Poeira “trama” açoriano Ricardo Moura

 

Os três primeiros classificados do Rali dos Açores, quinta prova do Europeu, terminaram na sexta-feira o primeiro dia de competição separados por apenas 4,5 segundos, com vantagem para o mundialista Dani Sordo (Hyundai i20).

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com) – Fotos: JORGE CUNHA / DPPI

Ricardo Moura e António Costa (Skoda Fabia Rally2)

Ricardo Moura (Skoda Fabia Rally2 Evo) chegou à Super Especial Marques, com mais de seis de segundos de avanço sobre o espanhol Dani Sordo (Hyundai i20 R5) e o norueguês Andreas Mikkelsen (Skoda Fabia Rally2 Evo). Depois de ter comandado o primeiro dia do Azores Rally, não era expectável que os 4,1 km da derradeira classificativa do dia os impedisse de terminar a etapa de abertura no comando.

Ricardo Moura partilhou a pista com Luís Miguel Rego (Skoda Fabia Rally2 Evo) e o pó levantado pelo carro do seu adversário obrigou-o a parar mais de uma vez, por segundo o piloto «não ver nada», e o tempo perdido fê-lo descer para terceiro, a 0,5 segundos do norueguês e a 4,52 segundos do espanhol que terminou o dia no comando.

A melhoria das condições atmosféricas da parte da tarde permitiu aos pilotos estrangeiros aumentar o ritmo e a vantagem com que Ricardo Moura arrancou para a segunda passagem pelos Graminhais e Tronqueiras foi aos poucos desaparecendo, mas era admissível que o piloto açoriano terminasse o dia na frente ao contrário do que sucedeu.

Andreas Mikkelsen e Elliot Edmondson (Skoda Fabia Rally2)

O espanhol Efrén Llarena (Skoda Fabia R5 Evo), quarto, fecha o lote dos pilotos que terminam a etapa a menos de um minuto do comandante, enquanto o russo Alexey Lukyanuk (Citroen C3 Rally2), sétimo, a mais de minuto e meio do espanhol comandante, terá a preocupação, amanhã, de tentar subir na geral, para somar pontos para o “Europeu” e não ver aumentar o atraso para Andreas Mikkelsen.

A 55.ª edição do Rali dos Açores termina este sábado, com uma dupla passagem pelas especiais da Coroa da Mota (11,40 km), Feteiras (7,46 km) e Sete Cidades (24,01) e uma segunda visita à Super Especial Grupo Marques (4,10 km), no final da manhã.

E se as diferenças de tempo nas duas primeiras classificativas na Super Especial serão pequenas, já o mesmo não sucederá na dupla passagem pelas Sete Cidades, que poderá ser decisiva para decidir o vencedor da prova.

Rafael Botelho e Rui Raimundo (Skoda Fabia R5)

RAFAEL BOTELHO COMANDA CAMPEONATO DOS AÇORES

Em termos de pontuação para o Campeonato de Ralis dos Açores conta a classificação no final do dia de hoje, com Ricardo Moura a vencer, ascender ao quarto lugar e ficar a 15 pontos do novo comandante, Rafael Botelho (Skoda Fabia R5), terceiro entre os locais, quando faltam duas provas (Terceira e Pico) para o campeonato terminar, com este resultado a poder fazê-lo repensar a ideia de não lutar pelo título.

O terceiro lugar Rafael Botelho, o prematuro abandono de Ruben Rodrigues (Citroen C3 Rally2) e o segundo lugar de Luís Miguel Rego (Skoda Fabia Rally2 Evo) faz com que os três primeiros do campeonato estejam separados por três pontos, com vantagem de Rafael Botelho

Classificação após seis especiais – 1.º, Dani Sordo/Candido Carrera (Hyundai i20 R5), 1’27,06,0”; 2.º, Andreas Mikkelsen/Elliot Edmondson (Skoda Fabia Rally2).a 4,0”; 3.º, Ricardo Moura/António Costa (Skoda Fabia Rally2), a 4,5”; 4.º, Efrén Llarena/Sara Fernandez (Skoda Fabia Rally2 Evo), a 27,3”; 5.º, Erik Cais/Jindriska Záková (Ford Fiesta R5 MK II), a 1’06,0”; 6.º, Mikolaj Marczyk/Szymon Gospodarczk (Skoda Fabia Rally2 Evo), a 1’06,9”; 7.º, Alexey Lukyanuk/Alexey Arnautov (Citroen C3 R5), a 1’37,9”; 8.º, Umberto Scandola/Danilo Fappani (Hyundai i20 R5), a 2’35,4”; 9.º, Luís Miguel Rego/Jorge Henriques (Skoda Fabia Rally2 Evo), a 2’39.8”; 10.º, Benito Guerra/Daniel Cue (Skoda Fabia Raly Evo), a 3’14,3”. Estão classificadas mais 17 equipas.

Classificação do campeonato açoriano – 1.º, Rafael Botelho, 65 pontos; 2.º, Ruben Rodrigues, 62; 3.º, Luís Miguel Rego, 62; 4.º, Ricardo Moura, 50; 5.º, Filipe Pires, 29; 6.º, Rui Borges, 28; 7.º, Bruno Amaral, 26; 8.º, Bruno Tavares, 24; 9.º, Rui Torres, 22; 10.º, Pedro Antunes, 20; Estão classificados mais 13 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *