Mitch Evans (Jaguar) “não passou cartão”

O neo-zelândes Mitch Evans (Jaguar) venceu a quarta corrida do campeonato de Formula E, depois de a comandar de fio a pavio e de ter, na primeira curva, dado um “chega para lá” no alemão André Lotterer (Porsche) que largou da “pole position”.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Mitch Evans “cavou”, desde os primeiros metros, uma margem significativa para os adversários, mas a entrada do “Safety Car”, em consequência de uma saída de pista do suíço Nick Muller (Geox), fê-lo perder o avanço conquistado, que depressa recuperaria mal a corrida foi relançada, para assegurar o primeiro triunfo da temporada, segunda na disciplina, ser o quarto vencedor da temporada, noutras tantas corridas e ascender ao comando do campeonato.

Excelente segundo lugar do português António Félix da Costa (DS), que saiu de nono, depois de ter sido décimo na qualificação, por o alemão Pascal Werhlein (Mahindra), quarto na qualificação, ter sido relegado para o fundo da grelha, por ter trocado de caixa.

Sempre ao ataque o português pressionou os seus adversários e levou-os a cometer erros, como sucedeu com o holandês Nyck De Vries (Mercedes) e o inglês Sam Bird (Envision), este nos últimos minutos da corrida, o que o levou a repetir o segundo lugar alcançado na corrida anterior, em Santiago (Chile).

O suíço Sebastien Buemi (Nissan) completou o pódio, depois de, também ele, não ter resistido à pressão do português, com o suíço a justificar a ultrapassagem por, na fase inicial da corrida, ter gasto demasiado energia a defender-se dos ataques do alemão André Lotterer.

CLASSIFICAÇÕES

CORRIDA – 1.º, Mitch Evans (Jaguar), 46’42,093”; 2.º, António Félix da Costa (DS), a 4,271”; 3.º, Sebastien Buemi (Nissan), a 6,181”; 4.º, Jean-Eric Vergne (DS), a 14,331”; 5.º, Alexander Sims (BMW), a 19,244”; 6.º, Lucas Di Grassi (Audi), a 28,346”; 7.º, Oliver Rowland (Nissan), a 29,750”; 8.º, Edoardo Mortara (Venturi), a 30,204”; 9.º, James Calado (Jaguar), a 30,796”; 10.º, Pascal Wehrlein (Mahindra), a 31,132”; 11.º, Jérôme D’Ambrosio (Mahindra),a 32,818”, 12.º, Robin Firjns (Virgin), a 33,665”; 13.º, Max Gunther (BMW), a 35,512”; 14.º, Brendon Hartley (Goex), a 36,339”; 15.º, Oliver Turvey (Nio), a 50,888”; 16.º, Neel Jani (Porsche), a 1’04,891”; 17.º, Stoffel Vandoorne (Mercedes), a 1 volta

CAMPEONATOS

PILOTOS – 1.º, Mitch Evans, 46 pontos; 2.º, Alexander Sims, 45; 3.º; António Félix da Costa, 39; 4.º, Stoffel Vandoorne, 38; 5.º, Lucas Di Grassi, 32; 6.º, Sam Bird, 28; 7.º, Oliver Rowland, 28; 8.º, Max Gunther, 25; 9.º, Edoardo Mortara, 22; 10.º, André Lotterer, 21; 11.º, Nyck De Vries, 18; 12.º, Jean-Eric Vergne, 16; 13.º, Sebastien Buemi, 15; 14.º, Pascal Wehrlein, 13; 15.º, James Calado, 12; 16.º, Robin Frijns, 10; 17.º, Daniel Abt, 8; 18.º, Jérôme D’Ambrosio, 2; 19.º, Felipe Massa, 2; 20.º, Brendon Hartley, 2

EQUIPAS – 1.ª. BMW I Andretti Motorsport, 71 pontos; 2.ª, Panasonic Jaguar Racing, 59; 3.ª, Mercedes-Benz EQ Formule E Team, 56; 4.ª, DS Techeetah, 55; 5.ª, Nissan E-Dams, 43; 6.ª, Audi Sport AB Schaeffler, 40; 7.ª, Envision Virgin Racing, 38; 8.ª, Rokit Venturi Racing, 24; 9.ª, TAG Heuer Porsche Formule E Team, 21; 10.ª Mahindra Racing, 15; 11.ª, Geox Dragon, 2.

Próxima prova – Marrakech (Marrocos), dia 29 de Fevereiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: