Nyck De Vries implacável na Arábia Saudita

A temporada 2021 da Fórmula E teve hoje início, com o triunfo do holandês da Mercedes na primeira de duas corridas deste fim-de-semana. No traçado de Didiyah, na Arábia Saudita. O português António Félix da Costa subiu sete posições e terminou no 11.º lugar.

PEDRO RORIZ E CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com)

O holandês Nyck De Vries (Mercedes) venceu a primeira corrida do Campeonato do Mundo de Fórmula E, numa confirmação da superioridade, patenteada desde o primeiro treino livre, que o fez permanecer, sempre, no topo da tabela de tempos, colocando o seu nome na lista de vencedores da competição.

Com um arranque canhão, o holandês assumiu o comando de forma clara e nem as duas entradas do “safety car” – a primeira em consequência do “toque” entre o ingleses Sam Bird (Jaguar) e Alex Lynn (Mahindra), quando o primeiro tentava ganhar uma posição ao segundo que “fechou a porta” e tornou o contacto inevitável, a segunda por causa de um “toque” do alemão Max Gunther (BMW) num muro –, o impediram de, quando a corrida foi relançada de voltar a fugir aos seus perseguidores.

O suíço Eduardo Mortara (Venturi), autor de uma fabulosa ultrapassagem em que passou o neo-zelandês Mitch Evans (Jaguar) por um lado e o alemão Pascal Werhlein (Porsche), pelo outro, com o neo-zelandês a completar o pódio da primeira corrida da temporada, na qual António Félix da Costa (DS Techeetah), que saiu de 18.º, ficou à beira dos pontos ao terminar em 11.º, a menos de um segundo do inglês Oliver Turvey (Nio).

O piloto de Cascais, António Félix da Costa, que venceu a temporada 2019-20 da competição, teve de suar s estopinhas em Diriyah, para “trepar” sete lugares durante a corrida.

CLASSIFICAÇÕES

Corrida – 1.º Nyck De Vries (Mercedes), 46’44,765”; 2.º Edoardo Mortara (Venturi), a 4,119”; ’3.º Mitch Evans (Jaguar), a 4,619”; 4.º René Rast (Audi), a 4,852’’; 5.º Pascal Wehrlein (Porsche), a 7,962”; 6.º Oliver Rowland (Nissan), a 9,318”; 7.º Alexander Sims (Mahindra), a 9,686”; 8.º Stoffel Vandoorne (Mercedes), a 9,973”; 9.º Lucas Di Grassi (Audi), a 11,089”; 10.º Oliver Turvey (Nio), a 15,519”; …; 11.º António Félix da Costa (DS), a 16,225’’. Classificaram-se mais 10 pilotos

Campeonato

Pilotos – 1.º Nyck De Vries, 29 pontos; 2.º Edoardo Mortara, 18; 3.º Mitch Evans, 15; 4.º René Rast, 12; 5.º Pascal Wehrlein, 10; 6.º Oliver Rowland, 8; 7.º Alexander Sims, 6; 8.º Stoffel Vandoorne, 5; 9.º Lucas Di Grassi, 2; 10.º Oliver Turvey, 1

Equipas – 1.ª Mercedes-EQ Formula E Team, 34 pontos; 2.ª Rokti Venturi Racing, 18; 3.ª Jaguar Racing, 15; 4.ª Audi Sport ABT Schaeffler, 14; 5.ª TAG Heuer Porsche Formula E Team, 10; 6.ª Nissan e-Dams, 8; 7.ª Mahindra Racing, 6; 8.ª Nio 333 FE Team, 1

Próxima prova – Diriyah, dia 27 de Fevereiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *