Portugal mantém 9.º lugar no ISDE

A equipa composta por Diogo Vieira, Diogo Ventura, João Lourenço e Gonçalo Reis está a 46m35,22s dos Estados Unidos, que lideram a competição. Fred Rocha, o mais jovem piloto português em prova, continua a saga de “roubar” posições aos seus adversários.

(auto.look2010@gmail.com)

A selecção portuguesa masculina manteve esta sexta-feira o nono lugar do Troféu Mundial após o quinto dos International Six Days Enduro (ISDE), que terminam este sábado em Portimão. Os pilotos enfrentaram 285 quilómetros desenhados no Barrocal, com um percurso molhado pela chuva que caiu durante a noite, com muita pedra à mistura. A equipa de juniores foi a que melhor se adaptou às condições e voltou a ganhar uma posição, estando agora no quarto lugar. A equipa composta por Tomás Neves, Rodrigo Belchior e Manuel Teixeira está, no entanto, a 1h14m50,34s da Austrália, que lidera.

Em femininos, Portugal caiu do quinto para o sexto lugar, com Rita Vieira, Joana Gonçalves e Bruna Antunes.

Já o conimbricense Fred Rocha, aos comandos de uma Husqvarna, permanece numa toada viva, “roubando” posições atrás de posições, exteriorizando toda a sua irreverência naquela que é a mais dura prova de Enduro do mundo. Esta sexta-feira deixou para trás 280 km com muita “suavidade” e querença, estando somente a um dia de completar com sucesso o seu baptismo nos International Six Days Enduro. Uma prova em que o pai e treinador, Nuno Rocha, tem desempenhado um papel extremamente exemplar, acompanhando-o de fio a pavio,todos os dias e em cada especial.

Este sábado disputa-se o motocross final, que encerra a 94.ª edição dos ISDE, que pela terceira vez se realizam em Portugal, depois de Coimbra em 1999 e Figueira da Foz em 2009.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação