Nasser Al-Attiyah vence Rota da Seda nos automóveis

Piloto da Toyota Hilux Overdrive foi a mais rápida em todas as 10 etapas da prova, onde pela primeira vez se impôs um modelo da marca japonesa, e que percorreu pistas na Rússia, Mongólia e China.

NUNO BARRETO COSTA (auto.look2010@gmail.com)

A dupla Nasser Al-Attiyah e Mathieu Baumel confirmou com a vitória o seu domínio no Rali Rota da Seda, prova pontuável para a Taça do Mundo de Todo-o-Terreno que se disputou esta semana na Ásia Central, na vertente de automóveis. A formação da Toyota Hilux Overdrive foi a mais rápida em todas as 10 etapas da prova, onde pela primeira vez se impôs um modelo da marca japonesa, e que percorreu pistas na Rússia, Mongólia e China.

Nunca antes o piloto do Qatar e o seu navegador francês se tinham imposto na Rota da Seda e o mesmo pode ser dito da estrutura belga que os apoiou. O que deixou All-Attiyah especialmente orgulhoso: «Estou tão contente por finalmente vencer este Rali Rota da Seda, depois de o ter terminado duas vezes em segundo lugar».

«Isto toca-me o coração, porque se trata de uma prova tão grandiosa e bela que é importante tê-la no palmarés. Atravessámos três países tão diferentes, com terrenos e etapas muito variadas. Vou recordar-me durante muito tempo da primeira etapa na China», afirmou também o piloto qatari.

Nasser Al-Attiyah, que venceu o Rali Dakar deste ano, considera que esta foi um dos triunfos mais difíceis da sua carreira, embora o seu domínio possa não o transparecer e acrescenta: «Vencer todas as especiais desde o início é apenas a cereja no topo do bolo, que vem ornamentar a nossa sétima vitória consecutiva da época. Foi também, é claro, o fruto do trabalho de toda uma equipa e, evidentemente, do meu co-piloto, Matthieu, sem o qual isto não seria possível».

Al-Attiyah impôs-se na 10.ª e última etapa, que tinha uma extensão de 255 quilómetros, “desenhada” em vales e que terminou em Dunhuang, batendo a dupla chinesa Han Wei/Min Liao, aos comandos de um SMG Geely por 1h11m. Os mesmos que terminaram a prova na segunda posição. Jerôme Pelichet e Pascal Larroque, em Optimus, foram terceiros a 1h43m39s.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação