Ott Tanak: vantagem de “jogar em casa”

O estónio da Hyundai Motorsport segurou este sábado, em casa, a liderança do Rali da Estónia, quarta prova do Mundial da especialidade (WRC), e primeira após Março, depois de concluída a primeira jornada.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Favorito à partida, pelo facto de “jogar em casa”, o estónio Ott Tanak (Hyundai i20 Coupé WRC) terminou o segundo dia do Rali da Estónia, pela primeira vez integrado do calendário do Campeonato do Mundo de Ralis (WRC), no comando, com os cinco primeiros a partirem para o derradeiro dia da competição separados por 36,8”, pelo que nada está decidido.

Mais rápidos na Super Especial (1,28 km) que, ontem, abriu o rali, o finlandês Kalle Rovampera (Ford Fiesta WRC) e o francês Sébastien Ogier (Toyota Yaris WRC9 foram os primeiros comandantes da prova, posição que perderam, hoje, logo ao começo do dia, para o finlandês Kalle Rovampera (Toyota Yaris WRC), o mais rápido na primeira classificativa do dia.

Só que, logo a seguir, Ott Tanak ascendeu ao comando, para o manter até ao final do dia, sempre à frente do irlandês Craig Breen (Hyundai i20 Coupé WRC) que na mesma altura ascendeu ao segundo lugar para terminar o dia a 11,7” do comandante.

Sébastien Ogier (Toyota Yaris WRC), para já, completa o pódio, a 17,0” do irlandês e com 6,2” de avanço sobre Kalle Rovampera, com o inglês Elfyn Evans (Toyota Yaris WRC) a fechar o lote dos que estão a menos de um minuto do primeiro lugar e estando a escassos 1,9” de Kalle Rovampera.

O dia correu mal ao belga Thierry Neuville (Hyundai i20 Coupé), que tinha completado a primeira volta pelas cinco especiais do dia em terceiro, a 11,1” de Ott Tanak, mas que logo no início da segunda volta bateu numa pedra, danificou a roda e foi obrigado a renunciar.

A estrada

O Rali da Estónio termina, amanhã, com uma dupla passagem por três especiais, a última das quais a funcionar como “Power Stage”, que tem uma extensão (20,04 km) pouco habitual para este tipo de classificativa que permite a conquista de pontos suplementares aos cinco mais rápidos.

Classificação após 11 especiais

1.º Ott Tanak/Martin Jarveoja (Hyundai i20 Coupé WRC), 1.15’08,4”

2.º Craig Breen/Paul Nagle (Hyundai i20 Coupé WRC), a 11’7”

3.º Sébastien Ogier/Julien Ingrassia (Toyota Yaris WRC), a 28,7”

4.º Kalle Rovampera/Jonne Halttunen (Toyota Yaris WRC), a 34,9”

5.º Elfyn Evans/Scott Martin (Toyota Yaris WRC), a 36,8”

6.º Takamoto Katsuta/Daniel Barritt (Toyota Yaris WRC); a 1’01,9”

7.º Esapekka Lappi/Janne Ferm (Ford Fiesta WRC), a 1’41,7”

8.º Teemu Suninen/Jarmo Lehtinen (Ford Fiesta WRC), a 1’50,9”

9.º Pierre-Yves Loubet/Vincent Landais (Hyundai i20 Coupé WRC), a 2’15,2”

10.º Gus Greensmith/Elliott Edmondson (Ford Fiesta WRC), a 3’03,1”

Estão classificadas mais 42 equipas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: