Qualificação apoteótica do Group 1 Portugal

Group 1 Portugal inserido numa grelha internacional, fez a sua qualificação, com a dupla Dias Pedro/Ricardo Pereira em Ford Escort RS 2000 a garantirem a melhor posição na grelha entre os portugueses e Paulo Vieira, também em Ford Escort RS 2000, a ser o segundo melhor. André Castro Pinheiro em Jaguar XJS v12 fecha o top três dos melhores portugueses.

(auto.look2010@gmail.com)

O sol brilhou no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, para a única sessão de qualificação que o Group1 Portugal tem para realizar no Algarve Classic Festival, por estar inserido numa grelha com as competições inglesas U2TC e HTCC, que vai resultar no número de corridas habitual no fim-de-semana (duas), mas com maior duração (40 minutos) e com paragens obrigatórias (que podem incluir troca, ou não, de piloto).

Isso vai requerer alguma habituação por parte dos pilotos nacionais do Group1, mas nada que impedisse a dupla Dias Pedro/Ricardo Pereira no veloz Ford Escort RS 2000 de garantir o melhor lugar entre os portugueses e, por assim dizer, a “pole position” do Group1 Portugal. O segundo melhor português é outro Ford Escort RS 2000, de Paulo Vieira e no terceiro lugar dos pilotos nacionais está André Castro Pinheiro, com o seu potente Jaguar XJS V12, que é também o primeiro da categoria H81-Max.

Atrás do modelo inglês está a dupla Diogo Lopes/Martins, com um Ford Escort RS 2000, que ocupa o quarto lugar dos portugueses e o terceiro da categoria H81-2000.

Com um excelente andamento está a dupla familiar mãe e filho Madalena Gaspar/Fernando Mayer Gaspar, que são os quintos entre os portugueses e os primeiros da categoria H81-1600 com o seu competitivo VW Golf GTi. Segue-se outro VW Golf GTi, com Cerveira Pinto/Pedro Liberal aos comandos, que são segundos na categoria H81-1600, mas que terão alguns carros na grelha a separá-los dos seus rivais.

Sétimos entre os portugueses e terceiros da categoria H81-1600 estão os irmãos Matos, noutro Golf GTi. Nunes e Dal Maso em Porsche 924 Turbo ocupam a oitava posição e são os segundos da H81-Max e atrás deles sai outro Porsche 924 com Hugo Nazário ao volante.

Os irmãos Fresco são fecham o top tem dos portugueses e ocupam a terceira posição da H81-Max. Moura e Black chegam como convidados num Golf GTi e saem na 11ª posição, com o surpreendente Peugeot 104 ZS atrás de si, que é o único representante da categoria 1052 mas conseguiu realizar um melhor tempo que o Porsche 924 de Rui Carvalho.

Na Production Cup, as lutas entre os Datsun 1200 continuam ao rubro e depois das vitórias no Estoril, Francisco Freitas vem embalado e impôs o seu bem cuidado Datsun 1200 na qualificação, deixando Tomás Pinto Abreu na segunda posição desta categoria. Santa-Bárbara é o terceiro dos cinco magníficos que se deslocaram ao Algarve para representar a Production Cup, sendo sucedido pela dupla Reis/Costa e Mourato Gordo/Rodrigues.

No Troféu Mini o líder da competição Guilherme dal Maso foi o mais inspirado com o solarengo dia Algarvio e arranca na “Pole Position” da luta Mini. A dupla Rego/Leal esta no segundo posto e a parelha Cavaleiro e Silva/Sales foram os terceiros mais rápidos, com o estreante e com margem para progredir Guilherme Afonso logo atrás de si.

O responsável pela organização, Diogo Ferrão, afirma que «é fantástico ver os nossos Group1 a baterem-se de igual para igual com as competições inglesas, principalmente os Group 1 Ingleses, porque como se sabe, no Reino Unido a competição dos clássicos é vivida e levada muito a sério». «Espero que desfrutem nestas duas corridas de fim-de-semana que têm um formato de endurance que proporciona mais tempo de pista a todos que vai colocar em evidência excelente preparação dos nossos carros e dos nossos pilotos», sustentou.

O Group1 Portugal entra em acção nesta manhã de sábado (11h20) e no domingo (9h30), prometendo muita acção em pista.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação