Rali de Mortágua vai atribuir o título nacional

Organizada pelo Clube Automóvel do Centro e apoia pelo Município de Mortágua, a competição promete muita competitividade de princípio a fim, com a missão de atribuir o título de campeão nacional de ralis de 2021.

(auto.look2010@gmail.com)

Ricardo Pardal, presidente do Município, durante a apresentação do Rali de Mortágua

A conferência de imprensa de lançamento da edição 2021 do Rali d Mortágua, que decorreu no Salão Nobre da Câmara Municipal de Mortágua, marcou o primeiro acto público de Ricardo Pardal, como presidente da autarquia.

Coube ao novo edil mortaguense fazer as honras da apresentação, mostrando-se convicto de manter a prova no seu território, até porque a «continuidade da prova nunca esteve colocada em causa, porque já faz parte do calendário desportivo da autarquia, iniciativa que traz muita gente ao nosso concelho».

As míticas especiais de Mortágua recebem as principais figuras dos ralis de índole nacional nos dias 5 e 6 de Novembro, competição que tem um forte motivo de interesse para visitar o território mortaguense a fim de acompanhar a par e passo as emoções até descortinar o novo campeão da modalidade.

Será, com toda a certeza, uma manifestação desportiva com muito que, mais uma vez, a dará corpo a uma festa incansável com a floresta mortaguense como pano de fundo. Luís Santos, director de prova, explicou pormenorizadamente, referindo que «este grande evento vai agradar a gregos e troianos no contexto competitivo, além de aumentar a procura turística e favorece a criação e consolidação de uma imagem favorável ao Rali de Mortágua».

O algarvio Ricardo Teodósio, navegado por José Teixeira, conduziu o Skoda Fábia R5 ao trunfo no Rali Vidreiro – Centro de Portugal, sétima e penúltima prova do Campeonato Portugal de Ralis, impedindo Armindo Araújo e Luís Ramalho, em viatura idêntica, de se sagrar antecipadamente campeão nacional pela oitava vez.

Perante este cenário, Armindo Araújo e Ricardo Teodósio têm nas suas mãos o volante para festejar o tão ambicionado título em Mortágua, derradeira prova do Campeonato Portugal de Ralis. Pontuável para o Campeonato Portugal de Ralis, Campeonato Portugal Júnior de Ralis, Taça de Portugal de Ralis RC2N, Campeonato Centro de Ralis e Desafio Kumho Centro, a prova organizada pelo Clube Automóvel do Centro é composta por quatro provas especiais de classificação, em pisos de terra, a desenvolver por duas vezes.

O “Shakedown”, terá lugar na tarde de sexta-feira (dia 5 de Novembro), às 14h00, da zona da Gândara. Já no que diz respeito à prova propriamente dita, a disputar no dia seguinte e com partida (9h00) e chegada (16h25) junto da Câmara Municipal de Mortágua, as equipas enfrentam Moitinhal – C. Calvos (7,99 km), às 9h50 e 13h40; Santuário – Palheiros (12,93 km) às 10h10 e 14h00; Laceiras – Tojeira (13,25 km) às 10h48 e 14h38; Felgueira (18,00 km), às 11h25 e 15h15.

Refira-se, por outro lado, que o Rali de Mortágua não esquece o passado e conserva a memória de Claudino Romeiro e José Regêncio, entregado um troféu com os seus nomes ao vencedor absoluto da prova. Trata-se de um acontecimento que homenageia duas grandes figuras que muito deram ao Clube Automóvel do Centro e que muito diz no seio dos desportos motorizados e dos ralis em particular em Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *