Monteiro Racing Team de “vento em popa”

Com sete horas e meia já concluídas, a formação de índole familiar de Ourique, Monteiro Racing Team, que alinha nas BP Ultimate 24 TT Vila de Fronteira, está de “pedra e cal” na prova do Automóvel Club de Portugal, embora um problema ao nível do capot não esfrie os ânimos dos pilotos.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

Os pilotos Jacinto Monteiro, João Filipe Monteiro, João António Monteiro e David Guerreiro, coadjuvados por Ana Paula Vieira no banco direito do Nissan Terrano II, estão a cumprir na íntegra os objectivos traçados para as BP Ultimate 24 TT Vila de Fronteira.

Com sete horas e meia de prova consumadas, a prestação da equipa de Ourique não está a ser totalmente perfeita porque os pernes que seguram o capot da viatura da marca nipónica deixaram de colaborar desde muito cedo na festa do todo-o-terreno nacional.

A equipa de assistência entregue à RM Performance e MR Power, lideradas, respectivamente, por Ricardo Martins e Miguel Rosinha, têm resolvido a anomalia com sapiência e objetividade, permitindo aos pilotos manter os índices de produtividade, gerindo a seu bel-prazer o andamento.

«Está a ser uma prova animada e sem grandes dores de cabeça. Temos conseguido o ritmo que mais nos convém, até por e tratar de uma prova de resistência, sendo essencial administrar os acontecimentos sem cometemos erros desnecessários», começou por referir João Filipe Monteiro.

Já o irmão Jacinto Monteiro, mentor da equipa familiar, sustentou que «temos sido homogéneos em cada um dos turnos, controlando, sobretudo, os nossos ímpetos. Até agora, o capot tem sido o calcanhar de Aquiles, embora procuramos solucionar esta “equação” para prosseguir com os nossos objectivos».

Para o piloto alentejano de Ourique, «esta prova está rodeada de uma atmosfera de excelência, sentindo que o público está também motivado para entrar na grande festa do todo-o-terreno nacional, em que não faltam inúmeras equipas provenientes além-fronteiras, mostrando o apreço por esta disciplina e, naturalmente, pelo evento».

Ao cabo das primeiras sete horas e meia de prova, Monteiro Racing Team procura levar o mais longe possível o nome dos seus parceiros, nomeadamente Ourique – Capital do Porco Alentejano, Caixa Agrícola Costa Azul, Turismo Rural das Casinhas da Tia Emília (Comporta), Olimpcork – Cortiças S.A., Associação dos Criadores do Porco Alentejano (ACPA), RG Tools Ferramentas, Sondibérica – Sondagem e Captação d Água, Ld.ª e autolook.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.