PTRX 2019 ostenta aperfeiçoamento e emoção

O Espaço Mais Grijó foi o local onde aconteceu a apresentação da época de Ralicross, Kartcross e Super Buggy. Uma cerimónia que decorreu, em paralelo, com uma exposição de viaturas de Ralicross, Kartcross e Super Buggy no mesmo local.

(auto.look2010@gmail.com)

Em 2019 a Toyo Tires mantém a aposta no PTRX. Nas palavras de Pedro Gil de Vasconcelos, promotor do campeonato, «a Toyo Tires tem uma forma de estar que acho que é louvar, porque ao apoiar o conjunto de provas, está a apoiar todos os pilotos e todos os entusiastas da modalidade». «Entendendo que é uma forma interessante de estar e ainda bem que assim o fazem. Parabéns Toyo e obrigado pela confiança demonstrada», assumiu.

Sobre as novidades, os troféus especiais para quem se inicia no Kartcross, para quem aposta em competir com SSV e o reforço de aposta na comunicação, fazem parte dos projectos da promoção da época de Ralicross, Kartcross e Super Buggy, para 2019.

Em 2019 o Campeonato de Portugal de Ralicross, Kartcross e Super Buggy ganha mais uma prova (ver calendário em: http://ptrx.pt/index.php/provas), passando a ser constituído por oito provas. Além disso, a Completa Mente, promotor do Campeonato, vai também passar a promover a Taça de Portugal de Ralicross, Kartcross e Super Buggy. No final da época passada «recebemos o convite da FPAK, que aceitamos com muito gosto e vemos este convite como o reconhecimento do trabalho desenvolvido no Campeonato, por parte da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK)», afirmou o promotor do PTRX.

Um dos objectivos para a época que está prestes a arrancar é a captação de novos pilotos para o PTRX e assim são criadas duas competições dentro dos respectivos campeonatos. No Kartcross nasce o troféu Roockie, para todos os que se iniciam na modalidade. Entre as vantagens, licença Nacional C (custo de 50 euros), acessos a equipamentos com preços substancialmente reduzidos na Q&F – Racing & Performance e a possibilidade de lutar por troféus em cada prova e no final da época.

 

Pedro Gil Vasconcelos

TROFÉUS PARA 2019 OFERECIDOS POR P1 RACING FUELS

Nos Super Buggy, todos os que alinharem ao volante de um SSV, podem auferir de vantagens semelhantes. Licença Nacional C, equipamentos com preços também substancialmente reduzidos na Q&F – Racing & Performance e, claro, a possibilidade de lutar por troféus em cada prova e no final da época.

Os troféus para a época, mais uma vez, são oferecidos por P1 Racing Fuels, assim como os espumantes, que a Lousavinhos vai colocar nos pódios de cada prova.

Armando Fidalgo

Na presente época, novidade é também o facto de as provas passarem a ser divulgadas em duas posições de outdoor, graças à parceria entre a promoção do Campeonato e o Espaço Mais Grijó, onde decorreu a apresentação. A transmissão das finais em streaming e na televisão fazem também parte dos planos da Completa Mente, «assim os apoios, nomeadamente das câmaras municipais, se concretizem». «Temos soluções muito interessantes para os municípios que entendam que com este formato se podem comunicar», sublinhou no final do evento, o promotor Pedro Gil Vasconcelos.

Em 2019, é também de prever que venha a nascer a categoria Open destinada a veículos que não se enquadram na actual legislação. Os nomes das categorias em prova são também alterados, apenas se mantendo a designação “Super” nos Supercar, Super 1600 e Super Buggy; todas as outras passam a ser designadas por Iniciação – Troféu Ernesto Gonçalves, Nacional 2RM; Nacional 4WD e Nacional A1.6.

O Vouga Sport Clube foi uma das presenças, assim como e Escuderia de Castelo Branco, que usou da palavra, dando realce à sessão de testes que vai organizar na Pista do Lanço Grande, em 27 de Abril e, claro, à prova que tem data marcada para 11 e 12 de Maio.

BRUNO VILELA: “SOZINHOS VAMOS MAIS RÁPIDO, JUNTOS VAMOS MAIS LONGE”

Bruno Vilela, em representação do Colégio de Comissários Desportivos, realçou o apelo aos pilotos «que são a alma da modalidade para 2019 só esperamos que mantenham o grande nível a que nos habituaram». «É graças aos nossos pilotos que a modalidade ganha os níveis de reconhecimento que detém. Aquilo a que temos assistido ao longo dos últimos anos é um crescimento de quantidade e qualidade», adiantou.

«Para 2019 apenas peço que mantenham o elevado nível a que nos habituaram. Trabalhem e trabalhem muito, dentro e fora das pistas. Se cada um trabalhar para promover a sua equipa, está a promover a modalidade. Tentem passar uma boa imagem e ser respeitadores uns com os outros dentro e fora da pista. Penso que assim teremos o melhor ano de ralicross de sempre e nunca se esqueçam: sozinhos vamos mais rápido, juntos vamos mais longe».

ARMANDO FIDALGO: “REGULAMENTOS E PROVAS DENTRO DOS PARÂMETROS”

Coube a Armando Fidalgo, director da Federação de Automobilismo e Karting, encerrar a sessão, realçando a «confiança da estrutura federativa na equipa que prova a prova vai estar no terreno, tem confiança nos seus associados e na sua competência, para fazer com que a regulamentação e as provas decorram de acordo com aquilo que todos nós desejamos».

«Estou consciente de que este ano iremos ter ainda um crescimento maior do que o que tivemos na época passada», sublinhou Armando Fidalgo, realçando ainda o empenho da Federação em dotar todos os associados das condições para que «nada lhes falte e possa cobrir todos os desejos e necessidades».

A primeira prova vai ter lugar em Lousada, em seis e sete de Abril próximo. Até terça-feira, dia 5 de Março, decorre uma exposição de veículos de competição no Espaço Mais Grijó.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação