Rally de Portugal “acelera” esta 3.ª feira em Coimbra

À semelhança do ano passado, o Vodafone Rally de Portugal, 54.ª edição e quinta etapa do Campeonato do Mundo de Ralis (WRC), na estrada entre 21 a 24 de Maio, volta a ter honras de apresentação esta terça-feira, em Coimbra.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt) – Fotos: PAULO MARIA / ACP

Carlos Barbosa

Está agendada para esta terça-feira, dia 4 de Fevereiro, a dupla apresentação do Vodafone Rally de Portugal, desta vez no Salão Nobre dos Paços do Município de Coimbra, a partir das 11h00. Para dar a conhecer a etapa portuguesa do WRC de 21 e 24 de Maio, deslocam-se a Coimbra a “armada” do Pior Velho, nomeadamente Carlos Barbosa, presidente do Automóvel Club de Portugal (ACP), Horácio Rodrigues (director e prova), Mário Martins da Silva (presidente do ACP Motorsport) e João Jordão (secretário-geral do ACP Motorsport).

Na qualidade de anfitrião, Manuel Machado, presidente da Câmara Municipal de Coimbra terá a ser lado Carlos Cidade (vice-presidente), Pedro Machado (presidente do Turismo Centro de Portugal) e os edil José Júlio Norte (Mortágua), Luís Antunes (Lousã), Maria de Lurdes Castanheira (Góis) e Luís Paulo Costa (Arganil), os quais terão a oportunidade de destacar a importância da prova para a região Centro.

Horácio Rodrigues

A prova deste ano promete muitas emoções ao longo do itinerário da prova que envolve 14 municípios. Desde logo por ter um percurso mais longo, mais quilómetros em disputa, com mais especiais de classificação, Mortágua, Felgueiras e o regresso da “Porto Street Stage”.

Um programa intenso com a partida oficial a ser dada em Coimbra, à semelhança do ano passado, junto à Porta Férrea da Universidade.

A base operacional da prova mantém-se na Exponor, em Matosinhos, com as verificações administrativas e técnicas, o parque de assistência e a maior parte das partidas e chegadas da 5.ª jornada do WRC. Com entrada gratuita, é o local ideal para os adeptos contactarem com os pilotos e as equipas e verem de perto as máquinas do WRC.

O programa do Vodafone Rally de Portugal tem um percurso de 1.582,25 km, dos quais 330,98 km disputados ao cronómetro ao longo de 22 Especiais de Classificação, mais quatro que na edição anterior.

Pedro Machado

PARTIDA NOCTURNA EM COIMBRA

No primeiro dia, 21 de Maio (quinta-feira), realiza-se o último teste para os pilotos e os carros no Shakedown, em Paredes. É também aí que os adeptos podem ver, pela primeira vez em acção, todas as máquinas e os pilotos, que participam na prova.

À noite terá lugar a cerimónia oficial de partida da prova em Coimbra, junto à Porta Férrea da Universidade. Antes, tem lugar a sessão de autógrafos dos principais pilotos e a fotografia oficial do WRC Vodafone Rally de Portugal.

José Júlio Norte

NOVO TROÇO DE MORTÁGUA

EM DIA DE INTENSA COMPETIÇÃO

No segundo dia, 22 e Maio (sexta-feira), as viaturas partem para uma “Tyre Fitting Zone” ainda em Coimbra e seguem para uma dupla passagem nos troços de Lousã, Góis – este último com um novo local de partida – e Arganil – com cerca de 5 km novos. Aqui, contando com um reagrupamento entre as duas passagens.

Mortágua, uma novidade no traçado deste ano, encerra a passagem do rali no Centro. O final do dia acontece já no Norte com a única Super Especial do rali, no Eurocircuito de Lousada.

Luís Antunes

No terceiro dia, 23 de Maio (sábado), o Vodafone Rally de Portugal percorre os troços de Vieira do Minho, Cabeceiras de Basto e Amarante, este ano com um novo local de início e menos 7 km, mas continua a ser a classificativa mais longa e certamente uma das mais exigentes do rali.

O dia termina com o regresso da “Porto Street Stage”, uma dupla classificativa urbana que volta a ser disputada na zona da Avenida dos Aliados, junto à Câmara Municipal.

 

 

FELGUEIRAS REGRESSA NO ÚLTIMO DIA

A 24 de Maio (domingo), o último dia de competição corresponde a uma etapa curta, mas de grande importância e com algumas novidades. O Vodafone Rally de Portugal conta com seis troços, sendo novidade a introdução do troço de Felgueiras, com uma dupla passagem da caravana do mundial de ralis, a par dos troços de Montim e Fafe. A segunda passagem por Fafe volta a ser disputada em formato “Power-Stage” e tem o aliciante da atribuição de bonificações pontuais aos pilotos melhor classificados.

Carlos Cidade

A consagração dos pilotos e equipas está marcada para a Marginal de Matosinhos, junto ao mar, onde são esperados milhares de fãs do WRC Vodafone Rally de Portugal para a festa final da cerimónia de pódio.

O Vodafone Rally de Portugal tem o patrocínio da Vodafone, BP, Hertz, Skoda e KontraProduções, e o apoio das autarquias de Amarante, Arganil, Cabeceiras de Basto, Coimbra, Fafe, Felgueiras, Góis, Lousã, Lousada, Matosinhos, Mortágua, Paredes, Porto, Vieira do Minho, e do Turismo do Porto e Norte e do Turismo do Centro.

 

Luís Paulo Costa

WRC 2020 RENOVADO

O Vodafone Rally de Portugal 2020 é, certamente, o palco perfeito para receber o Mundial de Ralis, num ano que se adivinha muito competitivo, por força de muitas mudanças nas equipas e pilotos, onde se destaca a passagem do actual campeão do Mundo Ott Tänak para a Hyundai Motorsport e do seis vezes campeão do Mundo de Ralis, Sebastien Ogier, para a Toyota Gazoo Racing.

É importante destacar que o Vodafone Rally de Portugal pontua em termos internacionais para o Campeonato do Mundo de Ralis com os carros Rally1 (ex-WRC) e para o campeonato WRC 2 com os carros Rally2 (ex-R5).

Manuel Machado e Maria de Lurdes Castanheira

A etapa Portuguesa do Mundial de Ralis integra-se no calendário do Campeonato de Portugal de Ralis, sendo uma excelente oportunidade para os melhores pilotos portugueses poderem concorrer e mostrar-se perante os melhores pilotos internacionais.

De realçar ainda a presença da Peugeot Rally Cup Ibérica, sendo a prova portuguesa a primeira do calendário desta competição, agora disputada com o novo Peugeot 208 Rally 4.

 

 

VODAFONE RALLY DE PORTUGAL É EXEMPLO NA SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL

Através do seu programa de acreditação ambiental, a FIA tem como objetivo reduzir o impacto das provas do mundial de ralis, sendo a sustentabilidade ambiental do rally umas das principais prioridades para o ACP. Em estreita colaboração com a Agência Portuguesa do Ambiente, a FIA, através do programa Action for Environment, e as Câmaras Municipais, a organização continuará o seu trabalho para manter a Acreditação Ambiental FIA, “Achievement of Excellence”.

Também o Comité Olímpico Internacional elegeu recentemente o WRC Vodafone Rally de Portugal como o primeiro caso de sucesso do desporto motorizado para a sustentabilidade ambiental.

IMPACTO ECONÓMICO RECORDE NO RALLY DE PORTUGAL 2019

A edição de 2019 do Vodafone Rally de Portugal gerou 141,2 milhões de euros na economia nacional, mais 2,9 milhões que a edição anterior, registando um novo recorde no impacto que o evento provoca anualmente no país.

e acordo com o Estudo do Impacto do Vodafone Rally de Portugal na Economia e Turismo, mais de metade do retorno verificou-se em despesa directa assegurada por adeptos e equipas nas regiões do Norte e Centro onde decorreu a prova do Automóvel Club de Portugal: 73,42 milhões de euros.

Face ao volume e tipologia de gastos dos adeptos, com destaque para os sectores da alimentação e bebidas, transportes internos e alojamento, é possível estimar que residentes e turistas com despesas afectas ao Vodafone Rally de Portugal 2019 proporcionaram ao Estado uma receita fiscal bruta superior a 21,6 milhões de euros (IVA e ISP), representando 29,5% de impostos face à despesa directa total.

De acordo com o estudo anual do impacto do Vodafone Rally de Portugal na economia, efectuado pelo Centro Internacional de Investigação em Território e Turismo da Universidade do Algarve, registou-se cerca de um milhão de assistências. Entre 15 diferentes origens identificadas no estudo, 41,1% são estrangeiros e 58,9% nacionais, gerando um importante fluxo turístico com índices de satisfação elevados a que se soma o facto de, independentemente da sua origem, expressarem intenção de regresso às regiões cobertas pelo Vodafone Rally de Portugal nos próximos três anos: 90,9% no Verão e 72,2% no Inverno.

Já o retorno económico da prova através dos Media – impacto indirecto – segundo o critério de valor monetário das notícias (AEV) proveniente da exposição nacional e internacional, projecta que o Vodafone Rally de Portugal 2019 gerou 67,7 milhões de euros. Esta valorização resulta da exposição da imagem do evento e das regiões norte e centro nos vários canais internacionais, com destaque para a exposição televisiva em mercados como França, Finlândia, Bélgica, Espanha, Japão, Polónia, Suécia, Alemanha, República Checa e Bulgária.

PROGRAMA DO VODAFONE RALLY DE PORTUGAL 2020

SEGUNDA-FEIRA (17 DE FEVEREIRO 2020)

Publicação do Regulamento Particular

Abertura das Inscrições

SEXTA-FEIRA (17 DE ABRIL 2020

Encerramento das Inscrições

TERÇA-FEIRA (19 DE MAIO 2020)

Reconhecimentos (Dia 1)            08h00/18h30

Abertura do Gabinete de Imprensa       (14h00/19h00)

Abertura do Centro de Acreditação       (14h00/19h00)

QUARTA-FEIRA (20 DE MAIO 2020)

Reconhecimentos (Dia 2)            07h30/17h00

Abertura do Gabinete de Imprensa       (08h00/20h00)

Abertura do Centro de Acreditação       (08h00/20h00

QUINTA-FEIRA (21 DE MAIO 2020)

Abertura do Gabinete de Imprensa       08h00/22h00

Abertura do Centro de Acreditação       08h00/20h00

Shakedown – Paredes (4,60 km)             09h00/15h00

Conferência de Imprensa de Pré-Evento (Exponor)       13h00

Sessão de Autógrafos – Coimbra             18h45/19h15

Coimbra – Cerimónia de Partida              20h30

SEXTA-FEIRA (22 DE MAIO 2020)

Coimbra – Partida           06h50

Abertura do Gabinete de Imprensa       07h30/23h00

Abertura do Centro de Acreditação       08h00/13h00

Lousã (12,35 km) – SS1 e SS4     08h08/12h31

Góis (19,46 km) – SS2 e SS5        09h08/13h31

Arganil (18,77 km) – SS3 e SS6  10h08/14h31

Mortágua (18,24 km) – SS7         15h58

Lousada (3,36 km) – SSS8            19h03

SÁBADO (23 DE MAIO 2020)

Abertura do Gabinete de Imprensa       07h00/22h00

Vieira do Minho (20,53 km) – SS9 e SS12             (08h08/15h03)

Cabeceiras de Basto (22,22 km) – SS10 e SS13   09h08/16h03

Amarante (30,36 km) – SS11 e SS14        10h28/17h23

Porto Street Stage (1,95 km) – SS15 e SS16         19h03/19h28

DOMINGO (24 DE MAIO 2020)

Abertura do Gabinete de Imprensa       07h00/22h00

Felgueiras (9,16 km) – SS17 e SS20         07h08/09h53

Montim (8,71 km) – SS18 e SS21              08h03/10h48

Fafe (11,18 km) – SS19 e SS22 Power Stage        08h58/12h18

Marginal de Matosinhos – Cerimónia Pódio       15h45

Conferência de Imprensa Final 16h30

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: