Montalegre recebe Mundial de Ralicross em 2022

A 16 e 17 de Setembro, Montalegre recebe o World RX, o Euro RX e o EuroRX3, onde competem os Super 1600, com muitos pilotos portugueses na grelha.

(auto.look2010@gmail.com)

O presidente da Câmara Municipal de Montalegre, Orlando Alves, mostrou-se «especialmente satisfeito» e «honrado por o seu município acolher uma jornada dupla do Mundial de Ralicross de 2022.

«Estamos especialmente satisfeitos e honrados por estar no calendário do Mundial de Ralicross de 2022. Montalegre está, mais uma vez, nas épocas chave do Ralicross, desta feita com a estreia revolucionária dos ultra rápidos RX1 eléctricos», comentou o autarca transmontano, depois de conhecido o calendário da modalidade, que prevê a realização de uma jornada dupla, a 17 e 18 de Setembro do próximo ano, correspondentes às sétima e oitava provas do campeonato.

O calendário provisório do Campeonato do Mundo de Ralicross de 2022 já é conhecido após a reunião do Conselho Mundial de MotorSport da FIA (WMSC), com destaque para o retorno de algumas pistas clássicas. A época de 2022 do World RX – a primeira da nova era eléctrica do campeonato – contém 12 rondas em sete eventos, cada uma num país diferente. A acção começa no circuito sueco Höljes, no início de Julho, antes de seguir para Nürburgring, na Alemanha, no final do mês.

Após esses dois eventos de jornada simples, os cinco restantes assumem a forma de jornada dupla. O início começa com um retorno a Hell, na Noruega, em meados de Agosto. O circuito de Biķernieki, em Riga, na Letónia, recebe o Mundial no início de Setembro.

A 16 e 17 de Setembro, Montalegre recebe o World RX e Euro RX, num programa de corridas extremamente preenchido. Além da jornada dupla do Mundial (cada um dos dias do fim de semana é uma prova completa, com qualificações, meias-finais e final) recebe, também, o EuroRX1, onde continuam a militar os Super Cars a gasolina e se prevê que os antigos carros do Mundial a combustão vão ser acolhidos.

Recebe, também, o EuroRX3, onde competem os Super 1600, com muitos pilotos portugueses na grelha. Duas semanas volvidas, no início de Outubro, a caravana ruma ao autódromo belga de Spa-Francorchamps.

A época está programada para terminar no Killarney International Raceway, na Cidade do Cabo, na África do Sul, em Novembro, ainda com data por definir por força das restrições vigentes, devido à pandemia da Covid-19.

O Campeonato FIA RX2 junta-se ao World RX em cinco eventos, na sua segunda temporada de competição, com rondas na Suécia, Alemanha, Noruega, Letónia e Bélgica. O formato das provas sofre alterações, com as qualificações a deixarem de se chamar Q1, Q2, Q3 para se chamarem Manga 1, Manga 2 e Manga 3. Estão previstas apenas três mangas, contra as quatro qualificações que existiam.

A ordem de partida para a Manga 1 será decidida numa chamada “superpole”, uma volta individual cronometrada. Nos eventos do World RX duplos (com duas provas no mesmo fim de semana) existem apenas duas mangas.

A seguir às mangas, tem lugar uma “progression race”, com a ordem de partida em função dos resultados das mangas, que funcionará como uma pré-meia final, avançando os 10 melhores para as meias-finais.

As meias-finais e as finais passam a ter também cinco carros na grelha, com o mais rápido a ter a possibilidade de escolher o lugar onde parte. Alterações de fundo nas voltas que passam a ser cinco em todas as corridas, as grelhas serão todas de cinco carros em linha e na “joker lap”, que deixa de poder ser utilizada na primeira volta se esta fizer parte da primeira curva, o que é o caso de Montalegre.

«Este ano teremos um programa espetacular, com jornada dupla do Mundial e com a estreia dos Super Cars eléctricos, mas também mantendo a tradição, com o Europeu RX1, com os Super Cars a gasolina, muito amados pelos nossos fãs, e ainda os extremamente populares Super 1600 no Euro RX3. Um fim-de-semana imperdível para os amantes do automobilismo e um regresso dos dias de corridas superpreenchidos a que estávamos habituados na era pré-Covid. Dois dias a não perder para todos os aficionados do automobilismo», comentou Orlando Alves.

CALENDÁRIOS

FIA WORLD RALLYCROSS CHAMPIONSHIP

2 e 3 de Julho Suécia (Höljes)

30 e 31 de Julho Alemanha (Nurburgring)

13 e 14 de Agosto Noruega (Hell Lake) PD

3 e 4 de Setembro Letónia (Riga) PD

17 e 18 de Setembro Portugal (Montalegre) PD

8 e 9 de Outubro Bélgica (Spa Francorchamps) PD

??/?? novembro África do Sul (Cidade do Cabo) PD

PD – Prova dupla

FIA RX2E CHAMPIONSHIP

2 e 3 de Julho Suécia (Höljes)

30 e 31 de Julho Alemanha (Nurburgring)

13 e 14 de Agosto Noruega (Hell Lake)

3 e 4 de setembro Letónia (Riga)

8 e 9 de Outubro Bélgica (Spa-Francorchamps)

FIA EUROPEAN RALLYCROSS CHAMPIONSHIP (EURO RX1)

21 e 22 de Maio Hungria (Nyirád)

18 e 19 de Junho (a confirmar)

2 e 3 de Julho Suécia (Höljes)

3 e 4 de Setembro Letónia (Riga)

17 e 18 de Setembro Portugal (Montalegre)

8 e 9 de Outubro Bélgica (Spa-Francorchamps)

FIA EUROPEAN RALLYCROSS CHAMPIONSHIP (EURO RX3)

21 e 22 de Maio Hungria (Nyirád)

18 e 19 de Junho (a confirmar)

2 e 3 de Julho Suécia (Höljes)

30 e 31 de Julho Alemanha (Nurburgring)

13 e 14 de Agosto Noruega (Hell Lake)

17 e 18 de Setembro Portugal (Montalegre)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *