Ott Tanak demolidor no período matinal

O piloto estónio abordou as três primeiras especiais do segundo dia do Vodafone Rally de Portugal de forma autoritária, não dando a mínima hipótese aos seus mais directos opositores, caminando para um triunfo anunciado.

PEDRO RORIZ E CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com)

Mais rápido nas três especiais da manhã, o estónio Ott Tanak (Hyundai i20 Coupé WRC) deu um importante passo rumo à vitória no Vodafone Rally de Portugal pois além ter aumentado a vantagem para os seus perseguidores, deixou-os sem capacidade de reacção, já que nenhum deles usou contestar a sua superioridade.

Embora seja cedo para entrar em modo de gestão, a forma como Ott Tanak tem gerido o desgaste dos pneus tem sido exemplar e com isso foi paulatinamente aumentando a sua vantagem que subiu de 6,0” para 19,2” sobre o inglês Elfyn Evans (Toyota Yaris WRC) e de 9,0” para 25,3” sobre o espanhol Dani Sordo (Hyundai i20 Coupé WRC).

O japonés Takamoto Katsuta (Toyota Yaris WRC) e o francés Sébastien Ogier (Toyota Yaris WRC), que parece já estar com a cabeça na “Power Stage”, continuam a lutar pelo quarto lugar, com o japonés a terminar a manhã com escasso meio segundo de vantagem sobre o francés.

O belga Thierry Neuville (Hyundai i20 Coupé WRC) que abria a estrada, em consequência do abandono de ontem, penalizou 16 minutos (2’40” em termos de classificação), à entrada de Amarante, teóricamente, para beneficiar do piso mais limpo, mas fê-lo de forma a pasar a rodar à frente de Dani Sordo, naquilo que pode ser uma manobra para ajudar o espanhol a chegar ao segundo lugar.

Armindo Araújo (Skoda Fabia Rally2), que continua a ser o melhor dos portugueses que continuam em prova, sofreu um furo em Amarante e foi batido por Bruno Magalhães (Hyundai i20 R5) na especial, mas manteve a vantagem na geral.

11.ª PC – AMARANTE 1 (37,92 KM)

1.º Ott Tanak/Martin Jarveoja (Hyundai i20 Coupé WRC), 24’11.9”

2.º Elfyn Evans/Scott Martin (Toyota Yaris WRC), 24’12,8”

3.º Dani Sordo/Borja Rozada (Hyundai i20 Coupé WRC), 24’14,3”

4.º Sébastien Ogier/Julien Ingrassia (Toyota Yaris WRC), 24’19,7”

5.º Takamoto Katsuta/Daniel Barritt (Toyota Yaris WRC), 24’29,4”

6.º Gus Greensmith/Chris Patterson (Ford Fiesta WRC), 24’38,1”

7.º Adrien Fourmaux/Renaud Jamoul (Ford Fiesta WRC), 24’46,2”

8.º Kalle Rovampera/Jonne Halttunen (Toyota Yaris WRC), 24’47,1”

9.º Thierry Neuville/Martijn Wydaeghe (Toyota i20 Coupé WRC), 25’06,7”

10.º Esapekka Lappi/Janne Ferm (VW Polo GTi R5), 25’24,2” (1.º RC2)

27.º Bruno Magalhães/Carlos Magalhães (Hyundai i20 R5), 26’51,2”

29.º Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skoda Fabia Rally2 Evo), 26’59,9”

30.º Paulo Neto/Vítor Hugo (Skoda Fabia R5), 27’03,6”

37.º André Villas-Boas/Gonçalo Magalhães (Citroen C3 Rally2), 29’32,9”

CLASSIFICAÇÃO GERAL, APÓS 11 ESPECIAIS

1.º Ott Tanak/Martin Jarveoja (Hyundai i20 Coupé WRC), 2.13’02,3”

2.º Elfyn Evans/Scott Martin (Toyota Yaris WRC), a 19,2”

3.º Dani Sordo/Borja Rozada (Hyundai i20 Coupé WRC), a 25,3”

4.º Takamoto Katsuta/Daniel Barritt (Toyota Yaris WRC), a 1’04,4”

5.º Sébastien Ogier/Julien Ingrassia (Toyota Yaris WRC), a 1’04,9”

6.º Kalle Rovampera/Jonne Halttunen (Toyota Yaris WRC), a 1’44,8”

7.º Gus Greensmith/Chris Patterson (Ford Fiesta WRC), a 2’03,4”

8.º Adrien Fourmaux/Renaud Jamoul (Ford Fiesta WRC), a 3’30,5”

9.º Esapekka Lappi/Janne Ferm (VW Polo GTi R5), a 6’19,1” (1.º RC2)

10.º Teemu Suninen/Mirkko Markkula (Ford Fiesta Rally2), a 6’33,1”

20.º Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skoda Fabia Rally2 Evo), a 12’07,9”

24.º Bruno Magalhães/Carlos Magalhães (Hyundai i20 R5), a 14’22,0”

26.º Paulo Neto/Vítor Hugo (Skoda Fabia R5), a 18’33,9”

31.º André Villas-Boas/Gonçalo Magalhães (Citroen C3 Rally2), a 28’16,4”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *