Ott Tanak joga todas as fichas em “casa”

Na Estónia são muitos os motivos de interesse para saber quem sobe ao lugar mais alto do pódio, onde o calor aperta e os pisos de terra apresentam uma camada bastante dura, o que dificulta a tarefa dos pilotos…

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Vencedor das três últimas edições do Rali da Estónia, depois de já ter ganho em 2014, embora só o ano passado a prova tenha contado para o WRC (Campeonato do Mundo de Ralis) o estónio Ott Tanak (Hyundai i20 Coupé WRC) parte como favorito para colocar ponto final, no domínio do francês Sébastien Ogier (Toyota Yaris WRC), que soma quatro vitórias em seis provas, as duas últimas consecutivas.

Resta saber se a mecânica do carro sul-coreano não trai, como já sucedeu por mais de uma vez, a vontade do piloto, impedindo-o de alcançar a vitória, que juntaria aquela que conquistou no Rali do Árctico.

É que têm sido os problemas mecânicos, por vezes fruto de embates mais violentos com pedras, que têm condicionado os resultados dos pilotos da Hyundai, como sucedeu no “Safari”, onde o belga Thierry Neuville (Hyundai i20 Coupé WRC) perdeu uma vitória que parecia certa, depois de ter danificado a suspensão.

Curiosidade em relação ao que o japonês Takamoto Katsuta (Toyota Yaris WRC), o único, até agora, a completar as seis provas efectuadas, será capaz de fazer depois de ter sido segundo, o seu melhor resultado no “Mundial”, no “Safari”, uma das provas mais duras do calendário.

Na Hyundai, o irlandês Craig Breen (Hyundai i20 Coupé WRC) volta a juntar-se à equipa, rendendo o espanhol Dani Sordo, enquanto na Ford, o finlandês Teemu Suninen (Ford Fiesta WRC) volta a sentar-se ao volante do WRC da marca da oval, por troca com o francês Adrien Fourmax (Ford Fiesta Rally2) que regressa ao Fiesta Rally2.

Interessante vai ser a luta pela vitória entre os RC2, agrupamento que tem os quatro primeiros separados por nove pontos.

O norueguês Andreas Mikkelsen (Skoda Fabia Rally2 Evo) comanda com dois pontos de avanço sobre o compatriota Mads Ostberg (Citroen C3 Rally2), cinco sobre o boliviano Marco Bulacia Wilkinson (Skoda Fabia Rally2 Evo) e nove sobre o finlandês Esapekka Lappi, que vai estar ausente.

Mas na luta pela vitória na categoria estarão, ainda, o finlandês Jari Huttunen (Hyundai i20 R5), o russo Nikolay Gryazin (VW Polo GTi R5), o sueco Oliver Solberg (Hyundai i20 R5) e o polaco Kajetan Kajetanowicz (Skoda Fabia Rally2 Evo) pelo que o duelo entre os Rc2 pode ser tão ou mais intenso do que o pelo triunfo absoluto.

A estrada

Centrado na cidade de Tartu, o Rali da Estónia decidir-se-á em 24 provas de classificação, abrindo, esta quinta-feira, com uma Super Especial (1,64 km) nas ruas da cidade.

Esta sexta-feira, dupla passagem por quatro classificativas, situação que é repetida no sábado, ainda que esse dia termine com a segunda passagem pela Super Especial citadina. Finalmente no domingo mais uma dupla passagem pelas três derradeiras classificativas, com a última a funcionar como “Power Stage”.

CLASSIFICAÇÕES DOS “MUNDIAIS”

PILOTOS – 1.º, Sébastien Ogier, 133 pontos; 2.º, Elfyn Evans, 99; 3.º Thierry Neuville, 77; 4.º Ott Tanak, 69; 5.º, Takamoto Katsuta, 66; 6.º, Kalle Rovampera, 56; 7.º, Gus Greensmith, 34; 8.º, Dani Sordo, 31; 9.º, Adrien Fourmaux, 30; 10.º, Craig Breen, 24; 11.º, Mads Ostberg, 12; 12.º, Jari Huttunen, 10; 13.º, Teemu Suninen, 9; 14.º, Esapekka Lappi, 7; 15.º, Andreas Mikkelsen, Oliver Solberg, Yohan Rossel, Onkar Rai, 6; 19.º, “Pepe” Lopez, Karan Patel, 4; 21.º, Jan Solans, Carl Tundo, 2; 23.º, Eric Camilli, Nikolay  Gryazin, Marco Bulacia Wilkinson, 1,

NAVEGADORES – 1.º, Julien Ingrassia, 133 pontos; 2.º, Scott Martin, 99; 3.º Martijn Wydaeghe, 77; 4.º, Martin Jarveoja, 69; 5.º, Daniel Barritt, 66; 6.º, Jonne Halttunen, 56; 7.º, Renaud Jamoul, 30; 8.º, Chris Patterson, 28 ; 9.º, Paul Nagle, 24; 10.º, Borja Rozada, 20; 11.º, Torstein Eriksen, 12 ; 12.º, Carlos Del Barrio, 11; 13.º, Mikko Lukka, 10; 14.º, Mikko Markkula, 9; 17.º, Janne Ferm, 7; 16.º, Ola Floene, Sebastian Marshall, Alexandre Coria, Drew Sturrock, Elliott Edmonson, 6; 21.º, Diego Valejo, Tauseef Khan, 4; 23.º, Rodrigo Sanjuan, Tim Jessop, 2; 25.º, François-Xavier Buresi, Konstantin Aleksandrov, Marcelo Der Ohannesian, 1.

MARCAS – 1.º, Toyota Gazoo Racing WRT, 273 pontos; 2.º, Hyundai Shell Mobis WRT, 214; 3.º, M-Sport Ford WRT, 109; 4.º, Hyundai 2C Competition, 28

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *