Price e Quintanilla decidem vitória nas motos

Com 112 km contra o relógio na última etapa do “Dakar”, vai ser um jogo do “gato e do rato” entre os dois, com o chileno a ter contra si o facto de partir quatro minutos antes do que o australiano que, assim, pode controlar o andamento do seu adversário.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

O australiano Toby Price (KTM) pode estar a horas de manter a invencibilidade, que se estende desde 2001, da KTM no “Dakar”, ao arrancar para o derradeiro Sector Selectivo (SS) com 1m02s de avanço sobre o chileno Pablo Quintanilla (Husqvarna). Com 112 km contra-o-relógio o chileno terá contra si o facto de partir quatro minutos antes do que o australiano que, assim, pode controlar o andamento do seu adversário.

Esta quarta-feira, a surpresa veio do francês Michel Metge (Sherco) que foi o mais rápido nos 313 km de um SS, feito que alcança pela primeira vez, à frente do boliviano Daniel Jager (Honda), outro que nunca tinha aparecido tão à frente na classificação e que, como consequência do resultado alcançado, passou a fechar o lote dos 10 mais rápidos.

Como curiosidade refira-se que os 10 primeiros no SS ficaram separados por menos de cinco minutos, o que traduz o elevado ritmo imposto ao longo de todo o traçado.

Fausto Mota (Husqvarna)

O melhor português nesta penúltima etapa foi Joaquim Rodrigues Jr, no 18.º posto, a 40m41s do francês Michael Metge, com Fausto Mota no 25.º, a 51m01s. Por seu turno, Sebastian Bühler, penalizado com o tempo de uma hora, caiu para 41.º, a 1h35m43s. David Megre (KTM) terminou o dia na 57.ª posição, a 2h55m56s, com Miguel Caetano, em moto idêntica, a fechar a “armada” lusa no 75.º lugar, a 5h11m20s do vencedor. Na classificação geral, Joaquim Rodrigues Jr, é 17.º (5h07m24s de Toby Price), Sebastian Bühler em 21.º (6h43m29s), Fausto Mota, em 29.º (10h49m41s), David Megre, na 35.ª posição (12h51m13s) e Miguel Caetano, no 72.º lugar (37h23m56s).

Nasser Al-Attiyah (Hilux)

NASSER AL-ATTIYAH TEM NA MÃO A VITÓRIA DA TOYOTA

Nos automóveis, com quase uma hora de avanço sobre o espanhol Nani Roma (Mini JCW), o qatari Nasser Al-Attiyah (Hilux) tem a vitória na mão para dar à Toyota o primeiro triunfo na prova. Esta quarta-feira, o francês Sébastien Loeb (Peugeot 3008 DKR) estava lançado para voltar a ser o mais rápido no SS, a exemplo do que sucedeu ontem, mas ao ficar “atascado”, na parte final do SS, perdeu mais de uma hora e a hipótese de averbar a quinta vitória nesta edição, com o qatari a ser o mais rápido e a arrumar de vez a questão da vitória.

Por sua vez, o “senhor Dakar”, o francês Stéphane Peterhansel (Mini JCW), que já tinha visto esfumarem-se a hipótese de triunfo, mas que lutava por um lugar no pódio, desistiu ao km 26, do penúltimo SS, como consequência das fortes dores nas costas, sentidas pelo seu navegador David Castera, em consequência de uma aterragem mais violenta, após a passagem de uma duna.

O chileno Boris Garafulic (Mini All4Racing), que continua ser navegado de forma eficaz pelo português Filipe Palmeiro, foi 14.º no SS e subiu para 11.º, ficando à porta do “top ten”.

Pedro Mello Breyner e Javier Uribe (Yamaha)

MIGUEL JORDÃO O MELHOR LUSITANO NO SXS

Nos SxS, o chileno Francisco Lopez (CAN-AM) com quase uma hora de avanço sobre o espanhol Gerard Guell (CAN-AM), o chileno tem triunfo na mão, com o brasileiro Reinaldo Varela (CAN-AM), vencedor o ano passado, a completar o pódio.

Miguel Jordão (CAN-AM) fez o sétimo tempo no SS, mas uma penalização de 40 minutos fê-lo descer para 10.º, à frente dos leirienses Ricardo Porém e Jorge Monteiro (CAN-AM), enquanto Pedro Mello Breyner (Yamaha) foi 14.º.Na classificação geral, Miguel Jordão, Ricardo Porém e Pedro Mello Breyner estão cotados no 7.º, 11. E 17.º lugar, respectivamente.

CLASSIFICAÇÕES – ETAPA

MOTOS

1.º Michael Metge (Sherco), 3h46m38s

2.º Daniel Jager (Honda), a 2’00”

3.º Pablo Quintanilla (Husqvarna), a 3’28”

4.º Mathias Walkner (KTM), a 3’29”

5.º Toby Price (KTM), a 3’29”

6.º Jose Cornejo (Honda), a 3’30”

7.º Andrew Short (Husqvarna), a 4’03”

8.º Kevin Benavides (Honda), a 4’03”

9.º Luciano Benavides (KTM), a 4’55”

10.º Xavier De Soultrait (Yamaha), a 4’56”

18.º Joaquim Rodrigues (Hero), a 40’41”

25.º Fausto Mota (Husqvarna), a 51m01s

40.º Sebastian Buhler (Yamaha), a 1h35m43s

57.º David Megre (KTM), a 2.55’56”

73.º Miguel Caetano (KTM), a 5h11m20s

AUTOMÓVEIS

1.º Nasser Al-Attiyah/Matthieu Baumel (Toyota Hilux), 3h53m22s

2.º Nani Roma/Alex Haro (Mini JCW), a 4’58”

3.º Giniel De Villiers/Dirk Von Zitzewitz (Toyota Hilux), a 7’15”

4.º Jakub Przygonski/Tom Colsoul (Mini All4 Racing), a 14’01”

5.º Benediktas Vanagas/Sebastian Rozwadowski (Toyota Hilux), a 15’45”

6.º Martin Prokop/Jan Tomanec ((Ford Ranger), a 32’59”

7.º Yazeed Al Rahji/Timo Gottschalk (Mini All4 Racing), a 33’25”

8.º Cyril Despres/Jean-Paul Cottret (Mini JWC), a 39’46”

9.º Erik Van Loon/Harmen Scholtalbers (Toyota Hilux), a 45’56”

10.º Denis Korotv/Dmyto Tsyro (Mini All4 Racing), a 46’42”

14.º, Boris Garafulic/Filipe Palmeiro (Mini All4 Racing), a 1.08’20”

SxS

1.º Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (CAN-AM), 4h20m02s

2.º Gerard Guell/Daniel Oliveras (CAN-AM), a 3’03”

3.º Francisco Lopez/Alvado Leon (CAN-AM), a 11’26”

4.º Hernan/Garces/Juan Pablo Latrach (CAN-AM), a 33’04”

5.º Casey Currie/Rafael Tornabell (CAN-AM), a 34’38”

10.º Miguel Jordão/Lourival Roldan (CAN-AM), a 1h38m51s

11.º Ricardo Porém/Jorge Monteiro (CAN-AM), a 1h56’57”

14.º Pedro Mello Breyner/Javier Uribe (Yamaha), a 2.33’02”

GERAL

MOTOS

1.º Toby Price (KTM), 32h43m15s

2.º Pablo Quintanilla (Husqvarna), a 1’02”

3.º Mathias Walkner (KTM), a 6’35”

4.º Andrew Short (Husqvarna), a 40’01”

5.º Xavier De Soultrain (Yamaha), a 47’44”

6.º Jose Cornejo (Honda), a 1.05’45”

7.º Luciano Benvides (KTM), a 1.05’50”

8.º Sam Sunderland (KTM), a 1.10’15”

9.º Oriol Mena (Hero), a 1.52’20”

10.º Daniel Jager (Honda), a 2.21’51”

18.º Joaquim Rodrigues (Hero), a 5.07’24”

21.º Sebastian Buhler (Yamaha), a 6.43’29’’

29.º Fausto Mota (Husqvarna), a 10.49’41’’

35.º David Megre (KTM), a 12.51’13”

71.º Miguel Caetano (KTM), a 37.23’56’’

AUTOMÓVEIS

1.º Nasser Al-Attiyah/Matthieu Baumel (Toyota Hilux), 33h09m12s

2.º Nani Roma/Alex Haro (Mini JCW), a 51’27”

3.º Sébastien Loeb/Daniel Elena (Peugeot 3008 DKR), a 2.02’37”

4.º Jakub Przygonski/Tom Colsoul (Mini All4 Racing), a 2.33’51”

5.º Cyril Despres/Jean-Paul Cottret (Mini JCW), a 2.55’13”

6.º Martin Prokop/Jan Tomanec ((Ford Ranger), a 3.29’06”

7.º Yazeed Al Rajhi/Timo Gottschalk (Mini All4 Racing), a 4.28’22”

8.º Giniel De Villers/Dirk Von Zitzewitz (Toyota Hilux), a 7.08’16”

9.º Ronan Chabot/Gilles Pillot (Toyota Hilux), a 8.11’46”

10.º Benediktas Vanagas/Sebastian Rozwadowski (Toyota Hilux), a 8.15’26”

11.º Boris Garafulic/Filipe Palmeiro (Mini All4 Racing), a 8.29’06”

SxS

1.º Francisco Lopez/Alvado Leon (CAN-AM), 40.47’46”

2.º Gerard Guell/Daniel Carreras (CAN-AM), a 59’46”

3.º Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (CAN-AM), a 1.11’29”

4.º Casey Currie/Rafael Tornabell (CAN-AM), a 2.26’42”

5.º Rodrigo Moreno/Jorge Araya (CAN-AM), a 3.05’22”

7.º Miguel Jordão/Lourival Roldan (CAN-AM), a 4.33’52”

11.º Ricardo Porém/Jorge Monteiro (CAN-AM), a 9.41’22”

17.º Pedro Mello Breyner/Javier Uribe (Yamaha),a 20.44’34”

A ETAPA DE QUINTA-FEIRA

A edição 2019 do “Dakar” termina esta quinta-feira, com o percurso Pisco – Lima, com a chegada à capital peruana a representar uma vitória para todos os que dali partiram na segunda-feira da semana passada. O SS tem apenas 112 km, o segundo mais curto, apenas batido pelos 84 km do SS de abertura, que levou a caravana de Lima a Pisco. Com um percurso tão curto, e a menos que algo de anormal aconteça, as posições deverão estar definidas face às diferenças que se registam.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação