Novos comandantes no centro das atenções…

Os 331 km de areia do SS provocaram uma “revolução” na classificação das motos e dos automóveis, com Paulo Gonçalves (Honda), cada vez mais confiante, a fazer o sexto tempo e a subir para nono, enquanto Mário Patrão (KTM) fecha o lote dos 20 primeiros.

Texto: PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Joan Barreda Bort (Honda)

O dia começou, logo, a correr mal para os dois homens da frente, com o espanhol Joan Barreda Bort (Honda) a perder-se e cair numa ravina, com os esforços para regressar ao traçado a serem infrutíferos e com o piloto a sair do local de helicóptero, enquanto o austríaco Mattias Walkner (KTM) perdeu-se, em consequência do nevoeiro e rodou, durante algum tempo, numa pista a quatro quilómetros do traçado ideal.

E se o austríaco conseguiu concluir o SS, mesmo perdendo mais de 20 minutos para os homens da frente, o espanhol foi forçado a renunciar. Como consequência, o chileno Pablo Quintanilla (Husqvarna), segundo no SS, atrás do francês Xavier De Soultrait (Husqvarna), que deu um “ar da sua graça”, ascendeu ao comando, à frente do argentino Kevin Benavides (Honda), com o inglês Sam Sunderland (KTM), em terceiro, a ser o melhor dos homens da marca austríaca.

Nasser Al-Attiyah (Toyota Hilux)

Nos automóveis sucedeu algo de semelhante, com o sul-africano Giniel De Villiers (Toyota Hilux), que estava no comando, a ficar parado a meio do SS com uma fuga de óleo, enquanto o espanhol Carlos Sainz (Mini JCW) arrancava a roda dianteira esquerda, ainda na fase inicial do SS, com ambos a esperarem pelos respectivos camiões de assistência para os estragos serem reparados e prosseguirem até ao final da etapa, mas já com horas de atraso.

Num terreno onde está muitíssimo à vontade, o francês Stéphane Peterhansel (Mini JCW) foi o mais rápido no SS e “saltou” para o terceiro lugar, a pouco mais de sete minutos, do comandante, o qatari Nasser Al-Attiyah (Toyota Hilux), segundo no SS.

Outra “vítima” do SS foi o francês Sébastien Loeb (Peugeot 3008 DKR) que, por ter sido o mais rápido ontem, abriu a estrada e acabou por escolher caminhos errados, que o levaram a perder mais de 40 minutos, para o seu compatriota.

Paulo Gonçalves (Honda)

Nos SxS, foi o espanhol Gerard Guell (CAN-AM), o mais rápido no SS, mas foi o chileno Francisco Lopez (CAN-AM), segundo no SS, a ascender ao comando, como consequência do brasileiro Reinaldo Varela (CAN-AM) ter perdido mais de 15 minutos para o espanhol, o que lhe custou a descida para o quarto lugar.

Entre os portugueses, o melhor foi Miguel Jordão (CAN-AM), oitavo no SS o que lhe permitiu subir para o sétimo lugar da geral, enquanto Ricardo Porém (CAN-AM), depois do bom desempenho de ontem, em que chegou a estar à frente, não foi além do 13.º tempo, e Pedro Mello Breyner (Yamaha) subiu algumas posições em termos de geral.

 

 

CLASSIFICAÇÕES

SECTOR SELECTIVO (331 KM)

MOTOS

1.º Xavier De Soultrait (Yamaha), 4h07m42s

2.º Pablo Quintanilla (Husqvarna), a 15”

3.º Kevin Benavides (Honda), a 2’37”

4.º Adrien Van Beveren (Yamaha), a 6’42”

5.º Sam Sunderland (KTM), a 8’26”

6.º Paulo Gonçalves (Honda), a 9’31”

7.º Stefan Svitko (KTM), a 10’50”

8.º Oriol Mena (Hero), a 11’15”

9.º Toby Price (KTM), a 14’16”

10.º Michael Metge (Sherco), a 14’45”

23.º Mário Patrão (KTM), a 41’31”

45.º Fausto Mota (Husqvarna), a 1.27’32’’

46.º Joaquim Rodrigues (Hero), a 1.27’55”

49.º António Maio (Yamaha), a 1.36’25”

50.º David Megre (KTM), a 1.37’48”

95.º, Miguel Caetano (KTM), a 2.54’12”

116.º Hugo Lopes (KTM), a 4.05’58”

AUTOMÓVEIS

1.º Stéphane Paterhansel/David Castera (Mini JCW), 3h54m31s

2.º Nasser Al-Attiyah/Matthieu Baumel (Toyota Hilux), a 3’26”

3.º Jakub Przygonski/Tom Colsoul (Mini All4 Racing), a 11’47”

4.º Yazeed Al-Rahji/Timo Gottschalk (Mini JCW), a 12’50”

5.º Nani Roma/Alex Haro (Mini JCW), a 18’12”

6.º Cyril Despres/Jean-Paul Cottret (Mini JCW), a 28’04”

7.º Bernhard Ten Brinke/Xavier Panseri (Toyota Hilux), a 31’45”

8.º Aron Domzala/Maciej Marton (Toyota Hilux), a 33’16”

9.º Martin Prokop/Jan Tomanek (Ford Ranger), a 34’39”

10.º Benediktas Vanagas/Sebastian Rozwadiwski (Toyota Hilux), a 39’24”

14.º Boris Garafulic/Filipe Palmeiro (Mini All4 Racing), a 52’11”

SxS

1.º Gerard Guell/Daniel Carreras (CAN-AM), 4h35m58s

2.º Francisco Lopez/Alvado Leon (CAN-AM), a 2’03”

3.º Sergei Kariakin/Anton Vlasiuk (BRP), a 4’42”

4.º Rodrigo Moreno/Jorge Araya (CAN-AM), a 14’31”

5.º Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (CAN-AM), a 15’36”

8.º Miguel Jordão/Lourival Roldan (CAN-AM), a 31’51”

13.º Ricardo Porém/Jorge Monteiro (CAN-AM), a 53’11”

22.º Pedro Mello Breyner/Javier Godoy (Yamaha), a 1.51’49”

GERAL

MOTOS

1.º Pablo Quintanilla (Husqvarna), 8h34m28s

2.º Kevin Benavides (Honda), a 11’23”

3.º Sam Sunderland (KTM), a 12’12”

4.º Adrien Van Beveren (Yamaha), a 13’29”

5.º Toby Price (KTM), a 15’17”

6.º Xavier De Soultrait (Yamaha), a 16’52”

7.º Ricky Brabec (Honda), a 18’02”

8.º Mathias Walkner (KTM), a 21’14”

9.º Paulo Gonçalves (Honda), a 25’11”

10.º Andrew Short (Husqvarna, a 29’15”

20.º Mário Patrão (KTM), a 1.23’54”

31.º Joaquim Rodrigues (Hero), a 2.12’03”

37.º António Maio (Yamaha), a 2.30’44”

43.º David Megre (KTM), a 2.45’15”

44.º Fausto Mota (Husqvarna), a 2.46’26’’

94.º Miguel Caetano (KTM), a 5.41’06”

103.º Hugo Lopes (KTM), a 6.53’32”

AUTOMÓVEIS

1.º Nasser Al-Attiyah/Matthieu Baumel (Toyota Hilux), 8h34m08s

2.º Yazeed Al-Rahji/Timo Gottschalk (Mini JCW), a 6’48”

3.º Stéphane Paterhansel/David Castera (Mini JCW), a 7’03”

4.º Nani Roma/Alex Haro (Mini JCW), a 12’02”

5.º Jakub Przygonski/Tom Colsoul (Mini All4 Racing), a 13’45”

6.º Cyril Despres/Jean-Paul Cottret (Mini JCW), a 24’40”

7.º Bernhard Ten Brinke/Xavier Panseri (Toyota Hilux), a 25’21”

8.º Sébastien Loeb/Daniel Elena (Peugeot 3008 DKR), a 37’59”

9.º Aron Domzala/Maciej Marton (Toyota Hilux), a 42’56”

10.º Benediktas Vanagas/Sebastian Rozwadiwski (Toyota Hilux), a 49’20”

13.º Boris Garafulic/Filipe Palmeiro (Mini All4 Racing), a 1.04’19”

SxS

1.º Francisco Lopez/Alvado Leon (CAN-AM), 10.00’28”

2.º Gerard Guell/Daniel Carreras (CAN-AM), a 3’24”

3.º Sergei Kariakin/Anton Vlasiuk (BRP), a 8’06”

4.º Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (CAN-AM), a 12’25”

5.º Rodrigo Moreno/Jorge Araya (CAN-AM), a 23’40”

7.º Miguel Jordão/Lourival Roldan (CAN-AM), a 53’42”

12.º Ricardo Porém/Jorge Monteiro (CAN-AM), a 1.14’30”

21.º Pedro Mello Breyner/Javier Godoy (Yamaha), a 3.49’03”

A ETAPA DE QUINTA-FEIRA

A caravana do “Dakar” divide-se com as motos e os “quads” a rumarem a Moquegua, enquanto os automóveis, os camiões e os SxS concluem a etapa em Tacna, com a particularidade desta ser a primeira parte da etapa maratona o que impede as equipas de assistência de intervir no final do dia, com os concorrentes a estarem entregues à sua sorte.

O SS terá 351 km, mas a etapa para as motos e os “quads” tem a extensão de 511 km, enquanto os automóveis, os camiões e os SxS percorrem um traçado com um total de 644 km.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação