Nove pontos separam os sete primeiros

A uma corrida do final do primeiro Campeonato do Mundo de Fórmula E, nove pontos separam os sete primeiros e António Félix da Costa (DS) faz parte do grupo de candidatos. Lucas Di Grassi foi vencedor da corrida de hoje, seguido por Edoardo Montara e Mitch Evans.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

O brasileiro Lucas Di Grassi (Audi) venceu a corrida com uma exibição notável que lhe permitiu reentrar na luta pelo título, o que seria importante para a Audi, que está de saída da competição.

O suíço Edoardo Mortara (Venturi) e o neo-zelandês Mitch Evans (Jaguar) completaram o pódio, com o português António Félix da Costa (DS) a terminar em sétimo, depois de ter partido de segundo, atrás do seu colega de equipa, o francês Jean-Eric Vergne (DS), que largou da “pole”, com a dupla luso-francesa a ser penalizada por excesso de consumo, o que condicionou o seu resultado.

Como consequência, António Félix da Costa (DS) integra amanhã o segundo grupo de qualificação, o que, por sistema, permite melhores resultados e pode garantir-lhe a presença na “Super Pole”, com o título a estar à distância de uma vitória, desde que o holandês Nyck De Vries (Mercedes) não seja segundo.

Face à escassa diferença de pontos entre os candidatos, muitas contas vão ser feitas no muro das “boxes” durante a corrida, com o momento da ida ao “Attck Mode” a poder ser determinante na decisão da corrida e do título.

CLASSIFICAÇÕES

Corrida – 1.º, Lucas Di Grassi (Audi), 46’22,528”; 2.º, Edoardo Mortara (Venturi), a 0,141”; 3.º, Mitch Evans (Jaguar), a 5,499”; 4.º, Norman Nato (Venturi), a 5,589”; 5.º, Jack Dennis (BMW), a 5,830; 6.º, Jean-Eric Vergne (DS), a 6,411”; 7.º, António Félix da Costa (DS) a 6,777; 8.º, Max Gunther (BMW), a 7,562”; 9.º, René Rast (Audi), a 7,798”; 10.º, André Lotterer (Porsche), a 14,124”. Classificaram-se mais 12 pilotos

Campeonatos

Pilotos – 1.º, Nyck De Vries, 95 pontos; 2.º, Edoardo Mortara, 92; 3.º, Jake Dennis, 91; 4.º, Mitch Evans, 90; 5.º, Robin Frijns, 89; 6.º, Lucas Di Grassi, 87; 7.º, António Félix da Costa, 86; 8.º, Sam Bird, 81; 9.º, Jean- Eric Vergne, 80; 10.º, Alex Lynn, 78; 11.º, Nick Cassidy, 76; 12.º, René Rast, 75; 13.º, Pascal Wehrlein, 71; 14.º, Maximilian Gunther, 66 ; 15.º, Stoffel Vandoorne, 63; 16.º, Oliver Rowland, 59; 17.º, André Lotterer, 46; 18.º, Alexander Sims, 44; 19.º, Nico Muller, 30; 20.º, Norman Nato, 29; 21.º, Sébastien Buemi, 20; 22.º, Sérgio Sette Câmara, 16; 23.º, Oliver Turvey, 13; 24.º, Tom Blomqvist, 5; 25.º, Joel Eriksson, 1

Equipas – 1.º, Jaguar Racing, 171 pontos; 2.º DS Techeetah, 166; 3.º, Envision Virgin Racing, 165; 4.º, Audi Sport ABT Schaeffler, 162; 5.º, Mercedes-EQ Formula E Team, 158; 6.º, BMW i Andretti Motorsport, 157; 7.º, Mahindra Racing, 122; 8.º, Rokti Venturi Racing, 121; 9.º, TAG Heuer Porsche Formula E Team, 117; 10.º, Nissan e-Dams, 79; 11.º, Dragon/Penske Autosport, 47; 12.º, Nio 333 FE Team, 18.

Próxima prova – Berlim, a 15 de Agosto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *