Paulo Neto: “Aprender o Skoda no asfalto”

Depois das excelentes indicações dadas em pisos de terra, Paulo Neto e Vítor Hugo regressam aos comandos do Skoda Fabia R5 para disputar a primeira prova de asfalto integrados no Campeonato de Portugal de Ralis. A expectativa é enorme mas o objectivo é mesmo assimilar a viatura em asfalto.

(auto.look2010@gmail.com)

Mesmo tendo já disputado o Rali das Camélias em 2019 aos comandos do Skoda Fabia R5, em asfalto, mas sob condições de chuva, a verdade é que a dupla Paulo Neto e Vítor Hugo olha para este Rali de Castelo Branco como o primeiro grande desafio ao volante deste carro nos pisos de asfalto.

«Nas Camélias a ideia foi apenas estrear o carro e como estava a chover ficamos desde logo com a ideia de que existiria um longo caminho a percorrer, pois tudo era novo para nós. Entretanto, já fizemos um teste em asfalto com a ARC Sport, equipa que tem uma larga experiência com o carro, tendo também contado com a experiência do navegador António Costa para a nossa evolução, que nos foi muito útil; começou por referir Paulo Neto.

«Ao longo dos quase 100 quilómetros de teste permitiu-nos conhecer melhor o comportamento do carro neste tipo de piso, mas também ficarmos com a certeza que precisamos de mais quilómetros para nos habituarmos à sua travagem, ao curvar e ao ritmo mais elevado a que tudo se passa», acrescentou o piloto.

Para Paulo Neto, «é precisamente isso que vamos fazer ao Rali de Castelo Branco». «Vamos encarar esta primeira prova de asfalto do Campeonato de Portugal de Ralis como um teste competitivo, que nos permitirá ficar a conhecer melhor o Skoda Fabia R5, em que o foco principal será evoluir de troço para troço e, no final da prova, termos a certeza de que estávamos a ser cada vez mais competitivos em cada momento do rali».

Sobre este regresso à competição, após o interregno forçado devido à pandemia da Covid-19, Paulo Neto refere que «tínhamos muita vontade de voltar a competir». «Estou muito satisfeito que se tenha criado as condições ideais para que possamos voltar aos troços neste Rali de Castelo Branco. A Escuderia Castelo Branco está a fazer um excelente trabalho, mas temos que “todos” ter consciência de que vivemos ainda num período complicado e que toda a caravana que integra os ralis tem que cumprir com as regras do distanciamento social para que tudo corra bem e o campeonato possa decorrer com a normalidade possível até ao seu final».

A Paulo Neto Sport conta com os parceiros de Weber, Baxi, Dominó, Listor, Italbox, Quantinfor, AVF, Total, Vitarte, Peçintra e Cision.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: