Portugal vence classe Open 2T em Réquista

A primeira de quatro rondas do Campeonato do Mundo de Enduro e Taça do Mundo Enduro Open ditou o triunfo de Portugal, fruto dos resultados de Gonçalo Reis, campeão mundial em título, Gonçalo Sobrosa e Ricardo Wilson. Frederico Rocha oi 9.º classificado.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

Gonçalo Reis (KTM) triunfou a classe Open 2T, com o tempo de 36m04,27s, em território francês de Réquista, contribuindo para a vitória sem mácula por equipas, vincada pela excelente cooperação de Gonçalo Sobrosa (Beta) e Ricardo Wilson (Beta), quinto e sexto classificado com o tempo de 38m15,97s e 40m28,91s, respectivamente.

O piloto sintrense não deixou os seus critérios por mãos alheias e não esbanjou a ocasião para deixar a sua marca no sul de França, não apenas logrando uma vitória esclarecedora, com também gravou com cunho a ouro uma actuação sem nódoas. O segundo e derradeiro dia de prova, assinalado pela chuva, por vezes ininterrupta que encharcaram o traçado, criando dificuldades acrescidas aos pilotos.

 

Frederico Rocha, jovem de Coimbra e promessa nacional no panorama das duas rodas, voltou a apresentar os seus créditos que, embora, a chuva tivesse sido um adversário a ter em linha de conta, não embaciando a ambição e terminou a sua participação em Réquista, aos comandos de uma Husqvarna, na nona posição, com o tempo de 42m50,48s.

Na classe Open 4T, com o belga Damiaens Dietger (KTM) a reclamar a vitória com o tempo de 35m55,08s, o português Filipe Oliveira conduziu a sua Husqvarna ao sétimo posto, a 4m50,14s do vencedor. Já na classe Youth Cup, o jovem piloto Tomás Clemente, aos comandos de uma KTM encerrou a sua participação em solo francês no “top ten”, com o tempo de 54m37,42s, mais 3m46,30s que o mais rápido, o inglês Jed Etchells (Fantic), que terminou com o tempo de 50m51,12s.

 

No próximo fim-de-semana, o Campeonato do Mundo de Enduro e Taça do Mundo Enduro Open prossegue em Itália. A armada lusa vai estar de “pedra e cal” em Spoletto para manater a chama acesa de bons resultados. Frederico Rocha já rumou ao país tiffosi, levando na bagagem a pretensão de adquirir ensinamentos.

Com apenas 18 anos de idade, o piloto de Coimbra, que carrega também a missão de levar mais longe a Husqvarna Motorcycles Portugal, Elimoto, Salgados Moto Airoh Helmet Formaboots Sprint – Equipamentos de Moto, Mx Wise THOR MX, autolook.pt, Câmara Municipal de Coimbra, Protoetapa, S.A. Kenda Tires, Crosspro-Componentes para motociclos, Ld.ª, Briosa – Escola de Condução e Plush Craft Suspensões, terá nova oportunidade para progredir e, não menos importante, evidenciar Coimbra e Portugal em territórios transalpino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: