Operação Natal e Ano Novo reforça controlo

A GNR intensificará o patrulhamento rodoviário no país, entre esta quarta-feira e 4 de Janeiro, nas vias de maior tráfego devido às eventuais deslocações de pessoas durante as festividades desta época do ano.

(auto.look2010@gmail.com)

A Guarda Nacional Republicana (GNR) divulgou, em comunicado, que durante a Operação Natal e Ano Novo o objectivo é «prevenir a sinistralidade rodoviária, garantir a fluidez do tráfego e apoiar todos os utentes das vias, estando ainda atenta às imposições legais decorrentes do actual estado de emergência, como as restrições à circulação e ao recolher obrigatório».

Podendo ocorrer, em especial neste período de Natal, algum aumento do tráfego, a GNR adverte que terá «especial preocupação com os comportamentos de risco dos condutores que por vezes são motivadores de sinistralidade grave», tais como «ao excesso de velocidade, manobras perigosas, à correcta sinalização e execução de manobras de ultrapassagem, de mudança de direcção e de cedência de passagem e à utilização indevida do telemóvel».

A GNR estará também particularmente atenta «à não circulação na via mais à direita em auto-estradas e itinerários principais e complementares, bem como à incorrecta ou a não utilização do cinto de segurança e/ou dos sistemas de retenção para crianças».

Para que os condutores tenham umas festividades tranquilas, e aos que necessariamente se tenham de deslocar, a GNR aconselha a que adeqúem a velocidade às condições meteorológicas, ao estado da via e ao volume de tráfego rodoviário, mantenham a calma em situações de elevada intensidade de tráfego, que possam obrigar à circulação a baixa velocidade e evitem manobras que possam resultar em embaraço para o trânsito ou contribuir para a ocorrência de acidentes.

Na mesma linha, a GNR aconselha ainda os condutores que adoptem uma condução «atenta, cautelosa e defensiva, para que esta quadra natalícia e a entrada no novo ano, sejam períodos de caracterizados por felicidade e de união das famílias, contribuindo para a redução dos índices de sinistralidade rodoviária».

Segundo a GNR, no actual contexto de pandemia, os condutores rodoviários devem ainda abster-se de acções, atitudes e comportamentos que poderão potenciar a propagação do vírus covid-19, devendo seguir e garantir o cumprimento das orientações da Direcção-Geral de Saúde.

Pede a GNR também que se cumpram as regras de circulação decorrentes dos normativos aprovados no âmbito do actual estado de emergência e que as pessoas mantenham o distanciamento físico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *