Nissan revelou unidade fabril inteligente

Tecnologias de fabrico inovadoras visam ajudar a Nissan a alcançar a neutralidade carbónica até 2050.

(auto.look2010@gmail.com)

A Nissan revelou recentemente a primeira linha de produção concebida segundo o novo princípio de Fábrica Inteligente Nissan – Nissan Intelligent Factory (NIF). Esta iniciativa, estreada nas instalações fabris de Tochigi, no Japão, representa um novo conceito de fabrico para os automóveis de próxima geração, recorrendo a tecnologias inovadoras e contribuindo para a concretização do objetivo de neutralidade carbónica com que a Nissan se comprometeu. A Nissan anunciou o seu roteiro para alcançar a neutralidade carbónica até 2050 em todas as suas fábricas em todo o mundo.

Hideyuki Sakamoto, vice-presidente executivo da Nissan para a gestão da cadeia de produção e fornecimento, afirmou que «a indústria automóvel está num período de grande mudança e a resolução do desafio global das alterações climáticas é urgente».

«Vemos isto como uma oportunidade para continuar a desenvolver as nossas competências em monozukuri (fabricação), que é uma parte central do nosso ADN, e para desenvolver e aplicar tecnologias inovadoras que nos permitem superar os desafios que enfrentamos», acrescentou.

NISSAN INTELLIGENT FACTORY

Desde a sua fundação, a Nissan tem aprimorado constantemente a sua capacidade de fabricar automóveis através de processos construtivos de elevada qualidade e altamente eficientes, e sempre com base na extraordinária habilidade dos takumi (técnicos-chefes artesãos) da empresa.

No entanto, o ambiente de negócios está a sofrer grandes alterações, também nas áreas da produção industrial. Particularmente no Japão, onde é necessário romper com a produção convencional baseada em mão-de-obra intensiva, para fazer face a uma sociedade envelhecida e a uma grave escassez de operários. Situações imprevistas, como as alterações climáticas e as pandemias, também adicionaram um novo grau de dificuldade.

Ao mesmo tempo, as tendências da indústria na electrificação, na inteligência dos automóveis e nas tecnologias conectadas estão a tornar a estrutura e funcionalidade dos produtos mais avançadas e complexas.

Para responder a todos estes desafios e tendências, a Nissan desenvolveu e introduziu a iniciativa Nissan Intelligent Factory na sua fábrica de Tochigi, o que lhe permite utilizar robôs que herdaram as competências dos takumi para fabricar automóveis de próxima geração, com a mais alta qualidade; criar um ambiente melhorado onde um vasto leque de pessoas pode trabalhar confortavelmente; concretizar um sistema de produção de emissões zero, acelerando assim os esforços para alcançar uma sociedade descarbonizada.

A nova linha da fábrica de Tochigi vai estrear a produção do novo crossover eléctrico Nissan ARIYA, que terá início nos primeiros meses de 2022.

ALCANÇAR A NEUTRALIDADE CARBÓNICA

A Nissan pretende alcançar a neutralidade carbónica em todas as suas operações e no ciclo de vida dos seus produtos até 20501. A empresa comprometeu-se em concretizar a neutralidade carbónica na indústria transformadora, promovendo inovações para apoiar uma maior produtividade na montagem de automóveis, a começar pela iniciativa Nissan Intelligent Factory e pela melhoria da eficiência energética e dos materiais utilizados nas suas fábricas.

Os equipamentos produtivos deverão ser totalmente electrificados até 2050, introduzindo tecnologias de produção inovadoras e reduzindo o uso de energia. Para atingir a neutralidade carbónica nas instalações de fabrico, toda a electricidade utilizada será gerada a partir de fontes de energia renováveis e/ou gerada com células de combustível no local, recorrendo a combustíveis alternativos.

«Ao lançarmos a iniciativa Nissan Intelligent Factory a nível global, replicando o que acabamos de estrear na unidade de Tochigi, fabricaremos de forma mais flexível, eficiente e eficaz os automóveis de próxima geração e contribuiremos para uma sociedade descarbonizada. Também continuaremos a impulsionar a inovação na produção para melhorar a vida das pessoas e apoiar o crescimento futuro da Nissan», disse Sakamoto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *