Mortara vence em Berlim a partir da “pole”

Piloto suíço construiu um fantástico triunfo, após liderar grande parte da prova, relegando Jean-Éric Vergne e Stoffel Vandoorne para a segunda e terceira posição, respectivamente. O piloto de Cascais, António Félix da Costa terminou a primeira corrida deste fim-de-semana na oitava posição.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Sábado dominado por Edoardo Mortara (Venturi) que, depois de ter garantido a “pole position”, venceu a corrida depois de a comandar quase toda a sua extensão. O piloto suíço só perdeu o primeiro lugar, quando passou pelo “Attack Mode”, o que fez no momento certo para recuperar, sem dificuldade o comando e caminhar para o triunfo.

Com esta vitória o suíço reduziu para 19 pontos o atraso em relação ao belga Stoffel Vandoorne (Mercedes), que mantêm o comando do campeonato, depois de terminar no lugar mais baixo do pódio, numa corrida em que caiu, no momento do arranque, de oitavo para 12.º.

No entanto, o piloto belga recuperou até terceiro, atrás do francês Jean-Eric Vergne (DS), com quem lutou, nas últimas voltas, pelo segundo lugar, tendo os carros chegado a tocar-se. Com o segundo lugar, o francês ganhou três pontos ao belga e reduziu para o mesmo número de pontos, o seu atraso em relação ao piloto da Mercedes.

O português António Félix da Costa (DS) arrancou de terceiro, esteve na luta pelas primeiras posições, mas na derradeira volta cairia para oitavo, com problemas de falta de energia e manteve o 10.º lugar no campeonato.

O campeonato prossegue amanhã, domingo, de novo no traçado alemã mas, desta vez percorrido em sentido inverso.

CLASSIFICAÇÕES

CORRIDA – 1.º, Edoardo Mortara (Venturi), 40 voltas (94,200 km), em 46’16,175”; 2.º, Jean-Eric Vergne (DS), a 1,782”; 3.º, Stoffel Vandoorne (Mercedes), a 1,987”; 4.º, André Lotterer (Porsche), a 2,579”; 5.º, Mitch Evans (Jaguar), a 3,189”; 6.º, Pascal Werhlein (Porsche), 5’405”; 7.º, Sam Bird (Jaguar), a 5,683”; 8.º, António Félix da Costa (DS), a 6,400”; 9.º, Alexander Sims (Mahindra), a 6.569”; 10.º, Nyck de Vries (Mercedes), a 6.602”. Classificaram-se mais 10 pilotos

PILOTOS – 1.º, Stoffel Vandoorne, 96 pontos; 2.º, Jean-Eric Vergne, 93; 3.º, Mitch Evans, 82; 4.º, Edoardo Mortara, 77; 5.º, Robin Frijns, 71; 6.º, André Lotterer, 55; 7.º, Pascal Werhlein, 51; 8.º, Nyck De Vries, 40; 9.º, Lucas Di Grassi, 37; 10.º, António Félix da Costa, 34; 11.º, Jake Dennis, 28; 12.º, Sam Bird, 28; 13.º, Nick Cassidy, 16; 14.º, Sébastien Buemi, 10; 15.º, Oliver Turvey, 6; 16.º, Oliver Rowland, 4; 17.º, Oliver Askew, 2; 18.º, Max Gunther, 2; 19.º, Alexander Sims, 2; 20.º, Dan Ticktum, 1

EQUIPAS – 1.º, Mercedes-EQ Formula E Team, 136 pontos; 2.º, DS Techeetah, 127; 3.º, Rokit Venturi Racing, 114; 4.º, Jaguar TCS Racing, 110; 5.º, TAG Heuer Porsche Formula E Team, 106; 6.º, Envision Racing, 87; 7.º, Avalanche Andretti Formula E, 30; 8.º, Nissan E Dams, 12; 9.º, Nio 333 FE Team, 7; 10.º, Mahindra Racing, 6

Próxima prova – Berlim, amanhã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.