Óscar Haro: “Meu pai morreu com falta de ventilador”

 “O meu pai precisava de um ventilador para não morrer e não lho deram”, disse, de forma dolorosa, o director desportivo da equipa LCR Honda (MotoGP).

(auto.look2010@gmil.com)

Pai de Óscar Haro

Óscar Haro, director desportivo da equipa LCR Honda (MotoGP) contou nas redes sociais a tragédia que se abateu na sua vida. O pai é uma das vítimas mortais do coronavírus e faleceu devido à falta de ventiladores em Espanha.

«Ninguém deveria morrer sozinho. O meu pai começou a trabalhar com 14 anos e fê-lo até aos 65 e nunca pediu nada a ninguém. Ele precisava de um ventilador para não morrer e não lho deram. O médico chamou-me em lágrimas a pedir-me permissão para o deixar morrer. Esta é a Espanha que temos», relatou.

Óscar Haro também partilhou um vídeo em que se mostra indignado com a situação em Espanha: «Creio que 80% deste país não sabe como está a situação. Não entendo como país tão grandes como a China ou a Itália têm as fronteiras encerradas e continuam a morrer pessoas», disse lançando ainda uma mensagem de esperança.

«É o momento de lutar e colocar este país à tona de água», concluiu o director desportivo da equipa LCR Honda (MotoGP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: