Motards dão expressão e exuberância a Góis

A vila goiense está no centro do mundo, onde o bom ar que se respira na Concentração Internacional de Motos, bem como a excelência do cartaz musical seleccionado, são “obras-primas” em destaques na edição deste ano do evento anual do Góis Moto Clube.

Texto: CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt) – Fotos: JOÃO DA FRANCA

Os nomes fortes de hoje alusivos ao terceiro dia da 26.ª Concentração Internacional de Motos de Góis, de 80’s Flashback – Aerg & Filvar a Moonspell, passando por Lost in Pain, vão provocar mais uma noite apoteótica no Parque Natural de Mototurismo. De quinta para sexta-feira, a banda conimbricense The Legendary Tigerman e a almadense UHF foram importantes para o público como o ambiente à sua volta.

«Tudo o que rodeia a Concentração Internacional de Motos de Góis está espectacular. Por incrível que possa parecer, vim encontrar um grupo de pessoas da minha terra que só vejo de vez em quando e, para meu espanto, estavam sentados no muro que contorna as margens do rio Ceira a chamar por mim», disse Sérgio Silva, de Santarém.

«Esta é a sétima vez que venho a Góis e, a cada ano que passa, a organização oferece-nos qualidade. Respira-se um ambiente familiar e tranquilo. É uma atmosfera exuberante, disse ainda o motard ribatejano, acrescentando: «Sabia que em Góis “tá-se bem” e por isso, ia ser muito bom. Gostei do concerto dos Blated Mechanism, na quarta-feira. Foi espectacular. Não conhecia os The Legendary Tigerman, que me agradaram substancialmente, e os UHF excederam as minhas expectativas».

Lúcia Ferreira, em Góis pela segunda vez, referiu que prefere «tirar dias de férias para “queimar” aqui, até porque o ambiente é apelativo e muito harmonioso no que diz respeito ao cartaz de espectáculos». «O ano passado não tive a oportunidade de vir cá, por motivos profissionais, mas repetir a dose estava fora dos planos. Sinto-me muito radiante por voltar a “sufocar” este ar», sublinhou a motard de Atouguia da Baleia a meio da tarde de ontem, cerca de quatro horas antes dos concertos The Legendary Tigerman e UHF.

«Já estamos em Góis algum tempo e, dia após dia, é notório o crescimento desenfreado da população. É fantástico ver os motards chegar e entrar no “campismo” da Quinta do Baião, munidos com os seus apetrechos. A Concentração Internacional de Motos de Góis é, no meu entender, a melhor de todas em que já participei, inclusivamente a de Faro. É interessante ver as crianças envolvidas nesta concentração motard», referiu, por seu turno, Adérito Santos, Vila Nova de Famalicão.

Como viemos mais cedo, a nossa festa também começou com alguma antecedência, dado que fomos ver o Toy» disse, aludindo às Festas do Concelho que antecedem a concentração, com concertos em pleno coração da vila de Góis.

Já Carlos Silva, que vem a Góis desde as edições intermédias, tem nas margens do Ceira «um carinho muito especial, sobretudo pela acalmia que passa», apontando que «não há nenhum rio como este com algumas “sereias” de suster a respiração». «É com enorme prazer que vou encontrando agradáveis surpresas, com bandas a condizer com a frescura do ambiente que se respira. O que Impressiona também são as demonstrações dos pilotos Trialmotor. É preciso muita mão de obra para permanecer em cima das motos e da bike e fazer o que eles fazem. É preciso treinar muito para que o brilhantismo exceda o fulgor de cada um», retorquiu o motard transmontano proveniente de Vila Real.

«Gosto do ambiente e também tem bandas muito boas. É uma onda de que gosto. Vim para ficar até ao fim e quero muito ver os espectáculos, sobretudo o de sábado, com David Antunes & The Midnight Band, Samantha Fox e Berg. A julgar pelo espectáculo do ano passado, em que o David Antunes produziu um concerto transcendente com os convidados João Paulo Rodrigues, Pedro Alves e Simone de Oliveira, o de sábado (amanhã) não ficará atrás, com toda a certeza», sublinhou Américo Ferreira, do Porto.

A 26.ª edição da Concentração Internacional de Motos de Góis decorre até domingo e acolhe muitos Dj’s de nomeada, tais como Hugo Tabaco, Tom Enzy (hoje), Kevu, Olga Ryazanova (amanhã), além da já tradicional Sunset Beach Party, na Praia Fluvial, a partir das 18h00.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação