de Monte Novo (8,10 km), às 15h33 e 16h41, entrando de novo em parque fechado, mas desta vez na Avenida Emídio Navarro, no Luso.

A partida para a 5.ª Secção da etapa inaugural será dada às 21h30, com pilotos e máquinas a terem pela frente novo desafio, com a realização da dupla passagem pela prova especial nocturna “Alfredo César Torres A” (21h40) e “Alfredo César Torres B” (21h57) a desenvolver ao longo de 2,15 km na vila de Luso, com passagem junto ao Parque de Campismo de Luso.

Depois da paragem em parque fechado, na Alameda Bissaya Barreto, junto ao Grande Hotel de Luso, o dia de domingo, em termos desportivos, começa com a partida, às 10h30, a fim de ser efectuado a famigerada especial do Bussaco (9,94 km), com dupla passagem às 11h08 e 12h16. A partir daqui, as viaturas dirigem-se para o parque fechado, junto ao Palace Hotel do Bussaco, com a primeira viatura a entrar às 12h51.

Às 16h00, as equipas vão ser alvo da consagração, na Avenida Emídio Navarro, no Luso, com a tradicional cerimónia da entrega de prémios. Mais do que uma prova… uma paixão.

 

ACESSO ÀS ZONAS ESPECTÁCULO

ALGERIZ – PEC1 E PEC2 (10h38/11h56)

Z1 (40°23’39.2″N 8°21’29.8″W)

Na estrada EN234 na povoação de Moura, cortar no cruzamento entre o chafariz e o lavadouro. Siga a estrada principal para a povoação do Meligioso. No cruzamento principal vire à esquerda no sentido da placa “Luso”. Siga a estrada principal cerca de 1,5km até ao cruzamento. No cruzamento siga em frente até à Z1.

Z2 (40°23’25.0″N 8°21’28.8″W)

Na estrada EN234 na povoação de Moura, cortar no cruzamento entre o chafariz e o lavadouro. Siga a estrada principal para a povoação do Meligioso. No cruzamento principal vire à esquerda no sentido da placa “Luso”. Siga a estrada principal cerca de 1,5km até ao cruzamento. No cruzamento vire à esquerda até à Z2.

Z3 (40°23’11.1″N 8°21’38.3″W)

Z4 (40°23’05.3″N 8°21’34.6″W)

Na estrada EN234 ao km 39, cortar no cruzamento para a povoação do Monte Novo. Siga a estrada até à Z4. A Z3 fica a cerca de 200m percorrendo a pé.

MONTE NOVO – PEC3 E PEC4 (15h33/16h41)

Z1 (40°23’07.0″N 8°20’10.4″W)

Na estrada EN234 ao km 43,5, cortar no cruzamento para Trezói e Meligioso. Siga a estrada cerca de 800m até à prova especial.

Z2 (40°23’11.9″N 8°20’48.8″W)

Z3 (40°23’15.8″N 8°20’55.3″W

Na estrada EN234 na povoação de Moura, cortar no cruzamento entre o chafariz e o lavadouro. Siga a estrada principal para a povoação do Meligioso até à Z2. Para a Z3 suba a pé cerca de 100m.

Z4 (40°23’36.8″N 8°21’16.2″W)

Z5 (40°23’25.0″N 8°21’29.1″W)

Do Luso siga para a povoação de Vila Nova de Monsarros e de seguida para a povoação de Algeriz. A partir da povoação de Algeriz, suba a estrada EN336 em direcção ao Luso. Na povoação de Salgueiral, cortar à esquerda para a estrada CM1551 e siga até à Z4. Na povoação de Salgueiral, siga a estrada principal até à Z5.

Z6 (40°23’11.1″N 8°21’38.3″W)

Z7 (40°23’05.3″N 8°21’34.6″W)

Na estrada EN234 ao km 39, cortar no cruzamento para a povoação do Monte Novo. Siga a estrada até à Z7. A Z6 fica a cerca de 200m percorrendo a pé.

ALFREDO CÉSAR TORRES – PEC5 E PEC6 (21h40/21h57)

Z1 (40°23’07.8″N 8°23’22.2″W)

Na estrada EN234 no sentido Mortágua, antes das bombas de gasolina, cortar no cruzamento à direita, em direcção ao Pavilhão Municipal Gimnodesportivo do Luso. Cortar na primeira cortada à direita com uma descida íngreme até à Z1.

Z2 (40°22’55.5″N 8°23’07.6″W)

A zona Z2 situa-se junto do parque de campismo de Luso. O acesso deve-se efectuar antes do troço ser fechado ao trânsito automóvel.

Z3 (40°22’49.7″N 8°22’50.4″W)

O acesso deve ser efectuado pela estrada da Pampilhosa em direcção ao Luso. Localidades de acesso: Pego e Lameira de Santa Eufémia.

Z4 (40°22’56.7″N 8°22’43.0″W)

Na estrada EN234 no sentido Mortágua, antes das bombas de gasolina, cortar no cruzamento à direita, em direcção ao Pavilhão Municipal Gimnodesportivo do Luso. Na rotunda siga na primeira saída. No Largo Poeta Cavador, mantenha-se à sua direita e siga até à Z4.

Z5 (40°22’59.1″N 8°22’41.0″W)

A partir da Avenida Emídio Navarro no Luso, siga a pé pelas Termas de Luso e pela Rua Dona Marinha Moura Pimenta até à Z5.

Z6 (40°22’58.9″N 8°22’38.6″W)

A partir da Avenida Emídio Navarro no Luso, siga até à Z6 junto ao Hotel Alegre.

Z7 (40°22’55.9″N 8°22’33.7″W)

A partir da Avenida Emídio Navarro no Luso, suba em direcção ao antigo cinema continue pela direita e siga até à Z7.

BUSSACO – PEC7 E PEC8 (11h08/12h16)

Z1 (40°21’45.1″N 8°19’42.1″W)

Na estrada EN234, próximo da povoação de Moura, cortar no cruzamento para Cerdeirinha, Amial. Siga a estrada CM1258, cerca de 1,9km até à prova especial.

Z2 (40°21’28.2″N 8°19’08.0″W)

Na estrada EN234, cortar no cruzamento para a povoação do Vale de Ovelha e Vale de Linhaça. Siga a estrada CM1552. Após 2,4km siga pela direita para Vale de Linhaça. Na povoação Vale de Linhaça desça sempre pela direita até ao cruzamento com a CM1557, no fundo do vale e vire à esquerda. Cerca de 150m depois vire à direita para um caminho de terra em direcção à povoação do Ameal. A Z2 é a seguir à povoação.

Z3 (40°20’56.7″N 8°19’07.8″W)

A partir da povoação do Lourinhal desloque-se em direcção a Santo António do Cântaro cerca de 1km até à prova especial.

Z4 (40°20’45.9″N 8°19’50.9″W)

Na estrada EN234, na povoação de Moura, corte ao km 41,5 na placa do Moínho de Moura, na bifurcação vire á direita a subir em direcção à povoação do Cerquedo. Na primeira bifurcação siga pela direita, na segunda bifurcação siga pela esquerda até ao centro da povoação de Cerquedo. No centro da povoação, corte à esquerda seguindo a placa para a povoação de Pendurada. Passe a povoação de Pendurada, mantendo-se sempre pela direita até à Z4.

Z5 (40°20’22.1″N 8°19’51.6″W)

A partir da povoação da Espinheira, no cruzamento siga em direcção à povoação de Carvalho. Siga durante 2,3km até ao cruzamento dos 5 Caminhos. Siga a estrada onde se encontra a placa Freguesia de Carvalho até à prova especial a cerca de 4,3km.

Z6 (40°21’29.0″N 8°20’38.7″W)

Na estrada EN234, na povoação de Moura, corte ao km 41,5 na placa do Moínho de Moura, na bifurcação vire á direita a subir em direcção à povoação do Cerquedo. Na primeira bifurcação siga pela direita, na segunda bifurcação siga pela esquerda e corte à direita na subida até à prova especial.

Z7 (40°21’43.6″N 8°20’50.3″W)

Na estrada EN234, na povoação de Moura, corte ao km 41,5 na placa do Moínho de Moura, na bifurcação vire á direita a subir em direcção à povoação do Cerquedo. Encontra duas bifurcações mantendo-se sempre à sua direita até prova especial.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação