Passeio de Coimbra a Foz Coa nas “asas” da Moovv

É já este fim-de-semana que um grupo amante das duas rodas parte à “descoberta” de percursos fantásticos e de extraordinária beleza, de Coimbra até ao Douro, com o foco centralizado em Vila Nova de Foz Coa…

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

Já lá vai o tempo que as motos personificavam juventude, irreverência e rebeldia. Hoje em dia, as duas rodas são, para a esmagadora maioria das pessoas, o substituto das quatro rodas, que possibilita passeios inesquecíveis por caminhos onde outros veículos não conseguem chegar. Para este fim-de-semana, um grupo de motards preparou um percurso assombroso e de especial beleza, ligando Coimbra a Vila Nova de Foz Coa, mas é no rio Douro que tudo acontece.

Parafraseando Adolfo Correia da Rocha, conhecido pelo pseudónimo de Miguel Torga, transmontano de gema que adotou Coimbra como “sua”, o «Douro, Rio e Região são a realidade mais séria que temos. E é no mapa da pequenez que nos coube, a única evidência incomensurável com que podemos assombrar o mundo».

É precisamente perante este desígnio que um grupo de motards de Coimbra – um deles com raízes em Vila Nova de Foz Coa, nomeadamente César Filipe Silvestre – preparou um passeio de dois dias para presenciar com toda a calma a paisagem envolvente que a região do Douro Vinhateiro tem para oferecer.

No sábado, o ponto e encontro está agendado para as 8h02, no Café Tiro-Liro, na Rua das Pragueira, junto ao Centro e Saúde de Eiras, para um cafezinho e vestir a t-shirt alusiva ao passeio co que irá acompanhar o grupo. Trata-se de uma área esmerada que há vários anos conquistou os clientes por oferecer um espaço nobre na área da restauração, casando o serviço esperado com o serviço percebido de maneira a atingir a satisfação.

Após o café, servido pelos irmãos César e Luís Silvestre e que servirá de tónico para uma curtíssima viagem até à Moovv Automóveis, na Estrada de Eiras, os participantes serão obsequiados, a partir das 8h31, pela simpatia dos sócios-gerentes de uma jovem empresa que pretende inovar no universo da mobilidade e que tem por missão acrescentar valor na área em que estão inseridos.

O momento fica marcado por uma foto de grupo, seguindo-se o tão desejado passeio que levará os motards ao Cais Fluvial do Pocinho, com chegada prevista para as 12h02, desenvolvendo-se, de imediato, a entrada no barco para iniciar uma jornada à boleia dos motores da embarcação até à estação de Almendra, incluindo a refeição, à base do tradicional Leitão à Bairrada.

De regresso ao Cais Fluvial o Pocinho, a comitiva dirige-se para a Quinta do Daniel, no concelho de Vila Nova de Foz Côa, no Pocinho, mesmo junto à barragem. O objectivo passa por uma prova de vinho, onde se faz o saboroso Valle do Nídeo – Douro DOC, parte de um projecto empresarial iniciado em 1941 por Hermínio Augusto Abrantes com a aquisição da Quinta do Daniel, propriedade referenciada desde o ano de 1893.

Já o lanche-ajantarado será servido na Foz do Rio Sabor, baseado em peixinho frito com salada e pão caseiro e a excelência do vinho demarcado da sub-região do Douro Superior. Depois de bem regados e barriga cheia, os motards vão pernoitar na Pousada da Juventude, localizada em Vila Nova de Foz Côa, a 4 km do Parque Arqueológico do Vale do Côa, onde pode ser possível observar pinturas rupestres com vários milhares de anos.

Retemperadas as energias durante a pernoita, a comitiva tem o domingo reservado para múltiplas iniciativas antes do regresso a Coimbra. Após o pequeno-almoço, as motos fazem-se de novo à estrada em direcção a Almendra para dar início ao percurso da Estrada Nacional 222, via que integra a rede nacional de estradas de Portugal, que liga Almendra a Vila Nova de Gaia, e vice-versa ao longo da margem esquerda do rio Douro, com passagem por S. João da Pesqueira e Régua.

Com o almoço a ter lugar no Torrão, os motards seguem posteriormente para Resende para uma paragem obrigatória para saborear e abusar das célebres cerejas. A distância em linha reta entre Resende (Viseu) e Vila Nova de Gaia (Porto), é de 54,26 km, mas a distância de condução é 97 km e leva 1h22 para efectuar a viagem. A derradeira etapa de um fim-de-semana inesquecível está prevista para o final da tarde de domingo, com chegada a Coimbra aos últimos raios solares de domingo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *