Problema técnico atrasou Rui Gonçalves

A segunda etapa do Dakar não correu de feição ao piloto da Sherco que sofreu um problema técnico que o fez perder bastante tempo na classificação geral desta competição.

(auto.look2010@gmail.com) – Fotos: Rally Zone

A “primeira verdadeira” etapa do Dakar disputou-se hoje com saída e chegada a Ha’il num total de 546 km, 336 dos quais cronometrados com um piso maioritariamente em areia mas a exigir muita navegação por parte dos concorrentes.

Rui Gonçalves começou bem o dia efectuando uma prova seu nível e sem cometer erros de navegação. Porém quando circulava perto do km 80, a Sherco FSE de Rui Gonçalves sofria um problema técnico que impediu o piloto de Vidago prosseguir de forma imediata. Depois de ter perdido mais de uma hora a tentar resolver este problema, Rui Gonçalves retomou a prova terminando a etapa na 70.ª posição a mais de duas horas dos líderes.

A 3.ª etapa do Dakar irá sair de Há’il até Al Artawiyah num total de 585 km, 339 dos quis a disputar contra o cronómetro.

«O dia começou bastante bem, com um bom ritmo na parte inicial, mas ao km 88 comecei a sentir alguns problemas com a moto até ter parado. Depois de várias tentativas e de a ter desmontado três vezes, consegui encontrar o problema. Com isto tudo acabei por perder cerca de 1:30h e por momentos achei que este Dakar ia acabar mais cedo para mim, nesse momento o principal objetivo mudou e passou a ser levar a minha mota até ao final da etapa», referiu Rui Gonçalves.

«Agora é esquecer o dia de hoje porque amanhã temos uma nova etapa pela frente. Neste momento estou focado em pensar de forma positiva e concentrar-me para os restantes dias que serão obviamente desafiantes para todos», sublinhou o piloto transmontano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *