Pilotos da BMW desentendem-se e “oferecem” vitória

António Félix da Costa e Alexander Sims comandavam em Marraquexe a segunda corrida de Fórmula E da temporada, a poucos minutos do fim, mas um desentendimento provocado pelo inglês deitou tudo a perder.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Jerome D’Ambrosio ladeado por Robin Frijins e Sam Bird

O português António Félix da Costa (BMW) e o seu colega de equipa, o inglês Alexander Sims (BMW), que ocupavam os dois primeiros lugares, com alguma vantagem sobre a concorrência, e tinham a corrida ganha, desentenderam-se, “tocaram-se” e o português acabou por bater nas barreiras, enquanto o inglês desceu para quarto.

Como consequência do desentendimento dos homens da BMW, o francês Jéromê D’Ambrosio (Mahindra) aproveitou a acabou por ganhar a segunda corrida do ano, terceira vitória na disciplina, e ascendeu ao comando do campeonato.

A corrida começou com um desentendimento entre os dois homens da primeira linha, o inglês Sam Bird (Audi) e o francês Jean-Eric Vergne (DS), com o francês a “afundar-se” na classificação, enquanto o inglês conservava o comando à frente dos dois homens da BMW, que aproveitaram a confusão, para se colocarem em segundo (Alexander Sims) e terceiro (António Félix da Costa).

Contudo, a meio da corrida o português ultrapassou os dois ingleses e ascendeu ao comando, com o seu colega de equipa a fazer o mesmo ao piloto da Audi, com os homens da BMW a fugirem aos seus adversários, ficando claro que, em condições normais, a “dobradinha” não escaparia à marca alemã.

Só que o inexplicável desentendimento, quando Alexander Sims tentou a ultrapassagem e António Félix da Costa defendeu-se, liquidou essa hipótese. O facto do carro do português ter ficado mal colocado obrigou à entrada do “safety car”, que sairia da pista na derradeira volta, o que obrigou a Jéromê D’Ambrosio a defender-se de Robin Frijins (Audi) e garantiu a vitória.

CLASSIFICAÇÕES

CORRIDA

POS. PILOTO CARRO TEMPO
1.º Jerome D’Ambrosio Mahindra M5 Electro 46’45,884″
2.º Robin Frijins Audi E-Tron FE 05 a 0,143″
3.º Sam Bird Audi E-Tron FE 05 0,461″
4.º Alexander Sims BMW IFE.18 0,740″
5.º Jean-Eric Vergne DS E-Tense FE 19 a 1,232″
6.º Andre Lotterer DS E-Tense FE 19 a 1,457″
7.º Lucas di Grassi Audi E-Tron FE 05 a 1,633″
8.º Sébastien Buemi Nissan IM01 a 2,455″
9.º Mitch Evans Jaguar I-Type 3 a 2,980″
10.º Daniel Abt Audi E-Tron FE 05 a 4,014″
11.º Jose Maria Lopez Penske EV-3 a 4,528″
12.º Maximilian Gunther Penske EV-3 a 6,034″
13.º Eduardo Mortara Venturi VE VFE05 a 6,790″
14.º Nelson Piquet jr. Jaguar I-Type 3 a 6,833″
15.º Oliver Rowland Nissan IM01 a 7,529″
16.º Oliver Turvey NIO 004 a 9,241″
17.º Tom Dillmann NIO 004 a 9,665″
18.º Felipe Massa Venturi VE VFE05 a 10,250″

CAMPEONATOS

PILOTOS

POS. PILOTO PONTOS
1.º Jerome D’Ambrosio 40
2.º Jean-Eric Vergne 28
3.º António Félix da Costa 28
4.º Andre Lotterer 19
5.º Sam Bird 18
6.º Robin Frlins 18
7.º Mitch Evans 14
8.º Sébastien Buemi 12
9.º Alexander Sims 12
10.º Lucas di Grassi 9
11.º Oliver Rowland 6
12.º Daniel Abt 5
13.º Nelson Piquet jr. 1

EQUIPAS

POS. EQUIPAS TOTAL
1.º DS Techeetah 47
2.º BMW i Andretti Motorsport 40
3.º Mahindra Racing 40
4.º Envision Virgin Racing 36
5.º Nissan e. dams 18
6.º Panasonic Jaguar Racing 15
7.º Audi Sport Abt Schaeffler Formula E Team 14

 

Próxima prova – Circuito Parque O’Higgins, em Santiago do Chile, dia 26 de Janeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *