Quem será o senhor que se segue…

Uma semana depois, o traçado de Misano, em Itália, volta receber este fim-de-semana mais uma prova de MotoGP com a nata as duas rodas de velocidade a esgrimir argumentos para o GP da Riviera de Rimini.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

As primeiras vitórias do português Miguel Oliveira (KTM), na segunda corrida no Red Bull Ring, e do italiano Franco Morbidelli (Yamaha), na primeira efectuada no traçado de Misano, que antecederam a corrida deste domingo, no mesmo local, abrem a curiosidade de se saber se mais algum piloto faz a estreia na lista de vencedores da categoria rainha do motociclismo mundial.

Décimo primeiro na corrida do passado domingo, Miguel Oliveira cumpriu duas sessões de testes no traçado italiano, mas não foi além do 13.º tempo no conjunto das duas sessões, rodando sempre em temos superiores aos efectuados na corrida anterior, com o piloto a reconhecer que «nenhuma alteração teve grande resultado, mas confirmámos algumas coisas para sabermos o caminho a seguir, conscientes que temos de melhorar os nossos resultados, o que espero que suceda no domingo»

Na categoria rainha, a corrida de domingo permitiu ao italiano Andrea Dovizioso (Ducati) ascender ao comando do campeonato, beneficiando da queda do francês Fábio Quartararo (Yamaha), que ocupava essa posição, depois de ter ganho as duas primeiras corridas, ambas realizadas no traçado de Jerez de la Frontera, estando agora a seis pontos do italiano, enquanto Miguel Oliveira (10.º) dista 10 pontos do quinto lugar, ocupado pelo espanhol Maverick Viñales (Honda).

Em Moto2, o duelo está a ser travado entre os italianos Luca Marini (Kalex) e Enea Bastianini (Kalex), separados por 17 pontos e que somam quatro vitórias (duas cada um) nas sete corridas efectuadas, com outro italiano, Marco Bezzecchi (Kalex) a completar um pódio transalpino.

Ao cair, no passado domingo, o espanhol Albert Arenas (KTM), vencedor de três das sete corridas efectuadas, sendo o único piloto com mais de um triunfo, viu os seus 25 pontos de vantagem sobre o japonês Ai Ogura (Honda), reduzirem-se a cinco, depois do piloto da Honda ter sido segundo na corrida anterior, tal como esta, corrida no traçado de Misano, e com o inglês John McPhee (Honda), vencedor no domingo a ficar a 14 pontos do comando, pelo que a corrida promete, como sempre, ser emocionante.

 

CLASSIFICAÇÕES DOS “MUNDIAIS”

PILOTOS

MotoGP – 1.º, Andrea Dovisioso, 76 pontos; 2.º, Fábio Quartararo, 70; 3.º, Jack Miller, 64; 4.º, Joan Mir, 60; 5.º, Maverick Viñales, 58; 6.º, Valentino Rossi, 58; 7.º, Franco Morbidelli, 57; 8.º, Brad Binder, 53; 9.º, Takaaki Nakagami, 53; 10.º, Miguel Oliveira, 48. Estão classificados mais 12 pilotos

Moto2 – 1.º, Luca Marini, 112 pontos; 2.º, Enea Bastianini, 95; 3.º, Mauro Bezzecchi, 85; 4.º, Jorge Martin, 79; 5.º, Tetsuta Nagashima, 68; 6.º, Sam Lowes, 67; 7.º, Xavi Vierge, 59; 8.º, Aron Canet, 50; 9.º, Joe Roberts, 45; 10.º, Thomas Luthi, 45. Estão classificados mais 17 pilotos

Moto3 – 1.º, Albert Arenas, 106 pontos; 2.º, Ai Ogura, 101; 3.º, John McPhee, 92; 4.º, Tatsuki Suzuki, 75; 5.º, Tony Arbolino, 70; 6.º, Celestino Vietti, 66; 7.º, Gabriel Rodrigo, 59; 8.º, Raul Fernandez, 51; 9.º, Jaume Masia, 50; 10.º, Dennis Foggia, 44. Estão classificados mais 15 pilotos

MARCAS

Moto GP – 1.º Yamaha, 113 pontos; 2.º, Ducati, 107; 3.º, KTM, 88; 4.º, Suzuki, 73; 5.º, Honda, 53; 6.º, Aprilia, 23

Moto2 – 1.º Kalex, 175 pontos; 2.º, Speed Up, 57; 3.º, MV Agusta, 17; 4.º, NTS, 9

Moto3 – 1.º, Honda, 155 pontos; 2.º, KTM, 142; 3.º, Husqvarna, 25

EQUIPAS

MotoGP – 1.º Petronas Yamaha SRT, 127 pontos; 2.º, Monster Energy Yamaha MotoGP, 116; 3.º, Ducati Team, 101; 4.º, Team Suzuki Ecstar, 100; 5.º, Pramac Racing, 97; 6.º, Red Bull KTM Factory Racing, 94; 7.º, Red Bull KTM Tech3, 63; 8.º LCR Honda, 60;

9.º, Esponsorama Racing, 38; 10.º, Aprilia Racing Team Gresini, 26; 11.º, Repsol Honda Team, 15

Moto2 – 1.º, Sky Racing Team VR46, 197 pontos; 2.º, Red Bull KTM Ajo, 147; 3.º, EG 0,0 Marc VDS, 103; 4.º, Italtrans Racing Team, 98; 5.º Liqui Moly Intact GP, 82; 6.º, Petronas Sprinta Racing, 71; 7.º, Open Aspar Team Moto2, 67; 8.º, Flexbox HP 40, 51; 9.º, Tennor American Racing, 50; 10.º, Onexox TKKR SAG Team, 41; 11.º, +Ego Speed Up, 31; 12.º, MV Agusta Forword Racing, 18; 13.º, Federal Oil Gresini Moto2, 12; 14.º, NTS RW Racing GP, 9; 15.º, Idemitsu Honda Team Asia, 3.

Moto3 – 1.º, Pull & Bear Aspar Team Moto3, 128 pontos; 2.º, Kommerling Gresini Moto3, 102; 3.º, SIC58 Squadra Corse, 101; 4.º, Honda Team Ásia, 101; 5.º, Leopard Racing, 94; 6.º, Sky Racing Team VR46, 94; 7.º, Petronas Sprinta Racing, 92; 8.º, Rivacold Snipers Team, 82; 9.º, Red Bull KTM Ajo, 63; 10.º, CIP Green Power, 37; 11.º, Estrella Galicia 0,0, 31; 12.º, Sterilgarda Max Racing Team, 27; 12.º, Red Bull KTM Tech 3, 21; 14.º Reale Avintia Moto3, 4; 15.º, Boe Skull Rider Facile Energy, 3.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: