“Poker” da Yamaha em San Marino

O português Miguel Oliveira (KTM) qualificou-se na 12.ª posição para o Grande Prémio de San Marino de MotoGP, que se disputa este domingo, com o espanhol Maverick Viñales (Yamaha) a garantir um novo recorde no circuito de Misano.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

A marca dos três diapasões dominou a qualificação para a primeira corrida em Misano, ao monopolizar a primeira linha da grelha, com o espanhol Maverick Viñales (Yamaha) a garantir a “pole” (23.ª da carreira e 12.ª no MotoGP) à frente do italiano Franco Morbidelli (Yamaha) e do francês Fabio Quartararo (Yamaha), que comanda o campeonato, com o italiano Valentino Rossi (Yamaha), que garantiu continuar a competir no próximo ano, a registar o quarto tempo, algo de inédito na história do MotoGP.

Décimo sexto no conjunto dos três treinos livres, o português Miguel Oliveira (KTM) teve de participar na Q1, onde registou o segundo tempo, atrás do espanhol Pol Espargaro (KTM), o que lhe permitiu entrar na Q2.

Aí fechou o lote dos 12 participantes, atrás de novo do espanhol da equipa oficial da marca austríaca, vítima de uma queda, o que o coloca na 12.ª posição da grelha de partida, sendo o segundo dos pilotos da KTM.

Apesar de não ter chegado à Q2, Miguel Oliveira considera que «foi um dia positivo e, de manhã, fiz uma série de voltas rápidas, canceladas por causa das bandeiras amarelas, mas vimos que tínhamos potencial e fomos confiantes para a qualificação, na qual tentei fazer um bom tempo, mas já não tinha pneu, nem tempo».

Mais rápido na qualificação, em Moto2, o inglês Sam Lowes (Kalex) vai sair da via das “boxes”, depois de ser considerado, pelos Comissários Desportivos, culpado de um “toque” num adversário.

Como consequência, o australiano Remu Gardner (Kalex) foi promovido à primeira posição da grelha, à frente dos italianos Luca Marini (Kalex), que comanda a competição, e Marco Bezzecchi (Kalex), que foi vitima de uma saída de pista.

O japonês Ai Ogura (Honda), segundo do “Mundial”, garantiu, na derradeira volta, a “pole position” para a corrida de Moto3, ao bater o argentino Gabriel Rodrigo (Honda), por 0,016”, com outro japonês, Tatsuki Suzuki (Honda) completar a primeira linha da grelha.

O espanhol Albert Arenas (KTM), que comanda o campeonato sai da 13.ª posição (5.ª linha da grelha).

GRELHAS DE PARTIDA

MotoGP1.ª linha: Maverick Viñales (Yamaha), 1’31,411”; Franco Morbidelli (Yamaya), 1’31,723”; Fabio Quartararo (Yamaha), 1’31,791”; 2.ª linha: Valentino Rossi (Yamaha), 1’31,877”; Jack Miller (Ducati), 1’32,052”; Francesco Bagnaia (Ducati), 1’32,054”; 3.ª linha:

Alex Rins (Suzuki), 1’32,090”; Joan Mir (Suzuki), 1’32,102”; Andrea Dovizioso (Ducati), 1’32,184”; 4.ª linha: Johann Zarco (Ducati), 1’32,218”; Pol Espargaro (KTM), 1’32,266”; Miguel Oliveira (KTM), 1’32,323”. Alinham mais nove pilotos

Moto21.ª linha: Remy Gardner (Kalex), 1’36,424”; Luca Marini (Kalex), 1’36,496”; Marco Bezzecchi (Kalex), 1’36,541”; 2.ª linha: Enea Bastianini (Kalex), 1’36,614”; Xavi Vierge (Kalex), 1’36,663”; Marcel Schrotter (Kalex), 1’36,695”; 3.ª linha: Augusto Fernandez (Kalex), 1’36,828”; Tetsuta Nagashima (Kalex), 1’37,018”; Fabio Di Giannantonio (Speed Up), 1’37,019”. Alinham mais 20 pilotos.

Moto31.ª linha: Ai Ogura (Honda), 1’42,403”; Gabriel Rodrigo (Honda), 1’42,419”; Tatsuki Suzuki (Honda), 1’42,434”; 2.ª linha: Andrea Migno (KTM); 1’42,446”, Romano Fenati (Husqvarna), 1’42,604; Raul Fernandez (KTM), 1’42,656”; 3.ª linha: Celestino Vietti (KTM), 1’42,761”; Jeremy Alcobia (Honda), 1’42,808”; Tony Arbolino (Honda), 1’42,865”. Alinham mais 22 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: