“Poker” da Toyota Gazoo Racing no Rali Safari

Kalle Rovanperä venceu hoje o Rali Safari, no Quénia, a sexta prova da temporada, e aumentou a vantagem no comando do Campeonato do Mundo. O piloto finlandês terminou a prova africana com o tempo de 3h40m24,9s, relegando para as posições seguintes os companheiros de equipa Elfyn Evans, Takamoto Katsuta e Sébastien Ogier, todos em Toyota GR Yaris Rally.

PEDRO RORIZ E CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com)

A Toyota Gazoo Racing esmagou a concorrência e garantiu as quatro primeiras posições no Rali Safari, no Quénia, com os seus pilotos a saber gerir as dificuldades da prova realizada em solo africano. A exemplo do que sucedeu em Portugal, Kalle Rovanpera (Toyota GR Yaris Rally1), apesar de abrir a estrada no primeiro dia, soube minimizar os danos na etapa de abertura e aproveitar os erros da concorrência para instalar-se no comando e mantê-lo até final.

O jovem piloto finlandês alcançou a quarta vitória da temporada, em seis corridas possíveis, e aumentou para 65 pontos, a vantagem sobre o belga Thierry Neuville (Hyundai i20 N Rally1), que foi o “melhor dos outros”. O inglês Elfyn Evans e o japonês Takamoto Katsuta completaram o pódio, com o francês Sébastien Ogier a confirmar o domínio da marca nipónica, todos aos comandos de um Toyota GR Yaris Rally1.

O derradeiro dia da competição ficou marcado pelo segundo abandono do estónio Ott Tanak (Hyundai i20 Rally1) e pela redução, em 3,1 km da segunda passagem pela primeira especial do dia, depois do sueco Olivier Solberg (Hyundai i20 N Rally1) ter ficado parado, com o motor inoperacional, pelo muito pó que tinha “engolido”, o que levou à neutralização da classificativa, que, da segunda vez, começou mais à frente, o que agradou aos pilotos.

Na “Power Stage”, Kalle Rovanpera não entrou na discussão pelos pontos em jogo e limitou-se a levar o carro até ao fim, com Thierry Neuville a arrecadar os cinco pontos em jogo, ao bater o francês Sébastien Loeb (Ford Puma Rally1), de volta ao “Safari”, depois de uma ausência de 20 anos, por 0,8 segundos. Sébastien Loeb venceu duas das seis especiais de hoje, terminando no oitavo lugar, depois de ter desistido sexta-feira com problemas de motor. O francês deve regressar no Rali da Acrópole, da Grécia.

«É incrível. Foi o rali mais difícil que já fiz. Tenho de agradecer à equipa. Ter quatro carros nos quatro primeiros lugares, sem problemas, quer dizer que são os mais fortes e mais rápidos», sublinhou Kalle Rovanperä, que se defendeu na “power stage” final, terminando apenas na 15.ª posição.

Sem surpresa, o polaco Kajetan Kajetanowicz (Skoda Fabia Rally2 Evo) triunfou entre os RC2, depois de ter comandado a categoria de fio a pavioe deixado o segundo, o americano Sean Johsnton (Citroen C3 Rally2), a mais de 20 minutos.

O finlandês soma 145 pontos, mais 65 do que o segundo classificado, que é o belga Thierry Neuville (Hyundai i20), quinto no Quénia, enquanto o estónio Ott Tänak (Hyundai i20) é terceiro, com 62 pontos, os mesmos de Takamoto Katsuta. No Mundial de Construtores, a Toyota lidera, com 246 pontos, contra os 184 da Hyundai e os 144 da Ford.

FICHA DA PROVA

Prova – Safari Kenya Rally

Data – 23/26 de Junho

Organizador – WRC Safari Rally Kenia

Estrutura – 1 244,49 km divididos quatro etapas: Nairobi – Naivasha (121,85 km); Naivasha – Naivasha (345,40 km); Niavasha – Naivasha (406,46 km); Naivasha – Naivasha (370,78 km)

PC – 19 (1 + 6 + 6 + 6)

Extensão das PC – 360,22 km (4,84 km + 124,20 km + 150,88 km + 80,30 km)

Percentagem das PC – 28,94 %

Inscritos – 46 (12 RC1, 10 RC2, 5 RC3, 19 ASN)

Participantes – 40 (12 RC1, 8 RC2, 5 RC3, 15 ASN)

Classificados – 21 (11 RC1, 4 RC2, 3 RC3, 3 ASN)

Comandantes sucessivos

Absoluto – Sébastien Ogier, da 1.ª à 3-ª PC; Elfyn Evans, na 4.ª PC; Sébastien Ogier, na 5.ª e 6.ª PC; Kalle Rovanpera, da 7,ª à 19.ª PC

RC1 – Sébastien Ogier, da 1.ª à 3-ª PC; Elfyn Evans, na 4.ª PC; Sébastien Ogier, na 5.ª e 6.ª PC; Kalle Rovanpera, da 7,ª à 19.ª PC

RC2 – Kajetan Kajetanowicz, da 1.ª PC à 19.ª PC

RC3 – Diego Dominguez, da 1.ª à 3.ª PC; Maxime Wahome, da 4.ª à 6.ª PC; McRae Kimathi, na 7.ª e 8.ª PC; Maxime Wahome, da 9.ª à 19.ª PC

ASN – Carl Tundo, da 1.ª à 12.ª PC; Evans Kavis, da 13.ª à 15.ª PC; Carl Tundo, da 16.ª à 19.ª PC

Vencedores

Absoluto – Kalle Rovanpera/Jonne Halttunen (Toyota GR Yaris Rally1)

RC1 – Kalle Rovampera/Jonne Halttunen (Toyota GR Yaris Rally1)

RC2 – Kajetan Kajetanowicz/Maciej Szczepaniak (Skoda Fabia Rally2 Evo)

RC3 – Maxime Wahome/Murage Waigwa (Ford Fiesta Rally3)

ASN – Carl Tundo/Tim Jessop (Mitsubishi Lancer X)

Classificação

POS. EQUIPA CARRO TEMPO
1.º Kalle Rovanpera/Jonne Halttunen Toyota GR Yaris Rally1 3.40’24,9″
2.º Elfyn Evans/Scott Martin Toyota GR Yaris Rally1 a 52,8″
3.º Takamoto Katsuta/Aaron Johnston Toyota GR Yaris Rally1 a 1’42,7″
4.º Sébastien Ogier/Benjamin Veillas Toyota GR Yaris Rally1 a 2’10,3″
5.º Thierry Neuville/Martijn Wydaeghe Hyundai i20 N Rally1 a 10’40,9″
6.º Craig Breen/Paul Nagle Ford Puma Rally1 a 23’27,9″
7.º Jourdan Serderidis/Frédéric Miclotte Ford Puma Rally1 a 30’16,5″
8.º Sébastien Loeb/Isabelle Galmiche Ford Puma Rally1 a 32’12,6″
9.º Kajetan Kajetanowicz/Maciej Szczepaniak Skoda Fabia Rally2 Evo a 35’37,6″
10.º Oliver Solberg/Elliott Edmondson Hyundai i20 N Rally1 a 37’36,6″

Os mais rápidos

1.º 2.º 3.º 4.º 5.º 6.º
Kalle Rovanpera 5 3 4 0 0 3
Sébastien Ogier 4 1 5 5 1 1
Thierry Neuville 3 5 2 1 3 0
Sébastien Loeb 3 3 0 2 3 4
Elfyn Evans 2 2 4 4 2 2
Ott Tanak 1 1 3 2 2 2
Adrien Fourmaux 1 1 0 1 2 9
Takamoto Katsuta 0 3 5 1 2 2
Gus Greensmith 0 0 0 2 1 2
Craig Breen 0 0 0 1 0 1
Oliver Solberg 0 0 0 0 1 1

Classificações dos Campeonatos

PILOTOS – 1.º Kalle Rovanpera, 145 pontos; 2.º, Thierry Neuville, 80; 3.º, Ott Tanak, 62; 4.º, Takamoto Katsuta, 62; 5.º, Craig Breen, 60; 6.º, Elfyn Evans, 57; 7.º, Sébastien Loeb, 35; 8.º, Dani Sordo, 34; 9.º, Sébastien Ogier, 34; 10.º, Gus Greensmith, 28; 11.º, Pierre-Louis Loubet, 18; 12.º, Esapekka Lappi, 17; 13.º, Andreas Mikkelsen,12; 14.º, Oliver Solberg, 9; 15.º, Yohan Rossel, 7; 16.º, Jourdan Serderidis, 6; 17.º, Kajetan Kajetanowicz, 6; 18.º, Nikolay Gryazin, 6; 19.º, Ole Christian Veiby, 4; 20.º, Emil Lindholm, 3; 21.º, Jari Huttunen, 3; 22.º, Adrien Fourmaux, 3; 23.º, Erik Cais, 2; 24.º, Jan Solans, 2; 25.º, Egon Kaur, 1

MARCAS – 1.º, Toyota Gazoo Racing World Rally Team, 246 pontos; 2.º, Hyundai Shell Mobis World Rally Team, 184; 3.º, M-Sport Ford World Rally Team, 144; 4.º, Toyota Gazoo Racing World Rally Team NG, 68

Próxima prova – WRC Rally Estonia, de 14 a 17 de Julho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.