Príncipe do Qatar foi hoje “rei e senhor” na etapa

Nasser Al-Attiyah assegurou a sua segunda vitória em etapas na presente edição do Rali Dakar, seguido do francês Sébastien Loeb e do espanhol Carlos Sainz. Na geral, o saudita Yazeed Al-Rahji (Toyota Hilux Overdrive) ascendeu ao terceiro lugar…

PEDRO RORIZ E CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com)

Nos automóveis, primeira baixa entre os portugueses, com o lituano Benediktas Vanagas (Toyota Hilux Ovedrive), navegado pelo português Filipe Palmeiro, a ser surpreendido por uma duna, pouco pronunciada, na fase inicial do Sector Selectivo, quando rolava a alta velocidade, e a capotar.

A Toyota Hilux T1+ da dupla Benediktas Vanagas e Filipe Palmeiro entrou em sucessivas cambalhotas e acabou por imobilizar-se algumas dezenas de metros à frente, direita, sem que piloto e navegador sofressem qualquer dano.

No entanto, piloto e navegado viram-se obrigados a abandonar, com o lituano a isentar de imediato o português de qualquer culpa no sucedido, com as imagens a serem bastante elucidativas da violência do despiste. A equipa foi penalizada com 30 horas e poderá continuar em prova se a equipa de assistência conseguir reparar os estragos do acidente.

O qatari Nasser Al-Attiyah (Toyota GR DKR Hilux T1+) voltou a ser o mais rápido no Ssector Selectivo, à frente do francês Sébastien Loeb (Prodrive Hunter) e do espanhol Carlos Sainz (Audi RS Q e-tron), com os três a terminarem separados por menos de um minuto.

Na fase inicial foi o sul-africano Henk Lategan (Toyota GR DHR Hilux T1+) a ocupar o primeiro lugar, até que problemas de suspensão o obrigaram a parar e a esperar pela assistência, atrasando-o de forma irremediável.

Em termos de geral, a qatari ganhou mais alguns segundos ao francês, mas, face ao avanço que tem, esse ganho tem pouco significado. O saudita Yazeed Al-Rahji (Toyota Hilux Overdrive) ascendeu ao terceiro lugar, para alegria dos seus compatriotas. Miguel Barbosa (Toyota Hilux Overdrive) teve um bom dia, o que lhe permitiu ganhar mais alguns lugares na geral, sendo, agora, 39.º

Em termos de SSV, primeira vitória do estreante brasileiro Rodrigo Luppi de Oliveira (BRP CAN-AM Maverick XRS) que bateu o americano Austin Jones (BRP CAN-AM Maverick XRS), comandante da prova, por 10 segundos.

O portguês Luís Portela Ribeiro (BRP CAN-AM Maverick XRS) a voltar a ter um bom dia, ao fechar o “top ten” do SS, o que lhe permitiu subir para 12.º da geral e ficar a menos de cinco minutos do décimo, o espanhol Joan Lascorz Moreno (BRP CAN-AM Maverick XRS).

A ETAPA DE AMANHÃ

Com a prova centrada em Riyadh, capital da Arábia Saudita, os concorrentes vão cumprir um Selector Selectivo, com 348 km a leste da capital saudita, em que rochas e dunas marcam um traçado que pode prejudicar aqueles que errarem na navegação ou sejam surpreendidos por furos

CLASSIFICAÇÕES

SECTOR SELECTIVO (465 KM)

AUTOMÓVEIS – 1.º Nasser Al-Attiyah/Mathias Baumel (Toyota GR DKR Hilux T1+), 3.54’40”; 2.º, Sébastien Loeb/Fabian Lurquin (Prodrive Hunter), a 25”; 3.º, Carlos Sainz/Lucas Cruz (Audi RS Q e-tron), a 52”; 4.º, Yasir Seaidan/Alexey Kuzmich (Mini John Cooper Works Rally), a 1’34”; 5.º, Yazeed Al Rahji/Michael Orr (Toyota Hilux Overdrive), a 1’46”; 6.º, Giniel De Villiers/Dennis Murphy (Toyota GR DKR Hilux), a 3’55”; 7.º, Bernhard Ten Brinke/Sébastian Delaunay (Toyota Hilux Overdrive), a 4’07”; 8.º, Jakub Przygonski/Timo Gottschalk (Mini John Cooper Works Rally), a 5’10”; 9.º, Mathieu Serradori/Loic Minaudier (Century CR6), a 6’43; 10.º, Orlando Terranova/Daniel Oliveras (Prodrive Hunter), a 8’38”; …; 22.º, Vaidotas Zala/Paulo Fiúza (Mini John Cooper Works Rally), a 25’17”; …; 43.º, Miguel Barbosa/Pedro Velosa (Toyota Hilux Overdrive), a 1.22’18”

SSV – 1.º, Rodrigo Luppi de Oliveira/Maykel Justo (BRP CAN-AM Maverick XRS), 4.44’05”; 2.º, Austin Jones/Gustavo Gugelmin (BRP CAN-AM Maverick XRS), a 10”; 3.º, Michal Gozcal/Szymin Gospodarczyk (BRP CAN-AM Maverick XRS), a 49”; 4.º, Marek Gozcal/Lukasz Laskawiec (BRP CAN-AM Maverick XRS), a 6’43”; 5.º, Rokas Baciuska/Oriol Mena (BRP Maverick CAN-AM XRS), a 7’37”; …; 10.º, Luís Portela de Morais/David Megre (BRP CAN-AM Maverick XRS) a 25’36”; …; 27.º, Rui Oliveira/Fausto Mota (BRP CAN-AM Maverick XDS) a 1.03’03”

AUTOMÓVEIS – 1.º Nasser Al-Attiyah/Mathias Baumel (Toyota GR DKR Hilux), 13.26’02”; 2.º, Sébastien Loeb/Fabian Lurquin (Prodrive Hunter), a 38’05”; 3.º, Yazeed Al Rahji/Michael Orr (Toyota Hilux Overdrive), a 49’15”; 4.º, Giniel De Villiers/Dennis Murphy (Toyota GR DKR Hilux), a 49’17”; 5.º, Lucio Alvarez/Armand Monleon (Toyota Overdrive Hilux), a 53’58”; 6.º, Vladimir Vasilyev/Oleg Uperenko (BMW X5) a 1.03’52”; 7.º, Jakub Przygonski/Timo Gottschalk (Mini John Cooper Works Buggy), a 1.11’57”; 8.º, Orlando Terranova/Daniel Oliveras (Prodrive Hunter), a 1’16’42”; …; 9.º, Sebastian Halpern/Bernard Graue (Mini John Cooper Works), a 1.17’23”; 10.º, Martin Prokop/Viktor Chytka (Ford Raptor RS Crosscountry), a 1.20’26”; …; 13.º, Vaidotas Zala/Paulo Fiúza (Mini John Cooper Works Rally), a 1.57’29”; …; 39.º, Miguel Barbosa/Pedro Velosa (Toyota Hilux Overdrive), a 5.53’08”

SSV – 1.º, Austin Jones/Gustavo Gugelmin (BRP CAN-AM Maverick XRS), 16.38’08”; 2.º, Rodrigo Luppi de Oliveira/Maykel Justo (BRP CAN-AM Maverick XRS), 5’13”; 3.º, Michal Gozcal/Szymin Gospodarczyk (BRP CAN-AM Maverick XRS), a 16’33”; 4.º, Gerard Farres Guell/Diego Ortega Gil (BRP CAN-AM Maverick XRS), a 27’26”; 5.º, Rokas Baciuska/Oriol Mena (BRP CAN-AM Maverick XRS), a 43’52”; …; 12.º, Luís Portela de Morais/David Megre (BRP CAN-AM Maverick XRS) a 2.39’11”; …; 19.º, Rui Oliveira/Fausto Mota (BRP CAN-AM Maverick XDS) a 4.00’29”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *