Novo Opel Corsa em Portugal por 15.510 euros

A versão eléctrica, cuja estreia está agendada para o início de 2020, surgirá com quatro níveis de equipamento (Selection, Edition, Elegance e First Edition, com este último a ser concebido para a fase de lançamento do modelo.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

A partir de Novembro, a Opel coloca no mercado nacional a nova versão do Corsa, com três níveis de equipamento e quatro motores, a partir dos 15.510 euros, a que acrescenta uma novidade, a versão eléctrica, que tem uma autonomia de 330 km e cujo preço começa nos 29.900 euros.

Segundo os responsáveis da marca, a estreia da versão eléctrica é um factor mais relevante, por ser mais um passo rumo ao futuro, com vista à popularização da mobilidade eléctrica.

O novo Opel Corsa apresenta componentes que costumam ser vistos nos segmentos superiores, como é o caso dos faróis adaptativos de matriz LED, que aparecem no segmento dos “sub-compactos” pela primeira vez, e a caixa automática de oito velocidades, para além de avançados sistemas de assistência à condução, com destaque para o alerta de colisão dianteira iminente, com travagem automática e detecção de peões, e info-entretenimento inovador.

Para além disso houve a preocupação de optimizar o comportamento em estrada, a que não é estranho o facto da posição de condução poder ser regulada para um nível mais baixo do que na versão anterior.

A versão eléctrica, cuja estreia está agendada para o início de 2020, surgirá com quatro níveis de equipamento (Selection – a partir de 29.990 euros, Edition – a partir de 30.110 euros, Elegance – a partir de 32.610 euros e First Edition – a partir de 33.660 euros), com o último a ser concebido para a fase de lançamento do modelo.

De série todos os níveis de equipamento terão sistemas de assistência à condução, como reconhecimento dos sinais de trânsito, alerta de cansaço do condutor, alerta de colisão dianteira iminente, com reconhecimento de peões e travagem automática de emergência, e programador de velocidade com limitador.

Por sua vez a versão “First Edition” está equipada com painel de instrumentos digital, bancos forrados a couro e tecido, faróis LED, pintura de dois tons da carroçaria, jantes especificas de 17 polegadas e conversor trifásico a bordo, que permite recarregar a bateria a 11 kw.

A versão eléctrica tem uma autonomia, anunciada, de 330 km, a bateria pode receber carga rápida, atingindo os 80 por cento da capacidade total em 30 minutos e o recarregamento pode ser feito por cabo, posto de parede (“wallbox”) ou carga rápida, com o Corsa-e a dispor de uma potência de 136cv (100 kw) e um binário instantâneo de 260 Nm.

No que diz respeito aos motores convencionais, o novo Corsa vem equipado com motores da gasolina 1.2 de 75 cv., 1.2 Turbo de 100 cv, 1.2 Turbo de 130 cv e com motor 1.5 Turbo D de 100 cv.

Neste sector há três níveis de equipamento: Edition (a partir de 15.510 euros), Elegance (a partir de 17,610 euros) e GS Line (a partir de 19,360 euros), que integra bancos desportivos, pára-choques de desenho exclusivo e afinações especificas do chassis.

Todas as versões dispõem de banco do condutor regulável em seis vias, banco traseiro rebatível assimetricamente, fixações Isofix no banco traseiro, vidros eléctricos à frente, ar condicionado e programador de velocidade com limitador.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação