Ott Tanak “foge” à concorrência em Fafe

O líder do Vodafone Rali de Portugal não se deixou “desligar” de todas as decisões, abordando os 11,88 km da 15.ª prova especial ao ataque e a ganhar mais uns “pozinhos” na fuga para o triunfo final.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

O estónio Ott Tanak (Toyota Yaris WRC) foi o mais rápido na primeira passagem por Fafe, que vai ser a derradeira especial do rali, o que quer dizer que o estónio está na disposição de arrecadar os cinco pontos da “Power Stage”.

Ao ganhar três segundos ao inglês Kris Meeke (Toyota Yaris WRC) que foi 4,1” mais rápido que o belga Thierry Neuville (Hyundai i20 Coupé WRC), Ott Tanak pode ter dado o primeiro passo para ser o primeiro piloto a vencer três provas esta temporada, com o inglês a tornar, cada vez mais, possível o 1-2 da marca nipónica.

Entretanto, Fafe marcou o final da prova para o finlandês Esapekka Lappi (Citroën C3 WRC) não por causa de ter capotado na primeira passagem por Montim, mas por ter batido forte, com a traseira esquerda, pancada que danificou a suspensão e o impediu de prosseguir.

O norueguês Mads Ostberg (Citroen C3 R5) voltou a ser o mais rápido entre os RC2, com o comandante da categoria, o finlandês Kalle Rovampera (Skoda Fabia R5 Evo), a optar por uma toada cautelosa, para não colocar em causa um triunfo que parece garantido.

Entre os portugueses, António Dias (Skoda Fabia R5) não entrou na especial, onde José Pedro Fontes (Citroen C3 R5) voltou a ser o mais rápido, a exemplo do que sucedera em Montim, à frente de Armindo Araújo (Hyundai i20 NG R5) que cimentou a posição de “melhor português”.

TEMPOS

15.ª PC – FAFE 1 (18,88 KM) – 1.º, Ott Tanak/Martin Jarveoja (Toyota Yaris), 6’38,6”; 2.º, Kris Meeke/Sebastian Marshall (Toyota Yaris WRC), 6’41,6”; 3.º, Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul (Hyundai i20 Coupé WRC), 6’42,7”; 4.º, Dani Sordo/Carlos Del Barrio (Hyundai i20 Coupé WRC), 6’43,3”; 5.º, Jari-Matti Latvala/Mikka Antilla (Toyota Yaris WRC), 6’48,8”; 6.º, Elfyn Evans/Scott Martin (Ford Fiesta WRC), 6’49,5”; 7.º, Sébastien Loeb/Daniel Elena (Hyundai i20 Coupé WRC), 6’49,6”; 8.º, Teemu Suninen/Marko Salminen (Ford Fiesta WRC), 6’49,9”; 9.º, Sébastien Ogier/Julien Ingrassia (Citroen C3 WRC), 6’50,4”; 10.º, Gus Greensmith/Elliott Edmondson (Ford Fiesta WRC), 6’55,8”; 11.º, Mads Ostberg/Torstein Eriksen (Citroen C3 R5), 6’59,5”; …; 22.º, José Pedro Fontes/Carlos Magalhães (Citroen C3 R5), 7’14,2”; …; 28.º, Armindo Araújo/Luís Ramalho (Hyundai i20 NG R5), 7’25,2”; 29.º, Bruno Magalhães/Hugo Magalhães (Hyundai i20 NG R5), 7’28,3”; 30.º, Diogo Salvi/Paulo Babo (Skoda Fabia R5), 7’29,1”; 31.º, Pedro Almeida/Nuno Almeida (Skoda Fabia R5), 7’33,0”

GERAL APÓS 15 ESPECIAIS – 1.º, Ott Tanak/Martin Jarveoja (Toyota Yaris WRC), 2.59’52,7”; 2.º, Kris Meeke/Sebastian Marshall (Toyota Yaris WRC), a 5,4”; 3.º, Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul (Hyundai i20 Coupé WRC), a 13,6”; 4.º, Sébastien Ogier/Julien Ingrassia (Citroen C3 WRC), a 42,6”; 5.º, Teemu Suninen/Marko Salminen (Ford Fiesta WRC), a 2’25,9”; 6.º, Esapeka Lappi/Janne Ferm (Citroen C3 WRC), a 2’47,6”; 7.º, Elfyn Evans/Scott Martin (Ford Fiesta WRC), a 6’30,1”; 8.º, Kalle Rovampera/Jonne Halttunen (Skoda Fabia R5 Evo), a 9’22,9” (1.º RC2); 9.º, Jan Kopecky/Pavel Dresler (Skoda Fabia R5 Evo), a 10’25,7”; 10.º, Pierre-Louis Loubet/Vicent Landais (Skoda Fabia R5), a 11’08,3” …; 19.º, Armindo Araújo/Luís Ramalho (Hyundai i20 NG R5), a 16’20,6”; 22.º, Bruno Magalhães/Hugo Magalhães (Hyundai i20 NG R5), a 18’36,2”; 23.º, Pedro Almeida/Nuno Almeida (Skoda Fabia R5), a 23’42,3”; …; 25.º, José Pedro Fontes/Carlos Magalhães (Citroen C3 R5), a 25’49,5”; …; 32.º, Diogo Salvi/Paulo Babo (Skoda Fabia R5), a 41’59,2”

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação