Pedro Pereira apto para o desafio do Alto Tâmega

Lista de Inscritos CNR

Rali Alto Tamega Itinerário CNR

Depois de muitos meses de espera em que, pelo meio, esteve sujeita a apertadas medidas de confinamento na sequência da pandemia da Covid-19, a dupla Pedro Peres e Sandro Trindade está desejosa de mostrar serviço este fim-de-semana na região transmontana de chaves e Boticas ao volante de um Peugeot 106 integrada nos Desafios Kumho Asfalto e Norte.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

O Rali Alto Tâmega é o próximo desafio de Pedro Pereira e Sandro Trindade, o primeiro na presente temporada e, também, o primário, aos comandos do Peugeot 106, embora tenham alinhado na IV edição do Rally Legends Luso-Bussaco, em meados de Dezembro último, mas de uma forma muito social.

Desta vez, e de forma mais efusiva em termos de competitividade, Pedro Pereira e Sandro Trindade integram a “armada” Kumho, composta por dezenas e meia de formações distribuídas pelas Divisões 1 e 2, para fazer furor juntamente com o pelotão do Campeonato de Portugal de Ralis que alinha sábado e domingo no Rali do Alto Tâmega.

Para este novo desafio, em que a dupla bairradina vai esgrimir argumentos no Kumho Asfalto e Norte ao longo de seis provas especiais no coração da região transmontana entre Chaves e Boticas, Pedro Pereira vai procurar os melhores resultados, numa temporada em que o mais importante passará pela adaptação à nova viatura.

«Este é o nosso primeiro rali a “sério” – se bem que o Rally Legends Luso-Bussaco também o era, mas em moldes bastante diferenciados – com o Peugeot 106, mas estamos convictos de que o Rali Alto Tâmega é muito difícil pelos mais diversos motivos. As dificuldades serão, naturalmente, acrescidas, desde a Maio competitividade da viatura relativamente ao Peugeot 107 em que fizemos o Challenge 1000, bem como aos pneus», avaliou o jovem piloto do Buçaco.

As naturais dificuldades que irá encontrar no regresso à competição não tira o ânimo ao piloto e navegador que se mostram muito motivados para a sua primeira prova da temporada: «Vamos estar este fim-de-semana no Rali Alto Tâmega com uma combinação de factores em equação que, embora possa dificultar a prova, temos a missão de cumprir dois objectivos. O primeiro é fazer o maior número de quilómetros possível e ganhar ritmo competitivo e, o segundo, passa por nunca deixar de tentar vencer a classe em que estamos inseridos, sabendo de antemão que a concorrência é muito forte», referiu Pedro Pereira.

Para esta primeira prova da temporada a dupla proveniente da Bairrada procura três realidades basilares: «Entender melhor a performance da viatura em modo de competição, perceber a aderência dos pneumáticos Kumho e, não menos importante, agir convenientemente num rali que desconheço totalmente. Mas para que possamos evoluir, é importante manter o condão de vitória, como é nosso apanágio, pese embora tenhamos a noção da desvantagem em que nos encontramos relativamente no confronto directo com os nossos adversários circunstanciais», confidenciou Pedro Pereira.

Na visita ao Alto Tâmega, o mais importante é perceber, durante as primeiras especiais da prova, o comportamento do Peugeot 106 preparado por Paulo Duarte, da portuense MRD Motorsport, sem entrar em grandes euforias, até porque, repito, sabemos que a nossa concorrência tem mais experiência», explicou o piloto.

Para além do envolvimento da MRD Motorsport, mantêm-se como parceiros deste projecto da jovem dupla Pedro Pereira e Sandro Trindade, a Dronezone, Churrasqueira Rocha (Mealhada), Vinyl M Hotel, Green Partner, Junta de Freguesia de Luso, Termas de Luso e Auto Look (www.autolook.pt).

O Rali do Alto Tâmega, organizado pelo CAMI e pontuável para o Campeonato Norte de Ralis, onde esta inserido a “armada” do Desafio Kumho Asfalto e Norte, conta com quatro provas especiais de classificação divididas por um etapa e duas secções, a disputar no domingo.

A “ementa” é servida com dupla passagem pelos troços de Chaves/Boticas (19,43 km) e Boticas (14,23 m), num total de 195,61 km, 67,26 dos quais disputados ao cronómetro.

Refira-se, por último, que o primeiro concorrente do Campeonato Norte de Ralis (CNR) sai para a estrada 5 minutos após o último concorrente do Campeonato de Portugal de Ralis (CPR).

PROGRAMA PARA DOMINGO – (30 DE AGOSTO – CPR)

9h48 – PEC 3 – Chaves/Boticas 1

11h09 – PEC 4 – Boticas 1

13h15 – PEC 5 – Chaves/Boticas 2

14h36 – PEC 6 – Boticas 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: