Nestor Girolami (Honda Civic) na “pole”

Piloto argentino reduziu a diferença para Yann Ehrlacher na classificação do WTCR depois de bater seu rival e conquistar a “pole position” na qualificação para a segunda ronda da presente temporada a disputar em Nürburgring.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

O argentino Nestor Girolami (Honda Civic) foi o mais rápido na qualificação e garantiu a “pole position” para a segunda corrida, enquanto o francês Nathanael Berthon (Audi RS3 LMS), décimo na qualificação, ocupará essa posição na primeira corrida, que tem a grelha invertida.

O francês Yann Ehrlacher (Lynk & Co 03) vai partilhar a primeira linha da grelha com o argentino, enquanto o húngaro Atilla Tassi (Honda Civic), mais rápido nas duas sessões de treinos livres, a ficar com a terceira posição ao lado do sueco Thed Bjork (Lynk & Co 03) como consequência do facto das marcas japonesa e chinesa terem dominado os treinos livres e a qualificação.

Como consequência de não ter conseguido chegar ao minuto oito, Tiago Monteiro (Honda Civic) não conseguiu melhor que o 13.º tempo, entre os 16 carros em pista. O piloto português estava confiante em lutar pelos lugares da frente, no entanto, o cair da noite sem iluminação acabou por ditar uma posição desconfortável mas que o portuense tentará contrariar em corrida com a recuperação de posições.

No final da qualificação, o piloto do Honda Civic Type R TCR número 18 não escondia alguma desilusão: «Na primeira abordagem à pista procurámos logo fazer uma volta rápida pois sabíamos que ia escurecer e tudo ficaria mais difícil. Mas a realidade é que essa volta não correu assim tão bem».

«Os pneus não estavam com a temperatura ideal e muito honestamente não me senti nada confortável com o desempenho. Mas sabia que tínhamos potencial para muito mais. Na segunda tentativa vieram as bandeiras amarelas e não tive hipótese. Depois os comissários demoraram muito tempo para ter a pista novamente Ok e a noite caiu. Quanto tivemos oportunidade de regressar para fazer mais uma volta, estava a ser bastante rápido no primeiro e segundo sector mas depois, o resto da pista estava às escuras e tive de levantar o pé. Não via absolutamente nada. Enfim, a situação foi igual para todos e eu não consegui melhorar o tempo da primeira volta que acabou por ser a melhor», explicou o piloto português.

Tiago Monteiro entra em pista num dos mais exigentes circuitos mundiais e apesar de não esperar facilidades, promete dar espectáculo, saindo da sétima linha para as duas corridas, uma amanhã (15h40), outra no domingo (9h00).

 

GRELHAS DE PARTIDA

1.ª Corrida

1.ª linha: Nathanael Berthon (Audi RS3 LMS), Jean–Karl Verney (Alfa Romeo Giulietta); 2.ª linha: Esteban Guerrieri (Honda Civic); Santiago Urrutia (Lynk & Co 03); 3.ª linha: Mikel Azcona (Cupra Leon); Tom Coronel (Audi RS3 LMS); 4.ª linha: Thed Bjork (Lynk & co 03); Attila Tassi (Honda Civic); 5.ª linha: Yann Ehrlacher (Lynk & Co 03); Nestor Girolami (Honda Civic); …; 7.ª linha: Tiago Monteiro (Honda Civic); Gabor Kismarty-Lechner (Cupra Leon). Alinham mais dois pilotos

2.ª Corrida

1.ª linha: Nestor Girolami (Honda Civic), 8’51,802”; Yann Ehrlacher (Lynk & Co 03), 8’52,965”; 2.ª linha: Attila Tassi (Honda Civic), 8’54,091”; Thed Bjork (Lynk & co 03), 8’54,870; 3.ª linha: Tom Coronel (Audi RS3 LMS), 8’55,087”; Mikel Azcona (Cupra Leon), 8’55,241”; 4.ª linha: Santiago Urrutia (Lynk & Co 03), 8’55,307”; Esteban Guerrieri (Honda Civic), 8’55,590”; 5.ª linha: Jean–Karl Verney (Alfa Romeo Giulietta), 8’56,264”; Nathanael Berthon (Audi RS3 LMS), 8’56,377” …; 7.ª linha: Tiago Monteiro (Honda Civic), 9’02,573”; Gabor Kismarty-Lechner (Cupra Leon), 10’40,456”. Alinham mais dois pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: