Misano com qualificação difícil para “Falcão”

De volta ao Misano World Circuit Marco Simoncelli – onde em 2020 conseguiu a quinta posição no final das 27 voltas de corrida – Miguel Oliveira não tem tido um fim‑de‑semana de bons momentos.

(auto.look2010@gmail.com)

Após ter regressado aos pontos na ronda anterior realizada no Motorland em Aragón, as dificuldades voltam a ser companhia de Miguel Oliveira, agora na estância balnear (Riccione) junto á qual está localizado o circuito que honra o nome de Marco Simoncelli.

Tal como na véspera, o dia deste sábado voltou a ser difícil e Miguel Oliveira fechou a qualificação na 21.ª posição, cabendo-lhe um lugar na penúltima linha da grelha de partida para a primeira das duas visitas que o mundial MotoGP vai fazer ao circuito italiano em 2021.

«Um dia complicado para nós pois não conseguimos igualar a nossa performance do ano passado seja em ritmo como em velocidade. Actualmente temos muitas dificuldades com o pacote técnico que temos, algo que estamos a tentar resolver e melhoras porque não é de todo a situação ou a posição que reflecte as nossas capacidades. Mas temos que olhar em frente e reagir e pensar na corrida para este domingo onde temos trabalho para fazer», argumentou o piloto almadense.

Este domingo Miguel Oliveira irá enfrentar as 27 voltas da corrida consciente das dificuldades mas igualmente confiante nas suas capacidades para pelo menos aspirar aos lugares pontuáveis, tal como na passada semana em Espanha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *