Nissan anunciou progressos financeiros

Lucro operacional de 64,9 mil milhões de ienes e proveito líquido de 47,1 mil milhões de ienes registados no trimestre de abril a junho. Aumento significativo das receitas por unidade nos modelos-chave, traduzindo uma melhoria contínua na qualidade das vendas.

(auto.look2010@gmail.com)

Makoto Uchida

A Nissan Motor Co., Ld.ª anunciou os resultados financeiros no trimestre do corrente exercício fiscal, terminado hoje, 30 de junho de 2022. Neste segundo trimestre, o resultado líquido consolidado foi de 2,14 biliões de ienes, o lucro operacional consolidado foi de 64,9 mil milhões de ienes e a margem de lucro operacional foi de 3,0%. O resultado líquido (*) no primeiro semestre foi de 47,1 mil milhões de ienes.

Durante o primeiro trimestre, um ambiente de negócios extremamente desafiante pressionou os ganhos, uma vez que a produção foi condicionada pelo confinamento em Xangai, causado pela propagação da nova vaga de coronavírus e pela escassez de fornecimento de semicondutores, enquanto fatores externos, como o aumento dos preços das matérias-primas e dos custos logísticos, também intensificaram o seu impacto.

No entanto, a Nissan conseguiu compensar parte desse impacto através de esforços contínuos para melhorar a qualidade das vendas em cada mercado, levando a um aumento das receitas por unidade nos modelos-chave. O foco da Nissan na disciplina financeira e no controlo diligente sobre os custos fixos, em conjunto com a baixa do câmbio do iene, ajudaram a manter as receitas positivas e o lucro ordinário.

Makoto Uchida

COM BASE NAS TAXAS MÉDIAS DE CÂMBIO

DE JPY 130/USD E JPY 138/EUR PARA FY22 Q1

Numa base de gestão pró-forma, que inclui a consolidação proporcional dos resultados da operação de joint-venture da Nissan na China, o lucro operacional foi de 98,8 mil milhões de ienes, o equivalente a uma margem operacional de 4,0%. O rendimento líquido (*) ascendeu a 47,1 mil milhões de ienes.

Comentando os resultados, o presidente e CEO da Nissan, Makoto Uchida, afirmou que «no primeiro trimestre, o ambiente de negócios revelou-se mais desafiante do que o esperado». «Acreditamos que o nosso progresso neste contexto é a prova de que os alicerces do negócio da Nissan foram continuamente reforçados através do nosso plano de transformação de negócios Nissan NEXT, e que estamos a mudar para uma estrutura de rentabilidade mais resistente a fatores externos», sublinhou Makoto Uchida.

«Embora o ambiente de negócios permaneça incerto, para além do novo Sakura EV, que continua a receber fortes encomendas, lançaremos também o nosso modelo global de maior volume, o X-Trail, com as tecnologias e-POWER e e-4ORCE, na Europa, após o recente lançamento no Japão. Vamos melhorar ainda mais a nossa estrutura de lucros, ao mesmo tempo que maximizamos os efeitos positivos do lançamento destes novos automóveis», finalizou o presidente e CEO da Nissan.

(*) – Rendimento líquido atribuível aos proprietários da casa-mãe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.