Portugueses sem sorte no MX das Nações

Foi por muito pouco que a selecção nacional não conseguiu hoje o apuramento para a final de motocross das nações que se está a realizar em Mantova, Itália.

(auto.look2010@gmail.com)

Hugo Basaúla

Na sua 27.ª participação consecutiva na prova a comitiva lusa que está em Itália com o Hugo Basaúla, Luís Outeiro e Marco Silva como pilotos e depois de todo o trabalho de preparação no dia de ontem, hoje foi a vez de alinharem para as respectivas classes e foi com forte ambição que atacaram as três mangas – uma por classe – que apuraram de forma directa as 19 melhores selecções.

Logo na volta de abertura da corrida reservada aos pilotos da classe MXGP Marco Silva foi vítima de uma queda e de imediato ficou claro que o piloto de Alcochete estava fora de prova. Transportado para o centro médico do circuito o jovem recebeu com desilusão o diagnóstico que o colocou fora de prova e em repouso absoluto durante três semanas devido a ter fracturado as apófises nas vértebras L1 e L2.

Portugal sofria um revés logo no arranque do dia, mas Hogo Basaúla e Luís Outeiro arregaçaram as mangas e atacaram de forma intensas as melhores posições na sua respectivas corridas.

Luís Outeiro

Aos comandos da sua TM MX2, Luís Outeiro fechou o duelo nas MX2 na 13.ª posição depois de ter sido um dos pilotos em destaque na corrida exclusiva para a classe e mais tarde, na manga Open, foi mesmo por muito pouco que o sempre regular e eficaz Hugo Basaúla não conseguiu os pontos necessários para que a equipa qualificasse. Apesar de todo o seu esforço o piloto não conseguiu melhor que o 18.º posto após uma corrida onde chegou a ser sexto.

Portugal e República Checa ficaram assim em igualdade pontual, e com o resultado do terceiro piloto a ser o factor de desempate, o abandono do azarado Marco Silva acabou por empurrar a selecção nacional para fora das corridas decisivas a realizar este domingo.

Portugal poderá ainda na corrida de “respescagem” encontrar o seu lugar na gelha principal, bastando para tal vencer essa mesma corrida. Uma tarefa que não será fácil mas para a qual Hugo Basaúla e Luís Outeiro se mostram bastante empenhados

Com 33 equipas em competição o dia foi ganho pelos holandeses, os detentores do ceptro e que amanhã tentarão replicar a vitória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *