“Montanha russa” de grandes emoções

O piloto português da KTM terminou hoje na 13.ª posição o primeiro dia de treinos livres do Grande Prémio MEO de Portugal de MotoGP, 14.ª e última prova do Mundial, que decorre até domingo Autódromo Internacional do Algarve.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Com o asfalto mais quente e com um maior conhecimento do traçado não surpreendeu que os tempos começassem a baixar, com o francês Johann Zarco (Ducati) a colocar-se no topo da tabela de tempos, à frente do espanhol Maverick Viñales (Yamaha), que foi o primeiro a baixar do segundo “40”, ao qual o português Miguel Oliveira (KTM) tinha chegado, quando foi o mais rápido na sessão matinal.

Com o avançar da sessão os tempos começaram a descer e pelo topo da tabela passaram o alemão Stefan Bradl (Honda),que acabariam em 11.º, o australiano Jack Miller (Ducati), que acabou por registar o nono tempo, para além de Johann Zarco e Maverick Viñales, que acabaram por ser os dois mais rápidos, à frente do espanhol Aleix Espargaro (Aprilia).

Apesar de ter melhorado o seu tempo, Miguel Oliveira viu-se relegado para o 13.º lugar, numa sessão onde os 18 primeiros couberam num segundo, o que deixa antever uma enorme expectativa para o que pode suceder amanhã, no terceiro livre, na decisão dos que ascendem de forma directa à Q2, e na qualificação.

Para Miguel Oliveira, «foi um primeiro dia positivo, em que fomos sempre melhorando, mas ficámos um bocadinho aquém do que podíamos ter feito, por termos optado por guardar um pneu macio para a qualificação, pelo que fiz a volta rápida com um pneu médio atrás e creio que amanhã vamos melhorar»

Na derradeira volta, o italiano Luca Marini (Kalex), um dos quatro candidatos ao título, conseguiu chegar ao segundo “42” e instalou-se no topo da tabela de tempos na segunda sessão de treinos livres de Moto2, desalojando o inglês Sam Lowes (Kalex), outro dos candidatos, que parecia inalcançável.

Discreto na sessão matinal o italiano Enea Bastianini (Kalex), que comando o campeonato foi quinto atrás ainda do seu compatriota Lorenzo Baldassarri (Kalex) e do australiano Remy Gardner (Kalex), com o quarto candidato, o italiano Marco Bezzecchi (Kalex), a quedar-se pela nona posição.

Os pilotos espanhóis continuam a dominar em Moto3, com Albert Arenas (KTM) a fazer o melhor tempo e a ser o único a chegar ao segundo “47”, depois de, na sessão da manhã, ter sido o seu compatriota, Jaume Masia (Honda), o primeiro a baixar do segundo “49”.

O espanhol Jeremy Alcoba (Honda) e o japonês Tatsuki Suzuki (Honda) completaram o lote dos três primeiros, enquanto os adversários Albert Arenas, na luta pelo título, registaram o oitavo e nono tempos, com o italiano Tony Arbolino a levar a melhor sobre o japonês Ai Ogura (Honda).

MELHORES TEMPOS

MotoGP – Johann Zarco (Ducati), 1’39,417”; Maverick Viñales (Yamaha), 1’39,536”; Aleix Espargaro (Aprilia, 1’39,645”; Fabio Quartararo (Yamaha), 1’39,692”; Brad Binder (KTM), 1’39,697”; Joan Mir (Suzuki), 1’39,732”; Andrea Dovizioso (Ducati), 1’39,741”; Pol Espargaro (KTM), 1’39,783”; Jack Miller (Ducati), 1’39,820; Franco Morbidelli (Yamaha), 1’39,888; …; Miguel Oliveira (KTM), 1’39,946”. Treinaram mais nove pilotos.

Moto2 – Luca Marini (Kalex), 1’42,941”; Sam Lowes (Kalex), 1’43,123”; Lorenzo Baldassarri (Kalex), 1’43,139”; Remy Gardner (Kalex), 1’43,222”; Enea Bastianini (Kalex), 1’43,257”; Xavi Vierge (Kalex), 1’43,314”; Jorge Navarro (Kalex), 1’43,358”; Fabio Di Giannantonio (Speed Up), 1’43,381”; Marco Bezzecchi (Kalex), 1’43,402”; Hector Garzo (Kalex), 1’43,414”. Treinaram mais 18 pilotos.

Moto3 – Albert Arenas (KTM), 1’47,987”; Jeremy Alcoba (Honda), 1’48,188”; Tatsuki Suzuki (Honda), 1’48,361; Raul Fernandez (KTM), 1’48,372”; Jaume Masia (Honda), 1’48,506”; Dennis Foggia (Honda), 1’48,562”; Deniz Oncu (KTM), 1’48,565”; Tony Arbolino (Honda), 1’48,567”; Ai Ogura (Honda), 1’48,601”; Stefano Nepa (KTM), 1’48,664”. Treinaram mais 21 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: