Miguel Oliveira “voou alto” e vence na Catalunha

O “Falcão de Almada” voltou a subir ao pódio depois do 2.º lugar conquistado há uma semana em Itália. Um triunfo magistral do oficial da marca austríaca KTM nos arredores de Barcelona.

(auto.look2010@gmail.com) – EM ACTUALIZAÇÃO

Miguel Oliveira (KTM) é o vencedor do Grande Prémio da Catalunha de MotoGP, naquele que é o seu melhor resultado da temporada, à sétima corrida. O piloto português, recorde-se, tinha conquistado o segundo lugar em Itália na semana passada, pelo que subirá ao pódio pela segunda vez consecutiva.

Miguel Oliveira bateu o francês Johann Zarco (Ducati) por 0,175 segundos, com o australiano Jack Miller (Ducati) a terminar na terceira posição, a 1,990s do português. O almadense, que foi o quarto mais rápido na qualificação, arrancou de forma brilhante e conseguiu subir ao segundo posto logo ao fim de poucas curvas, ficando apenas atrás de Jack Miller. Oliveira acabou por beneficiar de um erro do australiano para assumir a dianteira da corrida.

Sempre muito pressionado, o português chegou a ser ultrapassado por Fabio Quartararo. No entanto, assim que percebeu que tinha ritmo, o piloto português passou para a primeira posição e descolou do francês. Esta é a terceira vitória do piloto de Almada no Mundial de MotoGP, depois de ter vencido os grandes prémios da Estíria e de Portugal, em 2020.

Em declarações após cortar a meta, na zona mista do pódio da corrida espanhola, o piloto de Almada disse que esta foi «uma das melhores corridas da minha carreira». «O Fábio (Quartararo, da Yamaha) pressionou-me durante tantas voltas e acabou por ultrapassar, mas mantive a calma e voltei a ultrapassá-lo. Foi a corrida perfeita», frisou.

O piloto português agradeceu aos mecânicos e engenheiros da KTM, que lhe proporcionaram «uma moto fantástica para estar no topo do pódio».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *