Raid do Bucho com aventura e sabores

Provas de sabores tradicionais, provas do todo terreno desafiantes. O Raid do Bucho e Outros Sabores, organizado pelo Clube Escape Livre, conquistou novos fãs para uma região cheia de potencialidades, gastronomia, paisagem e tradições. Balanço traduz-se em sucesso.

(auto.look2010@gmail.com)

Há dez anos que o Clube Escape Livre organiza o Raid do Bucho e Outros Sabores, com uma receita que acabou por conquistar já centenas de participantes: trata-se de um passeio pelo distrito da Guarda, recheado de momentos para apreciar a gastronomia mais tradicional, terminando sempre com o bucho, e ao qual se juntam visitas ao património histórico, tradicional e a espaços museológicos.

Tudo, percorrendo sempre novos e variados trilhos e paisagens, das linhas de água aos corta fogos. É também um passeio caracterizado pelo ambiente descontraído e animado entre os participantes. Este ano contou ainda com um clima convidativo à natureza.

Na edição comemorativa dos dez anos, que teve como centro de operações o Hotel Vanguarda, o azeite do Vale da Teixeira foi o tema de destaque da tarde de sexta-feira, com uma ida ao Lagar da Ramela, onde além da visita, a caravana foi recebida com uma degustação de produtos e sabores de luxo, feitos à base do ouro líquido. António Neto explicou um pouco do Projecto Sabores e Tradições do Vale da Teixeira, com a temática do azeite.

No sábado de manhã, as 46 viaturas partiram da cidade mais alta pelos trilhos que acompanham a A25, rumo à Aldeia Histórica de Castelo Mendo, que visitaram e onde foram recebidos com um magnífico pequeno-almoço, seguindo para a aldeia de Castelo Bom.

O almoço convívio foi acompanhado da eleição do Melhor Bucho Raiano e decorreu na Quinta do Prado Verde, em Vilar Formoso. O júri entendeu que o bucho do produtor Augusto Teixeira, da Castanheira, foi o melhor entre os sete a concurso. O regresso pelas aldeias, estradões e campos rurais junto à fronteira conduziu a Almeida, onde o GRHMA – Grupo de Reconstituição Histórica do Município de Almeida, realizou várias manobras militares seguidas de um piquenique. O dia terminou com o jantar no Hotel Vanguarda, recheado em ofertas SPAL e outras lembranças.

A manhã de domingo foi forte em desafios fora de estrada por território guardense e passagem em algumas aldeias, uma delas o Marmeleiro, onde a caravana foi surpreendida com a oferta do tradicional pão com marmelada. Percorreram-se as paisagens que acompanham o rio Côa e, ao final da manhã, cumpriu-se a tradição de rumar à Freineda.

Na aldeia, os habituais disparos de pólvora do GRHMA complementaram a homenagem ao duque de Wellington e a ordem unida, antes da ida até ao recinto da tradicional Festa do Bucho. O almoço estabeleceu um novo record e pela primeira vez juntou à mesa mais de 600 pessoas.

Para Miguel Simões, presidente da Junta de Freguesia de Freineda, «esta décima edição é um marco importante e representativo do sucesso desta festa e do passeio que o Clube Escape Livre aceitou fazer connosco, trazendo participantes de norte a sul do país que encontram aqui o melhor das nossas tradições».

Já Luís Celínio, presidente do Clube Escape Livre, destaca «a parceria com a Junta de Freguesia e os resultados obtidos que em dez anos multiplicaram várias vezes o número de interessados em vir à Freineda».

O 10.º Raid do Bucho e Outros Sabores teve como viatura oficial um Dacia Duster 4×4 e contou com o patrocínio da Valorpneu, AFN, Bridgestone, First Stop, SPAL, Intermarché Guarda e Roamer. O apoio institucional foi da Freguesia de Freineda, Município da Guarda, Turismo do Centro de Portugal e GRHMA. Contou ainda com o apoio à divulgação da RFM, AutoMag, Localvisão Guarda, Razão Automóvel, TT Verde, Diário de Coimbra, Jornal A Guarda, Loba, e Teatro Municipal da Guarda.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação