O dia promete lutas titânicas no Minho

O piloto britânico Elfyn Evans (Toyota GR Yaris Rally1 defende, no segundo dia da 55.ª edição do Vodafone Rally de Portugal, a liderança da classificação, com o seu companheiro de equipa, o finlandês Kalle Rovanperä, no seu encalce.

PEDRO RORIZ E CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com)

Kalle Rovampera e Jonne Halttunen (Toyota GR Yaris Rally1)

Separados por 13,6 segundos à partida para a primeira das sete especiais e conscientes que a vitória se vai jogar entre eles, o inglês Elfyn Evans e o finlandês Kalle Rovanpera, ambos em Toyota GR Yaris Rally1, entraram ao “ataque” e “aviaram”, na especial de Vieira do Minho, 10 segundos à concorrência, com o primeiro a levar a melhor por 1,3 segundos, o que lhe permitiu aumentar a vantagem para 14,6 segundos.

Restará saber até quando, até porque Jari-Matti Latvala, director desportivo da marca nipónica, vai dar “roda livre” aos pilotos que com a sua discussão podem condicionar o triunfo do construtor japonês, vencedor nas duas últimas edições por intermédio do estónio Ott Tanak (2019) e de Elfyn Evans (2021).

De assinalar o regresso à estrada dos franceses Sébastien Loeb (Ford Puma Rally1) e Sébastien Ogier (Toyota GR Yaris Rally1), depois dos abandonos de ontem, que abrem a estrada, por esta ordem e que voltaram à competição para ajudar a respectivas marcas a recolherem mais dados sobre o comportamento dos carros em piso de terra, já que esta é a primeira prova em que tal sucede.

Sébastien Loeb abandonou com a suspensão traseira direita partida do seu Puma e Sébastian Ogier, campeão do mundo em título, após ter sofrido dois furos no seu Toyota, que lhe esgotaram os pneus suplentes.

No que diz respeito aos RC2, o finlandês Teemu Suninen (Hyundai i20 N Rally2) está de volta ao comando, depois do norueguês Andreas Mikkelsen (Skoda Fabia Rally2 Evo), que saiu de Lousada no comando da categoria, ter sido forçado a renunciar, com problemas de motor. O finlandês dispõe, agora, de 21,7” de avanço sobre o francês Yohan Rossel (Citroen C3 Rally2) e 39,5” sobre o sueco Oliver Solberg (Hyundai i20 N Rally2).

Quanto aos portugueses, que agora lutam pelo honroso título de melhor português, depois de, ontem, Ricardo Teodósio (Hyundai i20 N Rally2) ter arrecadado os pontos correspondentes à vitória no campeonato, Armindo Araújo (Skoda Fabia Rally2 Evo) ganhou 6,6” a Ricardo Teodósio e reduziu para 17,5” o atraso em relação ao piloto algarvio.

CLASSIFICAÇÕES

10.ª PC – VIEIRA DO MINHO 1 (21,57 KM) – 1.º, Elfyn Evans/Scott Martin (Toyota GR Yaris Rally1), 13’37,9”; 2.º, Kalle Rovampera/Jonne Halttunen (Toyota GR Yaris Rally1), 13’39,2”; 3.º, Takamoto Katsuta/Aaron Johnston (Toyota GR Yaris Rally1), 13’49,3”; 4.º, Thierry Neuville/Martijn Windaeghe (Hyundai i20 N Rally1), 13’49,4”; 5.º, Ott Tanak/Martin Jarveoja (Hyundai i20 N Rally1), 13’49,6”; 6.º, Dani Sordo/Candido Carrera (Hyundai i20 N Rally1), 13’50,4”; 7.º, Sébastien Ogier/Benjamin Veillas (Toyota GR Yaris Rally1), 13’50,7”; 8.º, Adrien Fourmaux/Alexandre Coria (Ford Puma Rally1), 13’58,2”; 9.º, Craig Breen/Paul Nagle (Ford Puma Rally1), 13’58,5”; 10.º, Sébastien Loeb/Isabelle Galmiche (Ford Puma Rally1), 14’06,5”; …; 12.º, Teemu Suninen/Mikko Markkula (Hyundai i20 N Rally2), 14’19,6” (1.º RC2); ….; 22.º, Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skoda Fabia Rally Evo), 14’49,2”; 23.º, José Pedro Fontes/Inês Ponte (Citroen C3 Rally2), 14’51,0”; …; 25.º, Ricardo Teodósio/José Teixeira (Hyundai i20 N Rally2), 14’55,8”; …; 30.º, Paulo Caldeira/Ana Gonçalves (Citroen C3 Rally2), 16’51,3”; 31.º, Francisco Teixeira/João Serôdio (Skoda Fabia Rally2 Evo), 17’26,5”

GERAL APÓS 10 ESPECIAIS – 1.º, Elfyn Evans/Scott Martin (Toyota GR Yaris Rally1), 1.39’21,2”; 2.º, Kalle Rovampera/Jonne Halttunen (Toyota GR Yaris Rally1), a 14,9”; 3.º, Dani Sordo/Candido Carrera (Hyundai i20 N Rally1), a 56,9”; 4.º, Takamoto Katsuta/Aaron Johnston (Toyota GR Yaris Rally1), a 1’01,0”; 5.º, Pierre-Louis Loubet/Vincent Landais (Ford Puma Rally1), a 1’48,2”; 6.º, Thierry Neuville/Martijn Wyndaeghe (Hyundai i20 N Rally1), a 1’57,9”; 7.º, Craig Breen/Paul Nagle (Ford Puma Rally1), a 2’09,9”; 8.º, Gus Greensmith/Jonas Andersson (Ford Puma Rally1), a 2’11,2”; 9.º, Adrien Fourmaux/Alexandre Coria (Ford Puma Rally1), a 2’23,9”; 10.º, Ott Tanak/Martin Jarveoja (Hyundai i20 N Rally1), a 3’50,1”; 11.º, Teemu Suninen/Mikko Markkula (Hyundai i20 N Rally2), a 5’47,9” (1.º RC2); …; 19.º, Ricardo Teodósio/José Teixeira (Hyundai i20 N Rally2), a 10’32,9”; …; 21.º, Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skoda Fabia Rally Evo), a 11’50,4”; …; 23.º, José Pedro Fontes/Inês Ponte (Citroen C3 Rally2), a 14’35,9”; …;28.º, Paulo Caldeira/Ana Gonçalves (Citroen C3 Rally2), a 24’33,2”; 30.º, Francisco Teixeira/João Serôdio (Skoda Fabia Rally2 Evo), a 29’32,3”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.