Portugal Tour Rally: “viagem” do Algarve ao Alentejo

Etapa inaugural da terceira edição do Portugal Tour Rally levou os concorrentes das falésias algarvias às grandes planícies alentejanas. Para esta quarta-feira, a caravana percorre o asfalto desde Évora até à vila Termal de Luso, com passagem pela cidade de Abrantes.

(auto.look2010@gmail.com)

Pilotos e co-pilotos deixaram a Marina de Vilamoura sob um sol radiante, para se juntar a Loulé e que marcou a entrada das colinas do Algarve, que acompanhou os concorrentes do rally durante toda a manhã.

A partir do trigésimo quilómetro, falésias e resorts à beira-mar plantado deram lugar a um percurso sinuoso e a um cenário mais rústico para um teste disputado no território sulista de Portugal mais profundo.

A equipa de Parada e Costa aproveitou a oportunidade para liderar o rali na categoria “Clássico”, antes do almoço servido na Pousada de São Francisco, em Beja, um antigo convento que não falta carácter e personalidade.

Após o almoço e o banho de sol, a rota ofereceu estradas rápidas para a travessia da grande lagoa do Alqueva, antes de subir a colina situada na bela vila medieval de Monsaraz. Um PC acompanhado de uma pausa café permitiu aos participantes fazer uma primeira visita e descobrir esta surpreendente vila que remonta à Idade Média.

A meio da tarde, os concorrentes passaram por uma prova de regularidade bastante contundente, com algumas partes “maliciosas” que permitiram à equipa Colette e Colette confirmar o seu favoritismo na categoria “Prestígio”. No entanto, o percurso não teve qualquer êxito para a formação D’ieteren e Gasse aos comandos de um Maserati Mistral, juntando-se em Évora por um rumo directo após uma leitura incorrecta do itinerário.

Évora, cidade com ruas e edifícios que testemunham um passado excepcional, esconde tesouros arquitectónicos que os participantes apreciaram antes de ingressar no Convento do Espinheiro, localizado a poucos quilómetros e que alberga a caravana nessa noite de terça para quarta-feira.

Assim e para quarta-feira, segunda etapa do Portugal Tour 2019, a caravana despede-se do Alentejo em direcção à vila Termal de Luso, com passagem por Abrantes. Uma paragem obrigatória nesta cidade para contemplar o seu castelo, também referido como Fortaleza de Abrantes, em pleno Ribatejo, localizado nas freguesias de São João e São Vicente, povoação e concelho de Abrantes, distrito de Santarém.

Em posição dominante sobre uma colina à margem direita do rio Tejo, outrora constituindo a chamada Linha do Tejo, o Castelo de Abrantes integra um conjunto de fortalezas que actualmente faz parte da Região de Turismo dos Templários.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação